A Finlândia pagou a desempregados para os incentivar a trabalhar, mas não funcionou

O Governo da Finlândia apresentou os primeiros resultados relativos à experiência de implementar um rendimento básico universal de 560 euros para desempregados. À primeira vista, foi um fracasso. 

A experiência realizada na Finlândia de atribuir um rendimento básico universal a duas mil pessoas desempregadas não parece ter conseguido demonstrar a esses cidadãos que, com o cheque mensal de 560 euros, tinham melhores condições para conseguir arranjar trabalho.

Segundo as conclusões, citadas pelo Observador, receber esse cheque e ter a garantia de continuar a recebê-lo mesmo que encontrasse trabalho não parece ter sido sinónimo de maior sucesso no mercado laboral. Mas nem tudo são más notícias: o cheque teve um efeito positivo na saúde e nos níveis de stress dessas pessoas.

A experiência foi acompanhada de perto ao longo dos dois últimos anos. Para participar nesta experiência foram escolhidas 2.000 pessoas que estavam desempregadas e que passaram a receber 560 euros por mês, e foram escolhidas outras 2.000, para o grupo de controlo, que não receberam nada.

No entanto, apesar de ser apelativa à primeira vista, a experiência finlandesa não parece ter produzido os resultados que se esperava, de acordo com os resultados preliminares divulgados na sexta-feira.

Apesar de algumas pessoas que estiveram a receber o dinheiro terem conseguido arranjar emprego, o mesmo aconteceu, em grau similar, entre aquelas que estavam no grupo de controlo.

O relatório integral sairá apenas no próximo ano mas, até lá, o debate sobre a ideia do rendimento básico universal passou agora a contar com o exemplo finlandês, que concluiu que um rendimento básico universal, nas circunstâncias específicas em que este teste decorreu, não parece ter tido o efeito pretendido.

O objetivo da experiência era “promover o emprego”, mas olhando para os resultados, foi um fracasso. No entanto, “as pessoas que receberam o rendimento reportaram um bem-estar claramente superior, em todos os aspetos”, em comparação com os desempregados que não receberam o cheque, explicou o investigador Olli Kangas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ministério Público contratou ex-agente da PJ para analisar contas da Operação Tutti Frutti

As contas do caso Tutti-Frutti foram entregues a Edígio Cardoso, antigo diretor da Unidade de Perícia Financeira e Contabilística (UPFC) da Polícia Judiciária, reformado há mais de um ano. A investigação do caso Tutti-Frutti iniciou-se em …

Reconstruções em Pedrógão. Gulbenkian exige indemnização de meio milhão por suspeita de ilegalidades

A Fundação Calouste Gulbenkian exige uma indemnização de meio milhão de euros por ilegalidades na reconstrução de casas de Pedrógão. Estão em causa cinco habitações. A fundação Calouste Gulbenkian exige uma indemnização de meio milhão de …

Austrália. Depois dos incêndios, chega o granizo (e já está a provocar estragos)

A Austrália está a recuperar dos enormes incêndios dos últimos meses. No entanto, a costa oriental do país debate-se agora com chuvas intensas que tem provocado inúmeras inundações. As fortes chuvas que caíram esta segunda-feira proporcionaram …

Taxa sobre produtos poluentes rendeu 200 milhões em dois anos

A taxa aplicada sobre produtos poluentes - plástico, cartão, embalagens de vidro, entre outros -, rendeu ao Estado português 199,6 milhões de euros em dois anos, avança o Jornal de Notícias esta segunda-feira. O valor, arrecadado …

"Mito sem sentido". Santos Silva rejeita que Portugal seja "amigo especial" da China

O ministro dos Negócios Estrangeiros rejeitou, em entrevista ao Financial Times, que Portugal esteja a desenvolver uma dependência problemática relativamente à China. É um "mito sem sentido", defendeu Augusto Santos Silva. O governante falou ao …

Justiça espanhola liga ex-ministro a alegado caso de corrupção. António Vitorino nega

A Justiça espanhola diz que o ex-ministro socialista se terá apropriado de 35 milhões de euros da petrolífera estatal venezuelana PDVSA. António Vitorino nega. A justiça espanhola alega que uma sociedade de António Vitorino, antigo ministro …

Há um obstáculo que pode travar a primeira condenação de Salgado

Ricardo Salgado foi condenado a pagar 4 milhões de euros e proibido de ser banqueiro nos próximos dez anos. No entanto, ainda há um último obstáculo que pode travar a sua condenação. O Tribunal Constitucional rejeitou …

Diplomatas portugueses salvaram entre 60 mil e 80 mil vidas durante a II Guerra Mundial

Os diplomatas portugueses terão salvo entre 60 mil a 80 mil refugiados do regime nazi, maioritariamente judeus, durante o período da II Guerra Mundial, estimou a historiadora Irene Flunser Pimentel em entrevista à agência Lusa. Além …

"Absolutamente determinantes." Autárquicas de 2021 vão ser a prova de fogo de Rui Rio

Rui Rio foi reeleito presidente do PSD este sábado, mas tem pela frente vários desafios. O maior deles todos serão as autárquicas de 2021 que vão ditar muito do seu futuro político.  Rui Rio mostrou-se disponível …

Deputados do PS querem reabrir linha do Tâmega

Os deputados do PS do distrito do Porto querem que a linha do Tâmega, que fazia a ligação ferroviária entre Livração, em Marco de Canaveses, e Amarante, como existia até março de 2009, seja reaberta …