Bernardo Silva arrasa Vieira (e Jesus e Rui Costa atiram-se ao jogador)

(dr) Manchester City

Bernardo Silva

Na antecâmara das eleições para a presidência do Benfica, Bernardo Silva, ex-futebolista encarnado, apela a uma “mudança” e deixa duras críticas à presidência de Luís Filipe Vieira. Por outro lado, Rui Costa, que integra a lista do ainda presidente encarnado, defende a “continuidade”.

É através das redes sociais que o internacional português Bernardo Silva, ex-jogador do Benfica e adepto confesso do clube, critica duramente o presidente do clube, Luís Filipe Vieira, salientando que o emblema “merece e precisa de uma mudança”.

“O Benfica é dos sócios. O Benfica é dos adeptos e simpatizantes. O Benfica é de todos nós. Nunca será de um jogador, dirigente ou presidente, por muito que ganhe pelo clube, ou por muito que ganhe através do clube“, começa por apontar Bernardo Silva numa “mensagem aos benfiquistas” no Twitter.

“Gosto e vivo demasiado o meu clube para deixar de dar a conhecer aquilo que penso”, diz ainda num longo texto, onde também enaltece “a recuperação financeira e desportiva dos últimos anos” depois do “Benfica destruído” de Vale e Azevedo, agradecendo a “Manuel Vilarinho por ter salvo o clube e a Luís Filipe Vieira por ter reconstruído o Benfica” e “de maneira notável”.

Mas o “contentamento” com esse legado não pode levar ao que define como o actual “relaxamento” e “falta de ambição e exigência”, diz o ex-Benfica.

“Os benfiquistas não mereciam ter perdido a oportunidade de ser pentacampeões por um claro relaxamento e falta de investimento num ano tão importante”, acrescenta, notando que também “não merecem um Benfica sem capacidade para competir na Europa“.

https://twitter.com/BernardoCSilva/status/1320738634149089282

Além disso, Bernardo Silva refere também que não merecem que “os melhores produtos da formação saiam do Benfica sem que antes tenham dado algum proveito desportivo”.

“Não merecem ter o clube associado a centenas de processos judiciais e de corrupção“, nem “os esquemas, as mentiras, tentativas de aprovação de OPAs ilegais“, o que seria “uma vergonha, um claro assalto aos cofres do clube para benefício de singulares”, aponta ainda.

Bernardo Silva lamenta igualmente a falta de debate entre candidatos no canal do clube e salienta que os adeptos “não merecem a falta de transparência, a falta de respeito pelos sócios”, nem as “agressões e insultos em Assembleias Gerais” ou as “constantes tentativas de silenciar, impedir e rebaixar sócios e adeptos com opiniões e ideias que não correspondem às da actual direcção”.

Perante isto, Bernardo Silva conclui que “o Benfica merece e precisa de uma mudança” para “melhor” no sentido de fazer o clube regressar a um “patamar internacional”, com “mais ambição, seriedade, transparência e competência“.

Bernardo Silva, que foi transferido com apenas 20 anos para o Mónaco, por 15 milhões de euros, já tinha lançado críticas à direcção de Luís Filipe Vieira, embora não de forma tão contundente.

Jorge Jesus acusa Bernardo Silva de “ingratidão”

Em reacção às declarações de Bernardo Silva, o treinador Jorge Jesus veio acusar o atleta de “ingratidão”.

“Ele durante muitos anos meteu-se comigo como jogador e treinador. Comigo, tudo bem, agora com o presidente do clube que o ajudou a crescer. É uma ingratidão muito grande e o pior defeito que uma pessoa pode ter é ser ingrato”, destaca Jorge Jesus citado pela Rádio Renascença.

Jesus ainda conta que quando Bernardo Silva foi promovido à equipa principal do Benfica quando ele era treinador, lhe perguntou logo se ia jogar no onze titular e que quando percebeu que não tinha hipóteses, perante a concorrência de Sálvio e Nicolas Gáitan, lhe pediu para sair.

“Peço que o míster me deixe sair, pois tenho um contrato onde posso ganhar 20 vezes mais no Mónaco e preciso ajudar a minha família”, terá pedido Bernardo Silva a Jorge Jesus, segundo revela o próprio.

Rui Costa: “Não permito que me considerem um banana”

Entretanto, Rui Costa, actual dirigente do Benfica e candidato a vice-presidente do clube na lista de recandidatura de Vieira, reage às críticas de Bernardo Silva com algumas farpas ao jogador.

O antigo futebolista critica Bernardo Silva, em entrevista ao Tribuna Expresso, por dizer de “uma forma tão leviana que o Benfica tem de ser campeão europeu”, lembrando que ele “está numa equipa [o Manchester City] que investiu 14 vezes mais do que o Benfica e ainda não conseguiu chegar a um título europeu, nem a uma final”.

“O Benfica ganhou nesta década como já não ganhava há muitas. Criou um projecto, uma estrutura, que permite ao clube enfrentar o futuro com um optimismo tremendo, quer financeiramente, quer desportivamente”, diz ainda Rui Costa, salientando que o clube foi tetracampeão, o que “nunca tinha conseguido na história”.

Quanto à manutenção dos jogadores da formação, Rui Costa relembra as limitações financeiras dos clubes portugueses em geral perante os gigantes europeus.

“Quando os jogadores recebem uma proposta do estrangeiro, batem-nos à porta para que os deixemos ir embora”, afirma, salientando que “um clube português não consegue pagar um ordenado anual de 6 milhões de euros net [líquidos] a ninguém”.

Rui Costa fala concretamente do caso do Rúben Dias que teve “mercado internacional todos os anos” e que “chegou ao patamar de dizer, este ano, que este projecto [do Manchester City] era o que lhe interessava mais”.

Sobre as críticas que lhe têm sido feitas directamente, nomeadamente de estar a ser “usado” por Luís Filipe Vieira, Rui Costa diz que “só há duas pessoas que [o] usam na vida” e que são os seus “filhos”.

“Não nasci rico, nasci numa cave na Damaia, lutei toda a minha vida para ser jogador de futebol no Benfica, cheguei a jogador do Benfica, fui para o estrangeiro, estive 12 anos no campeonato mais importante da altura, fui campeão europeu, fui 94 vezes internacional português, fui capitão em todas as minhas equipas, passei a director desportivo do Benfica, passei a administrador, fui convidado para ser o número dois da direcção de Luís Filipe Vieira e isto não se faz a ser usado por ninguém. Isto não se conquista a ser banana para ninguém”, aponta.

“Não permito que me considerem um banana. Não se chega a fazer tudo aquilo que fiz na vida só porque sim”, reforça o antigo jogador.

Rui Costa refere ainda que participou “activamente em 19 títulos do clube” nos 12 anos que leva como dirigente. Mas “os protagonistas são os jogadores e os treinadores”, “não são os dirigentes”, constata.

“O facto de estar nos bastidores, sendo dirigente, não significa que não tenha um papel importante todos os dias”, sublinha também.

Quanto ao que faz na Luz, Rui Costa nota que o seu trabalho “passa por estar perto dos treinadores, estar perto dos jogadores, fazer a ponte entre a SAD e a equipa de futebol, como administrador para o futebol, presente diariamente com a equipa de futebol, presente em cada jogo da equipa, presente em cada estágio da equipa e presente no mercado”.

“Tenho uma equipa de scouts em que sou eu que faço a gestão do departamento”, diz ainda. “Em termos de prospecção, metemos à disposição dos treinadores e da administração um leque anual de jogadores que possam vir a servir os interesses do clube”, acrescenta, notando que é “um trabalho de bastidores” que não tem de “andar a noticiar diariamente”.

Rui Costa também defende a “continuidade” de Luís Filipe Vieira na presidência. “Acredito plenamente na estratégia do presidente para o clube ser cada vez melhor e maior”, refere.

Confio plenamente nesta direcção e neste projecto, e considero que o Benfica tem de ter esta continuidade”, acrescenta, assumindo que se daqui a uns anos se sentir “pronto e apto para o cargo” de presidente do Benfica, pode “avançar”.

SV, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Rui foste … não és mais. Tiveste mérito sim, mas não deixes de o ter…
    Em parte o BS tem razão. O LFV devia de sair do clube, só o esta a prejudicar neste momento. Mas é claro que se ele sair tudo e todos lhe vão cair em cima. Já não terá a Protecção da instituição Benfica. O mesmo se passou c/ o PC.
    Dizem mal dos outros mas são todos iguais.

RESPONDER

Parque de esculturas subaquático vai ser inaugurado em Miami

Miami vai servir de casa para um novo parque de esculturas subaquático como nunca viu. O ReefLine é projetado para servir como um recife artificial e vai estar disponível a receber visitantes em dezembro de …

Da "política do filho único" a incentivos à natalidade: como a China tem mudado a sua estratégia populacional

A China está a planear incluir novas medidas para estimular a taxa de natalidade do país e lidar com o rápido envelhecimento da população. A estratégia passa pelo “plano de cinco anos” que deverá estar …

Vacinação será “grande prioridade” de presidência portuguesa da UE

O primeiro-ministro português, António Costa, referiu hoje que a vacinação contra a covid-19 deverá ser uma das “grandes prioridades” da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia (UE), após um encontro com o presidente do …

No Cambodja, os aldeões usam "espantalhos mágicos" para afastar a covid-19

Os aldeões do Cambodja têm evitado a pandemia de covid-19 sem máscaras nem distanciamento social, mas sim com "espantalhos mágicos" que espantam o vírus mortal. Os dois espantalhos de Ek Chan, um aldeão de 64 anos, …

O Arecibo desabou. É o fim de uma era à procura de vida extraterrestre

O Observatório de Arecibo, em Porto Rico, morreu. Três semanas depois de um dos principais cabos de sustentação da sua cúpula ter desabado, danificado irremediavelmente o radiotelescópio, o icónico caçador de vida extraterrestre antecipou-se à …

O maior elevador panorâmico do mundo tem vista para os cenários de Avatar

Com o recente lançamento de fotografias subaquáticas dos bastidores do Avatar 2 e a notícia de que Avatar 3 está quase a terminar as filmagens, não há melhor momento para revisitar o parque nacional que …

Pandemia tirou comida da mesa, mas deu asas a startup que transforma plástico do mar em máscaras

A startup portuguesa Skizo transformou a pandemia numa oportunidade de crescimento. Quando faltava comida nalgumas mesas, a empresa de produção de sapatilhas e bolsas passou a fazer máscaras a partir de plástico retirado dos oceanos …

Na Irlanda, o Pai Natal é considerado um "trabalhador essencial"

A Irlanda fez esta semana um anúncio especialmente dedicado às crianças, afirmando que o Pai Natal é considerado um trabalhador essencial no país e, por isso, não terá as suas deslocações restringidas no período natalício. …

Mais 2400 novos casos. Portugal ultrapassa os 300 mil desde o início da pandemia

Portugal ultrapassou hoje a barreira dos 300 mil casos de covid-19 desde o início da pandemia no país, em março, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Portugal registou mais 2.401 novos casos, tendo passado a contabilizar …

Medidas para o Natal conhecidas no sábado. Passagem de ano com todas as restrições

O primeiro-ministro, António Costa, adiantou hoje que no sábado anunciará as medidas para o Natal “com as melhores condições possíveis”, mas avisou desde já que “a passagem do ano vai ter todas as restrições”. “O Governo …