Espiões britânicos podem intercetar legalmente buscas Google e redes sociais

Anthony Ward / YouTube

Os espiões de Banksy na cabine telefónica junto à sede dos serviços secretos ingleses, GCHQ

Espiões de Banksy na cabine telefónica junto à sede dos serviços secretos ingleses, GCHQ

O governo do Reino Unido considerou esta terça-feira que interceptar as pesquisas no Google e o uso das redes sociais é uma prática legal para os serviços de informações, segundo um documento divulgado pelos meios britânicos.

Elaborado pelo diretor do Serviço para a Segurança e o Contra Terrorismo, Charles Farr, o texto detalha a doutrina a seguir pelos serviços de informações britânicos para rastrear a internet.

O executivo de David Cameron entende que não é precisa uma ordem judicial para vigiar o uso de motores de busca, como o Google, e redes sociais, como Facebook e Twitter.

“Uma busca no Google feita por um indivíduo no Reino Unido implica uma comunicação a partir do computador de quem a faz com o servidor do Google, que é recebida fora das ilhas britânicas”, argumentou Farr.

“A outra comunicação, a partir do Google para esse computador, é enviada de fora das ilhas britânicas”, pelo que se trata de “comunicações externas”, concluiu o responsável pela agência, que depende do Ministério do Interior do Reino Unido.

O documento foi divulgado pela imprensa britânica depois de ter sido revelado pela organização não-governamental Privacy International, que, juntamente com outras ONG, como a Privacy e a Amnistia Internacional, mantém um processo aberto na IPT, a instância que recebe as queixas sobre as práticas dos serviços de informações.

As reclamações sobre a espionagem na rede pelo governo britânico radicam nas revelações do ex-espião da Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em Inglês) norte-americana Edward Snowden.

No verão passado, este antigo agente de informações revelou a dimensão dos programas dos EUA e do Reino Unido para aceder a correios eletrónicos e comunicações de milhões de pessoas.

Perante a polémica que as revelações provocaram no Reino Unido, o GCHQ, centro de escutas britânico,  garantiu em comunicado que as suas práticas “se desenvolviam de acordo com um estrito quadro legal e normativo, que assegura que todas as ações estão autorizadas e são necessárias e proporcionais”.

O vice-diretor da Privacy International, Eric King, disse na terça-feira que a doutrina dos serviços de informações divulgada no documento de Farr “vai contra os direitos humanos fundamentais e inalienáveis” e que os britânicos “não vão aceitar essas magras desculpas perante a perda das suas liberdades civis”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Varandas move mundos e fundos por João Mário, que ganha dobro do teto salarial

Frederico Varandas está disposto a investir na contratação em definitivo de João Mário. O médio do Inter ganha quase o dobro do teto salarial em Alvalade. "João Mário é para ficar", lê-se esta quarta-feira na capa …

Moedas é a cara de uma megacoligação em Lisboa. PSD tenta fechar Santana em Sintra

Aliança, RIR, MPT e PPM também estão fechados. Carlos Moedas vai encabeçar a candidatura PSD/CDS à Câmara Municipal de Lisboa, uma megacoligação de centro-direita. O Público avança que a participação do Aliança, do Reagir, Incluir e …

Neandertais tinham a capacidade de falar e perceber a linguagem humana

Um novo estudo mostra que os nossos parentes Neandertais tinham a capacidade de ouvir e produzir os sons da fala dos humanos modernos. Nos últimos anos, várias evidências científicas provaram que os Neandertais eram muitos …

Maria José Valério morre vítima de covid-19 ao 87 anos

A cançonetista Maria José Valério, que deu voz à "Marcha do Sporting", morreu esta quarta-feira em Lisboa, aos 87 anos, vítima de covid-19, disse fonte da Casa do Artista. A intérprete de "Menina dos Telefones" (1961) …

Mais impostos e incentivos. Governo avança com reforma fiscal verde (e tem o apoio de Bruxelas)

O Governo está a trabalhar com a Comissão Europeia para aprofundar a primeira vaga reformista, lançada pelo anterior Governo PSD-CDS em 2015, para avançar com uma nova reforma fiscal verde. O Diário de Notícias avança esta …

Costa dá guião a deputados do PS sobre bazuca e promete plano nacional

António Costa reuniu-se com deputados do PS para elucidar sobre a aplicação da bazuca europeia. O primeiro-ministro prometeu um plano nacional para os setores mais afetados. Com as eleições autárquicas à porta e 16 mil milhões …

"Mini cérebros" criados em laboratório sugerem mutação que revolucionou a mente humana

A mudança de uma única letra no nosso código genético pode ter desencadeado um novo nível de função cerebral em humanos modernos, sugere um novo estudo. Como é que nós, humanos, nos tornamos o que somos …

6% da população já recebeu uma dose da vacina. 3% tem a vacinação completa

Portugal já vacinou 603.486 pessoas com a primeira dose da vacina contra a covid-19, com 168.798 a serem vacinadas na última semana, das quais 265.281 pessoas já têm a vacinação completa, informou o Ministério da …

Costa avisa: "A ideia de que as tragédias não se repetem é uma ideia falsa"

O primeiro-ministro fez, esta terça-feira, um veemente apelo à manutenção da disciplina individual para a contenção da covid-19, dizendo que Portugal não pode esquecer o que aconteceu no mês de janeiro. "Apelo ao sentido cívico de …

Marta Temido admite professores e funcionários prioritários na vacinação

A ministra da Saúde, Marta Temido, admitiu esta terça-feira que "está a ser analisada" a possibilidade de vacinar os professores e funcionários de escolas no arranque do desconfinamento.  Esta terça-feira à noite, numa entrevista à SIC, …