Descoberta uma nova estrela rodeada de “mega-estrutura alienígena”

NASA/JPL-Caltech

Hipotético anel disforme de poeira em KIC 8462852, também conhecida como Estrela de Boyajian ou Estrela de Tabby.

Um grupo internacional de cientistas descobriu uma nova estrela cuja luminosidade varia de forma misteriosa. Uma das teorias é que possa estar rodeada de uma possível mega-estrutura extraterrestre que ofusca a luz de tempos e tempos.

Baptizada VVV-WIT-07, a nova estrela foi detectada na análise de dados do programa VISTA Variables que estuda a área central da Via Láctea, através de um telescópio situado no Deserto de Atacama, no Chile.

Os cientistas procuravam super-novas e estrelas que se iluminam subitamente, à medida que explodem, como explicam no portal científico arXiv.org que fala da descoberta.

As observações da VVV-WIT-07, no período entre 2010 e 2018, revelam que o seu brilho aumenta e diminui sem um padrão pré-determinado, chegando a ofuscar a sua luminosidade em 80%.

Não sabemos que tipo de objecto é“, assume o astrónomo Roberto Saito, da Universidade Federal de Santa Catarina em Florianópolis, no Brasil, em declarações ao Science News.

Os cientistas admitem que pode ser algum tipo de destroço que orbita em torno dela que bloqueia a luz. Mas também há uma teoria que aponta para a existência de uma potencial mega-estrutura extraterrestre, a girar em torno dela, bloqueando a luz de tempos a tempos.

Só mais observações poderão desfazer o mistério. Mas em 2018, uma investigação em torno da estrela Tabby (KIC 8462852), a estrela inexplicável que tem um comportamento semelhante ao da VVV-WIT-07, concluiu que as mudanças de luminosidade se devem a partículas de pó, que bloqueiam as ondas de luz.

Durante meses, a Tabby alimentou o imaginário de astrónomos e cientistas das mais variadas áreas, que procuraram explicações para a misteriosa “mega-estrutura alienígena” que rodeava a estrela.

A astrónoma Tabetha Boyajian, da Universidade do Estado do Louisiana, refere ao Science News que se o fenómeno que se verifica com a VVV-WIT-07 “é o mesmo que ocorre com a estrela Tabby, então não podemos invocar uma explicação elaborada para o que está a acontecer em ambos os sistemas”.

“Se começarmos a ver estrelas semelhantes a esta em todo o lado, então tem que ser uma coisa bastante comum que acontece na natureza” e isso “é muito fixe”, diz ainda a astrónoma.

Há ainda outra estrela similar, a J1407, que foi descoberta em 2012, pelo astrónomo Eric Mamajek, da Universidade de Rochester em Nova Iorque. Esta estrela é ainda mais parecida com a VVV-WIT-07, obscurecendo em cerca de 95%, e acredita-se que alberga um planeta na sua órbita, com um sistema de anéis que a eclipsa de tempos a tempos.

O mistério prossegue, assim, em torno da nova estrela detectada. E, nesta altura, a localização da VVV-WIT-07 não permite traçar a sua distância em relação à Terra, nem sequer o tipo de estrela que é, pelo que “está praticamente tudo em cima da mesa“, refere Boyajian. “São precisos mais dados” para tirar todas as dúvidas”.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Calma que a Nasa daqui a uns dias depois de analisar durante 30 segundos os dados vai concluir que não é nada é apenas pó misturado com gelo e assunto encerrado.

RESPONDER

Setenta anos depois, teste de ADN reúne mãe e filha pela primeira vez

Genevieve achava que a sua bebé recém-nascida tinha morrido no parto. Mas não: foi adotada por uma família da Califórnia que lhe mentiu sobre as origens. Agora conheceram-se graças a um teste de ADN. Quase 70 …

Arcebispos de Barcelona ajudaram padre acusado de abusos a fugir à polícia

O padre Senabre, acusado de ter abusado de um menor de 13 anos, esteve desaparecido por mais de 25 anos. Foi agora encontrado no Equador e o seu caso está a ser investigado pelo Vaticano …

Problemas de direitos humanos persistem em Portugal apesar dos progressos

O mais recente relatório da Amnistia Internacional sobre direitos humanos indica que em Portugal “ainda persistem” desigualdades no acesso a habitação condigna, e diferentes formas de discriminação de pessoas e comunidades mais vulneráveis. O documento divulgado …

Theresa May adia votação do Brexit

A primeira-ministra britânica, Theresa May, confirmou, esta segunda-feira à tarde, perante o parlamento britânico, que será adiada a votação do acordo do Brexit agendada para esta terça-feira, dia 11. A decisão da primeira-ministra britânica procura evitar …

"Lobisomem da Sibéria". Maior assassino em série da Rússia era polícia e matou 78 mulheres

Um ex-polícia russo, já condenado a prisão perpétua pela morte de 22 mulheres, foi sentenciado esta segunda-feira na Sibéria por mais 56 homicídios, o que o torna no maior assassino em série da história recente …

Mais de 20 comboios vão ser suprimidos no Natal e Ano Novo

Mais de duas dezenas de ligações ferroviárias, entre Intercidades e Alfa-Pendulares, serão suprimidas nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1 de janeiro de 2019, à semelhança de anos anteriores, devido à fraca …

Catalães devem seguir a via eslovena e estar "dispostos a tudo" para alcançar independência

Quim Torra disse este sábado que os catalães devem seguir o exemplo do processo de independência da Eslovénia e estar "dispostos a tudo". O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, disse este sábado que …

"Injustiça fiscal." Governo rejeita alterar IRS para salários de anos anteriores

O Governo recusou aceitar uma recomendação da Provedora de Justiça que pedia ao Executivo para atualizar o regime de IRS para rendimentos relativos a anos anteriores. No início de outubro, a Provedora da Justiça escreveu a …

Oito anos depois, pensionistas recebem subsídio de Natal por inteiro

Oito anos depois, os pensionistas recebem esta segunda-feira o subsídio de Natal por inteiro, sem cortes e no mês de dezembro. A maioria dos pensionistas da Segurança Social começa esta segunda-feira a receber a pensão de …

Carlos Ghosn, ex-presidente da Renault-Nissan, acusado por ocultar rendimentos

O Ministério Público japonês acusou oficialmente o ex-presidente da Nissan de ocultar rendimentos da empresa durante um período de cinco anos. De acordo com a agência Kyodo e o canal público NHK, o Ministério Público responsabiliza …