Estado de saúde de José Eduardo dos Santos gera incertezas e preocupação

Pedro Parente / Lusa

O Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos

O Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos

O estado de saúde do Presidente de Angola, José Eduardo dos Santos, de 74 anos, está a causar preocupação e até já surgiram rumores de que ele teria morrido.

Segundo diz o Maka Angola, citando “informações fidedignas”, presidente angolano José Eduardo dos Santros viajou “de emergência” para Barcelona, para receber tratamento médico, no dia 1 de Maio, na companhia da mulher, Ana Paula dos Santos, do ministro de Estado e chefe da Casa de Segurança, o general “Kopelipa”, e do chefe adjunto da Unidade de Segurança Presidencial (USP), Kubanza.

Na viagem seguiriam, de acordo com a publicação, o médico pessoal de José Eduardo dos Santos e mais quatro médicos da Clínica Multiperfil, onde terá passado “algumas horas”, antes de rumar a Barcelona, devido aos alegados problemas de saúde.

O Maka Angola refere que “correm rumores sobre o agravamento do estado de saúde do presidente” e que a situação “está a causar grande apreensão entre as figuras cimeiras do MPLA, o partido que governa Angola há quase 42 anos”. No Facebook, chegou a correr até a notícia de que José Eduardo dos Santos teria morrido em Barcelona.

Mas o Observador apurou que o Presidente angolano deverá regressar a Angola na próxima segunda-feira, depois de fazer um tratamento na Clínica Planas na cidade catalã, numa unidade de oncologia onde já terá estado internado antes.

A viagem de José Eduardo dos Santos a Barcelona foi anunciada pela Casa Civil da Presidência da República, no passado dia 2 de Maio, como uma “visita privada”, conforme diz o Ver Angola.

Estas dúvidas em torno do estado clínico do governante levaram até o ex-ministro português João Soares a falar do assunto no seu perfil do Facebook, onde nota que recebeu de Angola “mensagens sobre a gravíssima situação de saúde em que estaria, em Barcelona, José Eduardo dos Santos”.

O actual deputado do PS também refere que espera que “as notícias sobre a morte de José Eduardo dos Santos sejam falsas” e que o Presidente de Angola possa “restabelecer-se e assistir a uma transição pacífica, e democrática, de poder na sua terra”.

José Eduardo dos Santos anunciou que vai deixar a política em 2018, ano em que completará 76 anos de idade. Uma decisão que terá sido tomada, segundo o Maka Angola, “devido ao seu frágil estado de saúde”.

Já o empresário e membro do Comité Central do MPLA, Bento dos Santos Kangamba, critica o que chama de “notícias irresponsáveis”, conforme declarações divulgadas pelo  Angola24horas.com, e salienta a importância de “trabalhar para manter a estabilidade do país” e para preparar “com calma” as eleições presidenciais que vão determinar o sucessor de José Eduardo dos Santos.

Isabel dos Santos condena “falsas notícias” para criar “tumulto político em Angola”

A empresária Isabel dos Santos, filha do Presidente angolano, condenou entretanto esta sexta-feira, através da sua conta na rede social Instagram, a difusão de “falsas notícias” para “criar confusão e tumulto político em Angola”.

Segundo o jornal Público, a mensagem surge no final de uma semana marcada pela circulação de rumores nas redes sociais sobre um possível agravamento do estado de saúde do Presidente.

“Até que ponto chega o egoísmo, e ambição desmedida destas pessoas, até ao ponto de ignorar, que existem familiares e amigos… Oportunistas e criadores de falsas notícias”, lê-se na mensagem, que termina com hashtags alusivas aos dois referidos órgãos e ao jornalista e activista Rafael Marques.

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Coitadinho… estou mesmo preocupado com a saúde deste bandido…
    Já os 99% de angolanos que não tem acesso a cuidados de saúde e os 80% que nem bilhete de identidade tem) não são noticia!…

  2. Toda esta especulação se deve ao habitual sistema comunista de esconderem do povo tudo o que possa de alguma forma molestar membros do partido e para mais neste caso presidente do país, por isso mesmo não têm que ficar ofendidos com os oposicionistas mas compreenderem que o seu sistema ditatorial é que não está no caminho certo, qualquer das maneiras já deve haver um sucessor incumbido para lhe suceder ao trono.

    • hahaha e aprenderes um bocadinho antes de falar, para ja eles n vivem em nenhum comunismo, n digas besteiras, uma coisa é uma ditadura outra coisa é comunismo, lavas a boca com sabão antes de falares mal do comunismo pk se n fossem os comunistas neste momento ainda estarias a levantar o braço para o teu salazar ou o teu fhurer ptanto shiuuu caladinho

      • Com que então comunismo não é ditadura? Acrescenta-lhe ainda fascismo! O que se passa no governo de Angola é que eles para sobreviverem no seio das nações a que estavam habituados connosco e com a queda abrupta do império soviético de onde poucas hipóteses teriam de sobrevivência económica adoptaram um regime disfarçado de democrático mas de onde não são capazes de abdicar de alguns conceitos comunistas entre os quais o controlo de expressão e o açambarcamento do capital e por isso o país apesar de toda a sua riqueza não arranca para um verdadeiro desenvolvimento apesar de todos estes anos passados.

    • Nos regimes comunistas os cabecilhas só são atacados por uma doença. Essa doença é “segredo de Estado”. Agora também não se sabe qual a doença deste gajo, mas eu sei que é “segredo de estado”…! Comunas dum kabrão!!!

  3. Pois…37 anos no poder que ele defendia ser temporário a bem da consolidação de uma Democracia a iniciar-se e que nunca chegou a concretizar-se…enfim o poder corrompe e quem o exerce dificilmente o larga. É fácil considerar-se o exercício da Presidência um facto consumado para uma vida inteira, nos países onde a Direita ou o Comunismo se enraizaram agitando a bandeira de uma falsa Democracia inexistente. Claro nada é eterno desmentindo quem assim sempre se tentou iludir, aparecendo a doença e o passar do tempo é implacável nesse sentido… A medicina não tem o elixir da vida eterna e não há dinheiro nenhum que altere essa realidade. Tudo e todos podem ser subornados menos o passar dos anos… e a duração do organismo humano!

  4. Chega sempre o dia em que todos têm que pagar a sua fatura. Governar um país tão rico e ter milhares e milhares de pessoas a passar fome, sem condições humanas mínimas de sobrevivência, a morrer, enquanto este senhor está podre de rico bem como a sua família e os seus capangas, não é digo de respeito. Qual é a diferença entre meter as pessoas numa câmara de gás e deixar morrer pessoas a fome e doentes? Para mim todo aquele que rouba para enriquecer à custa dos outros não é digno de respeito. É digno de pena. Se existisse inferno, eu não me importava nada de colocar uns troncos de oliveira bem secos para o aquecer ainda mais. A este e a outros mais que por aí andam à custa do trabalho dos outros.

  5. E já vais tarde!!! Fazes tanta falta como a fome… E infelizmente é o que o teu povo passa, enquanto tu e os teus podres de ricos se passeiam por aí pelos cabeleireiros em milão ou pelas sapatarias de paris…. Portanto, quanto mais rápido melhor!!!

RESPONDER

André Ventura foi reeleito presidente do Chega com 97,3% (e deixou recados ao PSD)

André Ventura foi reeleito este sábado, com 97,3% dos votos nas eleições internas para a presidência do Chega. O presidente demissionário do Chega foi reeleito este sábado com 97,3% dos votos, percentagem que considerou legitimá-lo para …

Uma das maiores camas do céu. JetBlue revela a nova classe executiva do Airbus A321neo

Uma das maiores camas no céu deverá estrear dentro de alguns meses, quando a JetBlue começar a voar com os seus A321neo de Boston e Nova Iorque a Londres. No dia 26 de fevereiro, a norte-americana …

Putin diz que Internet pode destruir a sociedade se não for regida pela moral

 Internet pode destruir a sociedade a partir se não não for regida por valores e leis da moral, considerou Vladimir Putin. O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, advertiu que a Internet pode destruir a sociedade a …

China torna-se o primeiro país do mundo a ter mais de mil multimilionários

A China tornou-se o primeiro país do mundo a ultrapassar a marca dos mil multimilionários, tendo neste momento um total de 1058 pessoas que têm a sorte de poder fazer parte desse grupo restrito. De acordo …

Gil Vicente 0-2 Porto | Vida fácil para o “dragão” em Barcelos

O FC Porto venceu o Gil Vicente em Barcelos, por 2-0. Pepe e Corona saíram ao intervalo com problemas físicos. O Porto foi a Barcelos conquistar três pontos de forma tranquila, perante um Gil Vicente que …

Na Índia, o comércio ilegal de burros está a crescer. A sua carne é considerada afrodisíaca

Viagra? Não, a população do estado de Andhra Pradesh, na Índia, tem um novo método para aumentar o desejo sexual: carne de burro. Esta crença está a fazer com que o comércio ilegal de carne …

Com as fronteiras fechadas, companhia aérea australiana lança "voos mistério"

A companhia aérea australiana Qantas anunciou “voos mistério”, nos quais os passageiros não fazem ideia para onde vão, numa tentativa de atrair mais clientes. As fronteiras internacionais da Austrália estão atualmente fechadas e parece improvável que …

Açores e Madeira acusam DGS de não usar dados verdadeiros nos boletins

A Direção Regional da Saúde (DRS) da Madeira garantiu que os números reportados no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) esta sexta-feira não correspondem à realidade. A DRS dos Açores também assume a existência …

Resorts do Reino Unido criaram uma lista de "hóspedes indesejáveis" (com nomes irlandeses)

Uma rede de resorts da Grã-Bretanha tinha uma lista de "hóspedes indesejáveis" com apelidos irlandeses numa tentativa de impedir a entrada de membros da comunidade de viajantes irlandeses (Pavee). Esta notícia foi avançada por uma investigação …

Tensão entre China e Austrália pode beneficiar Portugal na exportação de vinho

Em novembro, a China impôs tarifas paralisantes sobre o vinho australiano. Portugal pode ser o beneficiado desta "guerra" alfandegária. O presidente da Associação Comercial Internacional para os Mercados Lusófonos (ACIML) disse, este sábado, à Lusa que …