Espanha poderá ser o primeiro país na Europa a avançar com rendimento básico universal

A ministra da Economia espanhola assegurou, este domingo, que o Governo está a trabalhar para aplicar o rendimento básico universal, embora não tenha dado ainda uma data concreta.

Em declarações ao canal televisivo laSexta, a ministra da Economia, Nadia Calviño, assegurou que o Governo espanhol está a estudar a implementação do rendimento básico universal para a população.

“Está no acordo do Governo e vamos implementá-lo no decorrer da legislatura”, assegurou a governante no último domingo, alertando, porém, que “há elementos a ter em conta”.

Este rendimento consiste num pagamento regular feito a todos os cidadãos, sendo que o montante pago pelo Estado pode diferir com base em vários fatores demográficos.

“O ministro [da Inclusão, Segurança Social e Migração] José Luis Escrivá, juntamente com outros ministérios, está a coordenar como preparar este rendimento básico universal, como se complementa por outros instrumentos e qual é a população-alvo”, explicou.

A ministra assinalou que o objetivo é começar com “um projeto piloto daquilo que posteriormente se quer pôr em marcha de uma forma geral e com caráter permanente”. No entanto, Calviño não deu uma data específica para a implementação desta medida.

É um trabalho complicado e estamos com muitas frentes neste momento, mas o ministério está a trabalhar decididamente nele e vamos fazê-lo o mais rapidamente possível”, disse ainda a governante do Executivo socialista.

A ministra destacou que, perante a crise provocada pela pandemia de covid-19, o Governo está a “tomar uma série de medidas para que ninguém seja deixado de fora ou deixado para trás, começando pelos trabalhadores”.

Calviño insistiu que o Governo “fortaleceu muito a capacidade no âmbito das políticas sociais para que, até que seja implementado o rendimento básico universal, haja uma série de instrumentos que apoiem a população”, com especial ênfase “nos mais vulneráveis”.

De acordo com o jornal The Independent, se esta medida for implementada com sucesso, Espanha poderá tornar-se o primeiro país da Europa a introduzir este programa em todo o país e a longo prazo.

A medida já foi testada em vários países como, por exemplo, na Finlândia, cujo programa acabou em fevereiro de 2019, dois anos depois do seu início.

Durante esse período, os finlandeses desempregados receberam um pagamento mensal fixo de 560 euros, mas os investigadores concluíram que, embora estas pessoas fossem mais felizes e saudáveis, não tinham mais probabilidade de encontrar emprego.

Nas últimas 24 horas, Espanha registou 743 mortes devido ao novo coronavírus, uma subida no número diário de vítimas mortais após quatro dias a descer que eleva para 13.798 o número total de óbitos.

De acordo com o Ministério da Saúde, foram confirmados 5478 novos infetados, uma subida depois de vários dias também a descer, sendo agora o total de contagiados de 140.510.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Uma medida excelente, uns trabalham para pagar os outros que não querem trabalhar.
    Se querem justiça, invistam no mercado para captar empresas, obriguem a salários mínimos e fiscalizem quem não os paga por ter trabalhadores não Europeus (mesmo que sejam legais, eles aceitam menos porque tem mais necessidades), se uma empresa for obrigada a pagar o mesmo a um estrangeiro que paga a um Espanhol não há necessidade de os importar (pratica comum de trazer trabalhadores com contrato que depois ajudam a legalizar, porque lhes sai bem mais barato)
    Aumentem a oferta de trabalho e já não tem de pagar para quem fica em casa. Estamos a falar de Espanha, mas Portugal vai pelo mesmo caminho … porque dá votos.
    Quando o dinheiro acaba vem falar de solidariedade europeia e esperam que os governos do norte ajudem a pagar.

  2. Ah pois….para medicamentos não tem. Para manter “votantes” já há dinheiro (pois não é outra coisa o que estes gajos andam à procura)
    E pensam que os holandeses e Alemães são idiotas. Mutualizar a dívida para que sejam os outros a pagar os juros.

  3. Os Finlandeses, cautelosos, fazem uma experiência-piloto e quando vêem que os resultados não são positivos, cancelam.
    Os românticos políticos espanhóis, não só não aprendem com os outros, como querem ir já em frente sem um programa-piloto.
    Depois exigem que os países do Norte paguem as suas asneiras…

  4. Aproveitam agora a altura em que o país e o mundo estão numa situação de grande progresso e certezas para anunciarem tal medida, em todo o caso são sempre notícias com algum quê de psicológico para tentar manter o império unido sem contestação de maior.

  5. Parabéns, como levou a sociedade ao longo da história tanto tempo a chegar a isto, não sei, mas ainda hj juntou mais um grande apoiante, o CEO do Twitter com uma doacao astronomica. Clap clap clap.

RESPONDER

Diabéticos e hipertensos. PSD quer debater alteração que retirou estes doentes de regime excecional

O PSD pediu a apreciação parlamentar do decreto-lei que retirou doentes hipertensos e diabéticos do regime excecional de proteção relativo à covid-19. A apreciação parlamentar permite que a Assembleia da República debata, altere e, no limite, …

Norte sem contágios por covid-19. Grande Lisboa regista 96,5% dos novos casos

Portugal regista hoje 1.424 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no domingo, e 32.700 infectados, mais 200, segundo o boletim da Direcção-Geral de Saúde (DGS). 193 dos novos casos são na área …

Aviões deixam de ter lotação reduzida a partir desta segunda-feira

Os aviões deixam, a partir desta segunda-feira, de ter a lotação de passageiros reduzida a dois terços, mas o uso de máscara comunitária é obrigatório. O Governo alinhou, assim, as regras nacionais pelas regras europeias no …

Marcelo pede que não se passe do "8 para o 80" e alerta para imagem do país

O Presidente da República reiterou hoje o apelo à população para que não se passe “do 8 para o 80” nas medidas de prevenção da covid-19, alertando para os riscos da imagem do país “cá …

Só metade das crianças deverá voltar ao pré-escolar esta segunda-feira

As crianças em idade pré-escolar regressam esta segunda-feira aos jardins de infância, que voltam a funcionar com novas regras, depois de encerradas durante mais de dois meses, devido à pandemia da covid-19. Apesar do regresso, que …

Dois astronautas (e um dinossauro de peluche) chegaram à EEI à boleia da SpaceX

Para além dos astronautas Doug Hurley e Bob Behnken, seguia a bordo da Crew Dragon um dinossauro de peluche com lantejoulas. E há uma explicação para isso. Este sábado, o foguetão Falcon 9, da SpaceX, fez …

Pescadores já podem capturar sardinha, mas recuo no consumo é uma preocupação

Os pescadores voltam a poder capturar sardinha, a partir desta segunda-feira, e até 31 de julho, com limites diários e semanais, segundo um despacho publicado em Diário da República. De acordo com o diploma, assinado pelo …

Madeirense contesta quarentena obrigatória em Tribunal (e há uma sentença que lhe dá razão)

Uma cidadã madeirense que chegou no domingo à Madeira e recusa cumprir quarentena num hotel entregou um pedido de ‘habeas corpus’ no Juízo de Instrução Criminal do Tribunal do Funchal. A acompanhar o pedido está …

Idade é o maior factor de risco para se ser internado ou morrer de covid-19

As pessoas com idades entre os 70 e os 79 anos infetadas pelo novo coronavírus têm uma probabilidade de ser internadas em cuidados intensivos 10,4 vezes superior à de uma pessoa até aos 50 anos. Os …

Turismo de Portugal tem 10 milhões para apoiar campanhas de empresas que promovam o país

O Turismo de Portugal tem dez milhões de euros, que vão servir para financiar iniciativas “de valorização, inovação e promoção do destino Portugal” até 2025. A dotação de dez milhões de euros, aprovada por despacho de …