Estátua de “escrava sexual” provoca conflito entre Japão e Coreia do Sul

YONHAP / EPA

A estátua em memória das escravas sexuais do exército nipónico

A estátua em memória das escravas sexuais do exército nipónico

O Japão anunciou, esta sexta-feira, a retirada temporária do seu embaixador na Coreia do Sul para protestar contra a instalação de uma estátua em memória das escravas sexuais do exército nipónico à frente do seu consulado em Busan.

“O governo japonês considera essa situação extremamente lamentável“, disse o porta-voz do governo, Yoshihide Suga, numa conferência de imprensa.

Também anunciou outras medidas, incluindo a suspensão das discussões económicas de alto nível.

“O governo japonês vai continuar a instar veementemente o governo da Coreia do Sul, assim como as autarquias envolvidas, a retirarem rapidamente a estátua da rapariga”, disse Suga.

A estátua foi inicialmente removida depois de ter sido colocada por ativistas sul-coreanos na cidade portuária de Busan.

Mas as autoridades locais mudaram de ideias e autorizaram-na depois de a ministra da Defesa japonesa, Tomomi Inada, ter na semana passada visitado o santuário Yasukuni, em Tóquio, que a China e a Coreia do Sul condenam por homenagear os mortos da II Guerra Mundial e outros conflitos bélicos.

A questão das “mulheres de conforto” dificultou, durante décadas, as relações do Japão com os países que colonizou ou invadiu.

Estima-se que até 200 mil mulheres tenham sido forçadas a prestar serviços sexuais a tropas nipónicas, a maioria delas na China e na península coreana, entre os anos 30 do século passado e o final da II Guerra Mundial, que terminou em 1945.

O santuário Yasukuni, de 145 anos, lembra os cerca de 2,5 milhões de cidadãos que morreram na II Guerra Mundial e noutros conflitos bélicos.

É controverso porque, entre os homenageados, figuram criminosos de guerra como o general Hideki Tojo, que autorizou o ataque contra Pearl Harbor.

// Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

    • È engraçado? Não, é trágico! O ataque a Pearl Harbour foi uma iniciativa audaz de ataque, sem prévia declaração de guerra. Os bombardeamentos nucleares (controversos) a Hiroshima e Nagasaki foram para evitar perdas de vidas humanas ainda maiores e abreviar o fim da guerra, devido à resistência encarniçada do exército japonês no período final. Também se pode dizer que foram consequências posteriores do ataque inicial dos japoneses. O exército japonês cometeu incontáveis infracções ao que está previsto nas 1ª e 2ª Convenção de Genebra, no que toca ao tratamento a prisioneiros.
      Vai estudar, “Relvas”!

  1. “É controverso porque, entre os homenageados, figuram criminosos de guerra como o general Hideki Tojo, que autorizou o ataque contra Pearl Harbor.”. Não sei se ele terá cometido algum crime de guerra, mas o ataque a Pearl Harbor pode ser muita coisa (ataque cobarde, uma delas) mas crime de guerra, nunca! Crimes de guerra são, por exemplo, a violação de 200 mil mulheres por tropas nipónicas. É controverso, é…
    puf: tens toda a razão. Quem perde a guerra é o malvado e quem ganha, o herói. E EM TODOS OS LADOS se cometeram atrocidades!

    • Só uma correcção, elas não foram violadas, foram “forçadas a prestar serviços sexuais”
      Nunca tinha ouvido essa… deve ter sido inventada por um violador

      • Sr. Jorge Mendes…
        Para quem hoje em dia não sabe o que é um dicionário, deixo aqui uma minúscula parte da definição de violação.
        “[…] 7. Forçar alguém a ter relações sexuais. = ESTUPRAR, VIOLENTAR”

  2. E com tantos maus exemplos de guerras quer de um lado quer de outro a humanidade parece não aprender a lição pois novos cenários de guerra e atrocidades estão constantemente a aparecer na lista e a alimentar tudo isto uma vasta máquina de fabrico de armamentos espalhada por vários países com ar tão sentimental como se de trigo ou de milho estivessem a produzir para combater a fome mundial.

RESPONDER

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …