Esta imagem está a preto e branco, mas vemo-la a cores (e já sabemos porquê)

Há uma nova ilusão de ótica que engana o cérebro e faz com que vejamos uma imagem a cores. Mas, se olharmos com atenção, percebemos que a imagem está a preto e branco.

Criada pelo artista de media digital e programador de software Øyvind Kolås como uma expeirência visual, a técnica, que Kolas chama de “ilusão de grade de assimilação de cores”, obtém o seu efeito simplesmente colocando uma grade de linhas seletivamente coloridas sobre uma imagem original em preto e branco.

“Uma grade colorida saturada sobreposta numa imagem em tons de cinzento faz com que as células em escala de cinza sejam percebidas como coloridas“, explica Kolås na sua página Patreon.

De acordo com o cientista da visão Bart Anderson, da Universidade de Sydney, o efeito que estamos a ver nesta ilusão não é particularmente surpreendente. “O sistema de cores é o que os cientistas chamam de ‘passa baixa’, ou seja, muitos dos campos recetivos que codificam a cor são muito grandes“, disse Anderson ao ScienceAlert. “Assim, as grades obtêm uma média com o fundo acromático, que é atribuído àquela parte da imagem.”

Noutras palavras, o nosso cérebro comprime a informação visual quando olhamos para as coisas, dando-nos uma impressão geral do que lá está se não tivermos tempo para examinar os objetos em detalhe.

A ilusão não é criada apenas usando grades coloridas. Enquanto Kolås acha que as grades oferecem o melhor efeito, também usou outras formas para conseguir o truque visual, usando alternativas como pontos e linhas.

“Os pontos dão uma boa analogia ao meio-tom usado na impressão, onde a assimilação de cores ajuda na mistura ótica de cores que já acontece antes do nosso sistema visual se envolver”, explica Kolås.

Esta ilusão não funciona apenas em imagens estáticas. Num vídeo, Kolås mostra como até o movimento completo com a superposição de grade é capaz de induzir o cérebro a pensar que está a ver uma imagem colorida.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. treta : o que fizeram foi colocar umas linhas ou grelhas a cor sobre a imagem, claro que vemos as cores que eles lá colocaram.

  2. A maior ilusão que está aqui, parece-me que é a notícia!
    A imagem original até podia estar a preto e branco, mas a que está aí, mesmo ignorando linhas/pontos com as cores, não está a preto e branco, mas sim, com uma cor aproximada à dessas linhas/pontos.
    Experimentem a colocar essa imagem num editor de imagem para confirmar isto mesmo!
    Experimentei a colocar a imagem a preto e branco e colocar umas riscas com cores, e o cérebro não se deixou enganar, pois consegui perceber exatamente o que estava a preto e branco.
    O que me parece é que tenha sido colocadas as linhas/pontos com as cores, e depois por software, tenha sido feito uma aproximação do preto e branco para as cores dessas linha/pontos, e depois o cérebro faz o resto.

  3. Eu diria que a imagem está a cores porque vemos as cores. É irrelevante a forma como as cores são criadas ou simuladas – o que conta é o resultado final.

Jornalistas insultados e ameaçados em jantar-comício de Ventura (sem distanciamento)

Jornalistas foram vaiados, insultados e até ameaçados num jantar-comício do Chega, este domingo. O evento não cumpriu o distanciamento social, reunindo 170 pessoas num sala com 450 metros quadrados. No domingo, no Campo de São Mamede, …

Athletic Bilbao vence Barcelona e conquista Supertaça. Messi expulso após agressão

O Athletic Bilbao ergueu a sua terceira Supertaça de futebol de Espanha, ao vencer 3-2 no prolongamento o FC Barcelona, após 2-2 no final do tempo regulamentar, na final disputada no Estádio Olímpico de Sevilha. Depois …

Regionalização, um "poema de um calceteiro" e (mais) críticas a Marcelo. O último debate presidencial

Os candidatos presidenciais juntaram-se em mais um debate conjunto antes das eleições. Falou-se da ausência de Ventura, regionalização, justiça e até jardinagem. O primeiro tema a marcar o debate das rádios foram as medidas de confinamento …

Em plena pandemia, houve cinco setores que conseguiram faturar mais do que em 2019

Apesar de a pandemia ter levado muitos setores da economia para os piores resultados de sempre, nem todos perderam faturação durante os meses de março a novembro da crise sanitária, algum conseguiram mesmo aumentar. Neste sentido, …

Pesadelo de Özil no Arsenal chega ao fim com transferência para o Fenerbahçe

O futebolista alemão Mesut Özil, dos ingleses do Arsenal, confirmou que vai assinar pelos turcos do Fenerbahçe, depois de vários meses sem jogar pelos 'gunners'. "Estou muito feliz e muito animado, por Deus me ter dado …

Palácio mais antigo da China é descoberto perto de antiga capital. Tem mais de 5000 anos

Um Palácio descoberto no sítio arqueológico de Shuanghuaishu, nos arredores da cidade de Zhengzhou, uma das oito capitais antigas da China, foi construído por volta de 3300 a.C., ou seja, tem atualmente cerca de 5.300 …

"Há exceções a mais". Marques Mendes defende que Governo deve reavaliar medidas de confinamento

No seu habitual espaço de comentário na SIC, no domingo à noite, Luís Marques Mendes falou sobre as novas medidas de confinanento e das eleições presidenciais. Depois de uma semana a bater recordes em números de …

O cenário "é de guerra" e o medo é de a perder. Temido admite que "estamos muito próximos do limite"

Após uma visita ao Hospital Garcia de Orta, que alertava no sábado para um "cenário de pré-catástrofe", Marta Temido admitiu que o Serviço Nacional de Saúde, os operadores sociais e privados estão em "extremo sobreesforço". Marta …

Discutir sobre temas controversos requer mais atividade cerebral do que concordar

Uma nova investigação da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, confirmou aquilo que o senso comum já vaticinava: discutir sobre temas controversos requer muito mais atividade cerebral do que simplesmente concordar. De acordo com a nova …

Estado de emergência vai manter-se até março. Marcelo admite confinar mais o país

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esteve este domingo no Hospital Santa Maria, em Lisboa, onde admitiu confinar mais o país devido à pressão nos hospitais. Em declarações aos jornalistas, Marcelo Rebelo de Sousa, …