Estados Unidos restauram Ernestina, a escuna que transportou milhares de cabo-verdianos para o país

 

O estado de Massachusetts vai gastar cerca de 1.5 milhões de euros no restauro da escuna Ernestina, um barco que trouxe milhares de emigrantes cabo-verdianos para o país no século XX.

O deputado estadual António Cabral, de origens portuguesas, disse à agência Lusa que a comunidade está “absolutamente entusiasmada” com a notícia.

“Este navio representava a oportunidade de vir para o novo mundo. Servia como um paquete que transportava emigrantes e mercadorias entre Cabo Verde e New Bedford”, explicou António Cabral.

O representante diz que a Ernestina “foi uma oferta da república de Cabo Verde aos Estados Unidos para comemorar os laços históricos entre as duas nações” e que esse acto é agora honrado com a restauração do navio.

A embarcação vai tornar a navegar, passando a oferecer programas educacionais e outras oportunidades.

António Cabral acredita que o investimento vai iluminar a relação entre os Estados Unidos e os países lusófonos.

“A história deste navio, que começou como uma embarcação de pesca, demonstra na perfeição os laços culturais entre Cabo Verde e os EUA, bem como outros países de expressão portuguesa”, disse o deputado.

O navio nasceu a 1 de Fevereiro de 1894, com o nome “Effie M. Morrissey“, e funcionou durante anos como navio de pesca, sobretudo bacalhau.

Foi depois vendido três vezes, trabalhando no transporte de mercadorias. Durante a 2ª Guerra Mundial, foi requisitado pelo governo norte-americano para levantamento das costas da Gronelândia.

No final do conflito, foi vendido a dois irmãos de Nova Iorque, que tencionavam levá-lo para os mares do Sul, mas desistiram depois um incêndio no convés. O navio foi então vendido ao Capitão Henrique Mendes e à sua irmã, Louise Mendes.

Em 1948, a escuna foi batizada como Ernestina, em honra da filha do dono, e começou uma nova vida como paquete nas Ilhas de Cabo Verde.

Na primeira viagem, transportou 50 toneladas de comida e apenas um passageiro. Ao longo dos anos 50, transportou milhares de passageiros entre os dois países.

Depois de ser vendido uma última vez, Cabo Verde decidiu fazê-lo regressar aos EUA como presente. Chegou a Massachusetts, estado onde existe a maior comunidade cabo-verdiana, em 1982. Nos últimos anos, o seu estado deteriorou-se, o que motiva agora o novo restauro.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Coloridos e selados. Descobertos no Egito sarcófagos com mais de 2.500 anos

As autoridades egípcias anunciaram esta segunda-feira a descoberta de uma coleção de sarcófagos datados de há mais de 2.500 anos, na zona arqueológica de Sakkara, a sul da cidade do Cairo. Em comunicado, citado pela agência …

Nokia vai criar para a NASA a primeira rede móvel operacional na Lua

O grupo finlandês Nokia vai fabricar para a NASA aquela que será a primeira rede móvel móvel na Lua, como parte de um projeto de base humana permanente da agência espacial norte-americana, foi esta segunda-feira …

Sarkozy acusado de "associação criminosa". Investigação sobre ligações à Líbia continua

Nicolas Sarkozy, o antigo Presidente francês, está a ser acusado de "associação criminosa" como parte de uma investigação sobre o financiamento da sua campanha presidencial de 2007, particularmente acerca dos seus alegados vínculos com o …

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em três milénios

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em quase três milénios, aponta uma nova investigação da Universidade de Massachusetts em Amherst, nos Estados Unidos, e da Universidade de Quebec, no Canadá. As …

NASA apresenta rover "transformer" que vai explorar os penhascos íngremes de Marte

A NASA acaba de apresentar um rover de quatro rodas, denominado DuAxel, que se pode dividir em dois rovers de duas rodas separados. O robô foi projetado para, um dia, explorar alguns dos terrenos mais …

Veneno de vespa pode ter muito "potencial" na composição de antibióticos

Com o passar dos anos, a população começa a ficar mais resistente a certos medicamentos e estes deixam de fazer efeito. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu novas moléculas anti-microbianas a partir do veneno de …

"Ou és infetado ou morres de fome". Trabalhadores da Amazon nas Filipinas denunciam condições precárias

Trabalhadores contratados pela empresa de segurança Ring da Amazon que trabalham em call centers nas Filipinas denunciam condições de trabalho que dizem ser precárias, mostrando-se ainda mais preocupados com a situação por causa da pandemia …

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …

Apoio à retoma. Empresas com perdas de 25% podem reduzir horário até 33% já esta terça-feira

Empregadores com quebra de faturação igual ou superior a 25% vão poder reduzir até 33% o horário dos trabalhadores, entre outubro e dezembro, segundo a alteração ao regime de retoma progressiva de empresas em crise. O …

Chega quer tornar voto obrigatório e sanções para quem não cumprir

O deputado único do Chega entregou uma nova proposta no âmbito do projeto de revisão constitucional do partido para tornar o voto obrigatório para todos os cidadãos que o possam exercer e sanções para quem …