Escritor chinês que se inspirou nos homicídios que cometeu condenado à morte

(dr) Zhejiang Province Public Security Bureau

Liu Yongbiao, o escritor chinês que se inspirou nos seus próprios crimes e que foi condenado à morte

Um aclamado escritor chinês foi condenado à morte 23 anos depois de ter assassinado quatro pessoas, crimes que serviram de inspiração às suas obras.

Segundo o Daily Mail, Liu Yongbiao e um cúmplice roubaram e mataram quatro pessoas depois de deixarem uma guesthouse onde tinham pernoitado. A dupla de criminosos nunca foi apanhada e, nas duas décadas que se seguiram, o homem de 53 anos tornou-se um aclamado escritor na China.

O caso ficou por resolver durante 23 anos por falta de provas. As autoridades chinesas explicaram que o estabelecimento onde ocorreu o crime não tinha quaisquer dados dos hóspedes, tornando-se impossível localizar os suspeitos. Além disso, também não havia câmaras de videovigilância que pudessem ter captado os criminosos.

Em agosto do ano passado, numa entrevista à China Central Television Station, depois de a polícia ter encontrado vestígios de ADN e de ter detido o escritor, Liu confessou que algumas das suas obras eram inspiradas nos seus pensamentos sobre o crime mas que não se atreveu a criar qualquer personagem baseada nas pessoas que matou.

Ao recordar o assassinato, Liu disse ao repórter da estação televisiva que ele e o seu cúmplice tinham usado corda, paus e martelos para matar estas pessoas e que tinha sido uma coisa “tão cruel” que merecia “morrer 100 vezes” pelo que tinha feito.

Liu também confessou que mataram um dos hóspedes que partilhou o quarto com eles porque lhes pareceu uma pessoa rica, embora depois só tenham encontrado um relógio, um anel e dez yuan (uma quantia equivalente a um euro).

Os vestígios de ADN, encontrados em junho do mesmo ano na saliva que estava numa beata de cigarro, foram essenciais para chegar ao escritor. Durante dois meses, a polícia viajou por 15 províncias chinesas e comparou dados de mais de 60 mil pessoas para encontrar os suspeitos.

Na mesma entrevista, Liu disse que percebeu que as autoridades estavam novamente a investigar o caso, no entanto, como as memórias do crime o assombraram ao longo dos anos, concordou em fornecer a sua amostra de ADN.

Na altura, o aclamado escritor pediu à mulher e à filha que fossem embora enquanto estava a aguardar pelos resultados e também falou com o cúmplice, que vivia em Shanghai, para finalmente enfrentarem o seu destino. Dois dias depois, os testes feitos em laboratório confirmaram que a saliva encontrada no cigarro era a de Liu.

Esta segunda-feira, durante o julgamento em Huzhou, na província chinesa de Zhejiang, os dois criminosos foram condenados à morte pelo chocante assassinato que ocorreu a 29 de novembro de 1995.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Arqueólogo encontra dezenas de sítios maia graças a um mapa online gratuito

Um arqueólogo norte-americano descobriu 27 sítios maias com 3.000 anos graças a um mapa online gratuito, escreve o jornal The New York Times. Takeshi Inomata, arqueólogo da Universidade do Arizona, nos Estado Unidos, utilizou um mapa …

39 pessoas encontradas mortas dentro de um camião no Reino Unido

Um camião foi encontrado, esta quarta-feira, em Essex, no Reino Unido, com 39 pessoas sem vida no seu interior. O condutor já foi detido. Segundo o The Guardian, as autoridades britânicas já iniciaram uma investigação, depois …

Hospital das Forças Armadas não operou um único doente do SNS

O Hospital das Forças Armadas (HFAR) ainda não apresentou qualquer candidatura para ser “convencionado pelo Serviço Nacional de Saúde”. No ano passado, os ministérios da Defesa e da Saúde assinaram um acordo para que o Hospital …

Chuvas torrenciais fazem um morto em Espanha e inundações em França

Em Espanha, uma pessoa morreu e pelo menos outras duas estão desaparecidas. No sul de França, a tempestade Dana também já causou várias inundações. Segundo o jornal La Vanguardia, as chuvas torrenciais registadas, esta madrugada, na …

Falta de condições para emergência médica obriga INEM a transferir helicóptero para Viseu

A falta de condições para operações de emergência médica no heliporto de Santa Comba Dão obrigou o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) a transferir o seu helicóptero para o aeródromo de Viseu, foi anunciado …

Macacos "arrasaram" humanos num simples jogo de computador

Quando se trata de ganhar jogos e resolver quebra-cabeças, às vezes os macacos fazem-no de forma mais inteligente do que os humanos. Para além das suas incríveis capacidades físicas, os macacos também mostram uma incrível "flexibilidade …

Morreu Marieke Vervoort, a campeã paralímpica belga que recorreu à eutanásia

Morreu Marieke Vervoort, de 40 anos, que sofria de uma doença muscular degenerativa sem cura. Decidiu pôr termo à vida com recurso à morte assistida. A belga era campeã paralímpica com conquistas de medalhas de ouro …

China pode substituir chefe de governo de Hong Kong face aos recentes protestos

A China estará a equacionar substituir Carrie Lam, chefe do governo de Hong Kong, por um líder interino, na sequência dos protestos violentos que decorrem na cidade há cinco meses. De acordo com o Financial Times, …

Presidente do Chile anuncia pacote de medidas sociais para travar protestos

O Presidente chileno anunciou na terça-feira um pacote de medidas sociais para travar os protestos que duram há cinco dias e que já causaram 15 mortos, após o anúncio de um aumento nos preços do …

Duarte Lima enfrenta novo acórdão no caso relativo a abuso de confiança

O Tribunal Criminal de Lisboa profere esta quarta-feira uma nova decisão no processo em que Duarte Lima é suspeito de se apropriar da fortuna de Rosalina Ribeiro, companheira e secretária do milionário Tomé Feteira, assassinada …