Estado Islâmico reivindica ataque na London Bridge

Twitter

O grupo extremista autoproclamado Estado Islâmico disse que o ataque na London Bridge, que provocou esta sexta-feira dois mortos e três feridos, foi levado a cabo por um dos seus elementos.

A informação foi divulgada este sábado pela agência de propaganda Amaq, com ligações à organização jihadista.

“O autor do ataque perpetrado ontem [sexta-feira] em Londres é um combatente do Estado Islâmico”, indicou a SITE, uma consultora especializada em terrorismo jihadista, que reproduziu uma mensagem da Amaq, cujas contas nas redes sociais foram na sua maioria bloqueadas pelas autoridades nos últimos dias.

Segundo o comunicado, o ataque foi efetuado “em resposta aos apelos para atacar cidadãos da coligação” internacional liderada pelos Estados Unidos, que combate o grupo jihadista e que em outubro matou o seu líder e fundador, Abu Bakr al Bagdadi.

Na sexta-feira, um homem esfaqueou várias pessoas na London Bridge, em Londres, Reino Unido. O autor do atentado, que foi abatido a tiro pela polícia no local, foi identificado como Usman Khan, um homem de nacionalidade britânica com 28 anos que terá alegadamente agido sozinho.

Ao início da tarde de ontem, Neil Basu, chefe da unidade antiterrorista britânica, tinha avançado que o incidente estava a ser tratado como um ato “terrorista“.

O atacante envergava um colete com explosivos falsos, estava referenciado pela polícia e tinha sido condenado em 2012 por crimes de terrorismo. Encontrava-se em liberdade condicional após ter cumprido metade de uma pena de 16 anos por planear atentados jihadistas na capital britânica.

O ataque de sexta-feira não teve início, como foi referido inicialmente, na Ponte de Londres, mas sim num edifício nas imediações onde decorria uma conferência sobre reabilitação de reclusos organizada pela Universidade de Cambridge, segundo precisou a polícia metropolitana local. Usman Khan era um dos participantes da conferência.

A par das duas vítimas mortais (um homem e uma mulher), outras três pessoas ficaram feridas no ataque.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, visitou este sábado o local do ataque e a Ponte de Londres, comprometendo-se a rever o regime da liberdade condicional no Reino Unido. “Quando as pessoas são condenadas a um certo número de anos de prisão, elas devem cumprir cada ano da sentença”, afirmou.

“Não faz nenhum sentido para a nossa sociedade libertar antecipadamente pessoas que foram condenadas por crimes terroristas, por crimes violentos”, disse Johnson, reforçando: “Digo há muito tempo que este sistema simplesmente não funciona“.

O líder dos conservadores britânicos, que suspendeu a sua campanha eleitoral após o ataque – que ocorreu a menos de duas semanas das legislativas antecipadas britânicas de 12 de dezembro -, também defendeu penas mais pesadas para os crimes violentos.

Boris Johnson assegurou ainda que os casos de outros condenados por terrorismo que também foram libertados antecipadamente estão a ser revistos, prometendo: “Um grande trabalho está a ser feito para garantir que o público esteja protegido“.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pensões entre 877 e 2600 euros têm aumento mínimo de 6,14 euros

Os pensionistas que ganham entre 877,6 e os 2558 euros brutos por mês vão ter aumentos acima dos 0,24% que inicialmente se calculou com base na taxa de inflação (sem habitação) apurada até novembro do …

PCP quer travar "ameaça de despejos" no final deste ano

O PCP entregou uma proposta de alteração ao Orçamento do estado para 2020 para manter congeladas as rendas antigas, quando os locatários tenham um rendimento inferior a cinco salários mínimos nacionais. O PCP quer manter congeladas …

CDS/Congresso: Carlos Meira disponível para acordo que vença João Almeida

Carlos Meira, candidato à liderança do CDS-PP, admite estar disponível para se unir a Filipe Lobo d'Ávila e Francisco Rodrigues dos Santos para vencer João Almeida e lutar "contra o sistema". Carlos Meira, militante de Viana …

Manuais gratuitos também no privado e no cooperativo. Iniciativa Liberal quer igualdade na Educação

O Iniciativa Liberal (IL) propôs uma alteração ao Orçamento do Estado para 2020 (OE2020) na área da educação, que passa por fornecer manuais escolares gratuitos a todos os alunos da escolaridade obrigatória, quer frequentem o ensino …

Bezos lembra que Governo saudita assassinou um jornalista. ONU pede investigação a pirataria

Dois peritos das Nações Unidas dizem que Mohammed Bin Salman acedeu a informações pessoais de Jeff Bezos para tentar influenciar cobertura do The Washington Post sobre a Arábia Saudita. Depois de uma investigação do The Guardian …

MAI abre inquérito à "atuação policial" no caso da mulher alegadamente agredida por agente da PSP

O Ministério da Administração Interna (MAI) já abriu um inquérito à "atuação policial" no caso da mulher alegadamente agredida por um agente da PSP, na Amadora, de maneira a apurar responsabilidades. "O Ministro da Administração Interna …

Ronaldo volta a marcar e Sarri só tem de agradecer a Dolores por criar um espécime assim

Cristiano Ronaldo leva quatro jogos consecutivos a marcar e mais de 30 golos esta temporada, entre clube e seleção. Sarri disse que o mérito é de Dolores, "por criar uma espécime assim". A Juventus derrotou, esta …

Ana Gomes apontada à Presidência. "Costa jamais permitirá"

O antigo eurodeputado socialista Francisco Assis lançou o nome da também antiga eurodeputada do PS Ana Gomes como possível candidata à Presidência da República, manifestando desde logo o seu apoio a uma eventual candidatura. "Acho …

Silas deve deixar o Sporting no fim da época (ou até antes)

O Jogo escreve que Silas deverá deixar o Sporting no fim desta temporada, havendo também a possibilidade de sair antes do fim do mês de maio. O desportivo, que avança a notícia esta quinta-feira, adianta …

Taxa para descolagens e aterragens no Montijo reduz fatura da ANA em oito milhões

Uma das decisões da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) que fazem parte da aprovação da construção do novo aeroporto do Montijo é a criação de uma taxa de 4,5 euros a aplicar a cada movimento …