Piscinas, viadutos, cemitérios. Estado gastou milhões em obras inúteis

O Estado português investiu milhões de euros em vários obras que hoje não têm qualquer tipo de uso. Muitas delas foram feitas com a ajuda de fundos comunitários.

São várias as obras feitas pelo Estado que estão atualmente sem utilização, quer pública quer privada. Em Carrazeda de Ansiães, a Câmara construiu um cemitério que na altura custou cerca de 1,3 milhões de euros. No entanto, acabou por nunca ser utilizado até hoje. O mesmo se verifica num viaduto construído, que tem mais de 30 anos e nunca foi utilizado por falta de acessos.

A notícia é avançada pelo Jornal de Notícias e dá vários exemplos de outras obras que custaram milhões de euros, mas que não estão a ter qualquer uso. Em declarações ao jornal, Ricardo Bento, investigador da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, explica que não houve “racionalidade territorial” na altura da construção destes equipamentos.

“O financiamento e a distribuição de verbas foram sempre feitos numa lógica distributiva igualitária”, disse Ricardo Bento. “Todos recebiam dinheiro para fazer, por exemplo, uma piscina ou um polidesportivo”, acrescentou. Vários municípios aproveitaram a oportunidade, mas acabaram por não dar o devido uso.

O presidente da Câmara de Carrazeda de Ansiães, João Gonçalves, diz que a autarquia priorizara atualmente outros tipos de investimento. No caso de Freixo de Espada à Cinta, onde as piscinas cobertas semiolímpicas estão fechadas, a autarca Maria do Céu Quintas conta que não tem interesse nenhum em mantê-las fechadas e que “é muito mais útil para as pessoas a ajuda que a Câmara dá do que ter as piscinas abertas”. O investimento foi de três milhões de euros.

Também em declarações ao JN, Fernando Freire de Sousa, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, explica que certo projetos, “por vicissitudes particulares, os respetivos objetivos não terão sido atingidos“. Contudo, salienta que estes são casos excecionais e que, no geral, o investimento do Estado em infraestruturas tem vários “casos de sucesso”.

ZAP //

PARTILHAR

14 COMENTÁRIOS

  1. Esse dinheiro esbanjado – deitado fora- ROUBADO podia ter sido usado p/ outras coisas q necessitamos tanto. Pois mas o que necessitamos não dá dinheiro p/ o bolsos dos politicos, empreiteiros, bancários etc

  2. ……e quantos milhões foram gastos acima do que foi inicialmente acordado??….em alguns casos dava para fazer outra obra…

  3. Meus caros amigos, até parece que Carrazeda de Ansiães é todo o mal de dinheiro mal gasto no país.Por ventura quem escreve estas notícias saberá que neste concelho se produz energia eléctrica em duas barragens hidroeléctricas ? Por acaso saberão que aqui se produz imenso vinho que é exportado e cujos impostos são pagos em Gaia? Estes senhores saberão que neste concelho se produzem grandes quantidades de mação ? Saberão que aqui estão instaladas pedreiras de grande capacidade para extracção de quartzo? E estão preocupados com o cemitério de “socupira” construído e abandonado com responsabilidades de quem?
    É o país que temos, as despesas mal geridas gastas pelo estado e financiadas pela União Europeia resume-se a Carrazeda de Ansiães. Finalmente Carrazeda de Ansiães está no mapa, é a responsável por todo o dinheiro mal gasto no país…….tenham vergonha na cara. Talvez o investigador da UTAD pudesse explicar melhor o que fizeram ao dinheiro pago pelos bolseiros brasileiros que vieram para Portugal fazer mestrados na UTAD. Já agora também podiam alargar a investigação á formação que é feita por todo o país onde se esbanjam milhões sem qualquer resultado prático. Tenham juízo e sejam honestos nos trabalhos que fazem, chega de tanta pouca vergonha.

  4. E estádios, autoestradas que não servem ninguém, carros de mais de 100 mil euros comprados pelos nossos autarcas, kamov’s que não funcionam e não têm peças comprados pelo nosso primeiro-ministro, glock para canhotos, pandur a enferrujar,…
    A lista poderia continuar. É o país do regabofe. E o povo que pague a festa .

  5. No caso do cemitério de Carrazeda de Ansiães, a culpa é dos velhotes que se recusam a morrer….
    Mas acho que a malta se conseguisse recriar acamioneta fantasma da I.ª República, facilmente dava uso ao cemitério. Candidatos não faltam….

  6. Foi como os estádios do futebol.
    Ainda há uns dias a final da Liga das Nações porque foi jogada no FeCePe
    Porque não foram utilizados os estádios “novos”?

  7. Inúteis ? Tenho a certeza que para alguns dos q as fizeram, e para alguns dos q as mandaram fazer, foram mesmo muito úteis.

  8. E eles ainda querem mais autonomia e mais dinheiro. Para esbanjarem à vontade. É as derrapagens nos orçamentos?? O orçamento da ponte Salazar derrapou menos de 1%.

    • “O orçamento da ponte Salazar derrapou menos de 1%.”
      Quem disse?!
      Foi o Tribunal de Contas o alguém “independente”?
      Não? Pois… foi apenas propaganda do regime (assim como aquela propaganda de que a ponte ficou pronta antes do tempo)!…
      .
      De qualquer modo, concordo com a primeira frase!

  9. E para mal de todos a festa continua pois este ano como é ano de eleições é ver obras que algumas delas irão ficar aos ratos!

RESPONDER

Netflix retira imagens de suicídio de "13 Reasons Why"

A Netflix modificou o episódio da série "13 Reasons Why" onde apareciam imagens do suicídio da protagonista Hannah Baker (Katherine Langford), passando agora essa parte da ação a ocorrer de forma totalmente oculta para os …

Belinda Sharpe é a primeira árbitra do râguebi australiano em 111 anos

Belinda Sharpe vai tornar-se na primeira árbitra de campo na história de 111 anos da liga profissional de râguebi na Austrália, quando dirigir um jogo do campeonato agendado para quinta-feira. A Liga Nacional de Râguebi (NRL) …

Os chimpanzés não têm noção de justiça e aceitam desigualdades

Os chimpanzés carecem da noção de justiça e aceitam a desigualdade na repartição de comida ou materiais, segundo a investigadora Nereida Bueno. A cientista, da Universidade Pontificia de Camillas, que participou num estudo publicado esta semana …

Descartar drogas pelo esgoto pode criar "meta-caimões" nos Estados Unidos

O Departamento da Polícia de Loretto, no estado norte-americano do Tennessee, alertou este sábado para os perigos associados à eliminação de narcóticos através das canalizações das casas de banho. Numa publicação na página oficial de Facebook, …

Descoberta nova via terapêutica para tratar o Alzheimer

Um grupo de cientistas descobriu uma nova via terapêutica para tratamento do Alzheimer, que segundo os investigadores cria “alguma esperança” para travar o desenvolvimento da doença em estágios mais iniciais. O projeto, cujas conclusões foram publicadas …

Exército de carraças está a dizimar vacas (e pode chegar aos humanos)

Uma espécie invasiva de carraças já dizimou um quinto da população de vacas na Carolina do Norte. Os cientistas temem que o próximo alvo podem ser os humanos. A espécie de carraça Haemaphysalis longicornis tem feito …

Ucrânia aprova castração química para pedófilos

Na Ucrânia, será administrada uma injeção que reduz o libido aos pedófilos. A legislação vai aplicar-se a homens com idades entre os 18 e os 65 anos que forem considerados culpados de violação ou abuso …

Em vez de desaparecer, ilhas do Pacífico poderão mudar de forma

Países insulares como Tuvalu, Toquelau e Kiribati passam o nível do mar em poucos metros. Estes são Estados considerados vulneráveis ao aquecimento climático do planeta e as populações acreditam que podem desaparecer com a subida …

Morreu o pugilista Pernell Whitaker. O campeão olímpico foi vítima de atropelamento

O pugilista norte-americano Pernell Whitaker morreu atropelado este domingo em Virginia Beach, aos 55 anos. O atleta foi atingido mortalmente quando atravessava a estrada num cruzamento, durante a noite. Num comunicado enviado ao Guardian, o Departamento …

Eis a primeira aterragem autónoma de um avião tripulado

Uma equipa de cientistas alemã criou um sistema que permite à aeronave aterrar autonomamente em qualquer pista, sem nenhum tipo de apoio humano. Enquanto a indústria automóvel tem andado léguas no que toca a inovação em …