/

Estátua de George Floyd em Nova Iorque vandalizada por grupo neonazi

1

O nome de um grupo de extrema direita foi escrito na quinta-feira numa estátua em homenagem ao afro-americano George Floyd, inaugurada há poucos dias em Nova Iorque.

A estátua, um busto de George Floyd, apareceu coberta de tinta preta com a inscrição “Patriot Front” (Frente Patriota), um grupo neonazi dos EUA, referiu a polícia de Nova Iorque, que está a investigar um possível crime racista.

Morto por um polícia branco em maio de 2020, ao ser detido numa rua de Minneapolis, George Floyd tornou-se o símbolo da luta contra a violência policial e a discriminação nos Estados Unidos.

O agora ex-polícia Derek Chauvin, de 45 anos, irá conhecer nesta sexta-feira a sentença pelo assassinato de Floyd, dois meses após ser declarado culpado.

Ontem, as autoridades divulgaram um vídeo que mostra quatro indivíduos, um deles a pintar com tinta spray, a andar ao redor do monumento no bairro Flatbush, em Brooklyn.

Criada pelo artista Chris Carnabuci, a estátua foi inaugurada no sábado na presença de Terrence Floyd, irmão de George que mora em Nova Iorque. Daqui a uns alguns meses, será transferida para a Union Square, em Manhattan.

“Vou ser absolutamente claro com o grupo neonazi que fez isto: saiam do nosso estado!”, escreveu o governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo no Twitter, anunciando ainda a mobilização de agentes especializados para a investigação.

 

Horas antes, outra estátua de George Floyd, localizada em frente à câmara de Nova Jérsia, também apareceu coberta de tinta com a mesma inscrição, “Patriot Front”, segundo o portal de notícias NJ.com.

  ZAP // AFP

1 Comment

  1. No Video Vi violencia Policial ,mas nao Vi a Discriminaçao Racial ? Ou o Simples facto Do individuo SEr de Etnia Diferente Do Brutal agressor ,Faz com que seja um crime racista ?

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.