Escritor chinês que se inspirou nos homicídios que cometeu condenado à morte

(dr) Zhejiang Province Public Security Bureau

Liu Yongbiao, o escritor chinês que se inspirou nos seus próprios crimes e que foi condenado à morte

Um aclamado escritor chinês foi condenado à morte 23 anos depois de ter assassinado quatro pessoas, crimes que serviram de inspiração às suas obras.

Segundo o Daily Mail, Liu Yongbiao e um cúmplice roubaram e mataram quatro pessoas depois de deixarem uma guesthouse onde tinham pernoitado. A dupla de criminosos nunca foi apanhada e, nas duas décadas que se seguiram, o homem de 53 anos tornou-se um aclamado escritor na China.

O caso ficou por resolver durante 23 anos por falta de provas. As autoridades chinesas explicaram que o estabelecimento onde ocorreu o crime não tinha quaisquer dados dos hóspedes, tornando-se impossível localizar os suspeitos. Além disso, também não havia câmaras de videovigilância que pudessem ter captado os criminosos.

Em agosto do ano passado, numa entrevista à China Central Television Station, depois de a polícia ter encontrado vestígios de ADN e de ter detido o escritor, Liu confessou que algumas das suas obras eram inspiradas nos seus pensamentos sobre o crime mas que não se atreveu a criar qualquer personagem baseada nas pessoas que matou.

Ao recordar o assassinato, Liu disse ao repórter da estação televisiva que ele e o seu cúmplice tinham usado corda, paus e martelos para matar estas pessoas e que tinha sido uma coisa “tão cruel” que merecia “morrer 100 vezes” pelo que tinha feito.

Liu também confessou que mataram um dos hóspedes que partilhou o quarto com eles porque lhes pareceu uma pessoa rica, embora depois só tenham encontrado um relógio, um anel e dez yuan (uma quantia equivalente a um euro).

Os vestígios de ADN, encontrados em junho do mesmo ano na saliva que estava numa beata de cigarro, foram essenciais para chegar ao escritor. Durante dois meses, a polícia viajou por 15 províncias chinesas e comparou dados de mais de 60 mil pessoas para encontrar os suspeitos.

Na mesma entrevista, Liu disse que percebeu que as autoridades estavam novamente a investigar o caso, no entanto, como as memórias do crime o assombraram ao longo dos anos, concordou em fornecer a sua amostra de ADN.

Na altura, o aclamado escritor pediu à mulher e à filha que fossem embora enquanto estava a aguardar pelos resultados e também falou com o cúmplice, que vivia em Shanghai, para finalmente enfrentarem o seu destino. Dois dias depois, os testes feitos em laboratório confirmaram que a saliva encontrada no cigarro era a de Liu.

Esta segunda-feira, durante o julgamento em Huzhou, na província chinesa de Zhejiang, os dois criminosos foram condenados à morte pelo chocante assassinato que ocorreu a 29 de novembro de 1995.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Afinal, cancro e doenças cardíacas podem ser contagiosos

Na escola, aprendemos que só podemos apanhar certas doenças, como a gripe, através de outras pessoas. Porém, um novo estudo defende que muitas "doenças não transmissíveis", como a maioria dos cancros e doenças cardíacas, às …

Davos comemora 50 anos entre o apocalipse climático e um fraco crescimento económico

O Fórum Económico Mundial comemora este ano o seu 50º aniversário. O evento decorre sob o signo das alterações climáticas e da necessidade de transformar a economia. Davos, na Suíça, recebe esta semana mais um Fórum …

Precários da RTP entregam suplemento para a memória à ministra do Trabalho

Os trabalhadores precários da RTP entregaram esta segunda-feira uma carta e uma caixa de "Cerebrum Forte", um suplemento para a memória, à ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. De acordo com o Expresso, que avança …

Governo está a "tomar medidas" para responder ao novo vírus mortal que vem da China

Portugal está a acompanhar "com grande atenção" o fenómeno de propagação do novo vírus mortal que surgiu na China. A garantia é dada pela ministra da Saúde, Marta Temido, que assegura que estão já a …

Revelada a identidade do novo líder do Estado Islâmico

Um dos membros fundadores do Estado Islâmico, Amir Mohammed Abdul Rahman al-Mawli al-Salbi, foi confirmado por vários serviços de inteligência como novo líder do grupo terrorista. Após a morte de Al Baghdadi numa operação norte-americana na …

Polícias em protesto em Braga, Porto e Lisboa. Esperam um sinal de apoio de Marcelo

Elementos da PSP e da GNR realizam esta terça-feira protestos em simultâneo em Braga, Lisboa e Faro, numa ação convocada pelos sindicatos, enquanto o Movimento Zero (M0) inicia uma vigília nos aeroportos portugueses. Organizadas por sete …

Investigação confirma que avião ucraniano foi abatido por dois mísseis iranianos

Um relatório de investigação preliminar da Organização de Aviação Civil Iraniana (CAO) acaba de confirmar que foram lançados dois mísseis contra o Boeing 737 da Ukraine International Airlines, abatido a 8 de janeiro pelas forças …

Real Madrid contrata Reinier. É a transferência de inverno mais cara de sempre do clube

O Real Madrid confirmou hoje a contratação do médio ofensivo brasileiro Reinier, que atuava no Flamengo de Jorge Jesus, num negócio que envolve uma verba de 30 milhões de euros, segundo a imprensa espanhola. Os 'merengues' …

Hospitais de Santa Maria e Pulido Valente querem "internar" em casa 1.800 pacientes por ano

O Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN) vai começar no princípio de fevereiro a “internar” doentes em casa, projetando que, dentro de três anos, seja o maior serviço de hospitalização domiciliária do país, tratando 1.800 …

Pneumonia viral na China já fez seis vítimas mortais

Subiu para seis o número de mortos na China devido ao vírus de pneumonia que está a assolar o País. Esta terça-feira registaram-se 77 novos casos da misteriosa doença com origem na cidade Wuhan, elevando …