Escolas reabrem esta segunda-feira com aulas presenciais. Mas há exceções

Rodrigo Antunes / Lusa

O segundo período letivo arranca, esta segunda-feira, e na maioria das escolas os alunos vão ter aulas presenciais. Mas há exceções.

O Agrupamento de Escolas de Mêda, no distrito da Guarda, anunciou, este domingo, que, nas próximas duas semanas, as aulas do segundo período não serão presenciais devido “à atual situação epidemiológica” da covid-19 no concelho.

Numa informação divulgada nas redes sociais, o presidente do Agrupamento, Luís Filipe Lopes, salientou que se trata de uma “medida preventiva e de mitigação” e apelou à “tranquilidade, compreensão e colaboração de toda a comunidade”.

Numa mensagem publicada no sábado, o presidente da Câmara, Anselmo Sousa, já tinha dito que o início do ano ficou “marcado pelo aparecimento de diversos surtos da covid-19″ na comunidade local.

Rui Ventura, presidente da Câmara de Pinhel, no mesmo distrito, disse também à agência Lusa que as aulas no concelho não vão ser presenciais nas duas próximas semanas.

Na Madeira, o Executivo regional adotou adotou medidas específicas para os três concelhos com “maior incidência de casos”, nomeadamente, Funchal, Câmara de Lobos e Ribeira Brava.

Nestes municípios, o reinício das aulas vai ocorrer de forma “progressiva”, visando permitir que as autoridades de saúde efetuem uma “avaliação concentrada e dedicada da situação” e “à medida que as testagens forem sendo realizadas, os estabelecimentos de ensino serão abertos”.

De acordo com as perspetivas do Governo Regional, nestes três concelhos, as escolas públicas privadas devem reabrir até 11 de janeiro, enquanto nos restantes estabelecimentos de ensino nos demais municípios mantém-se o calendário definido, recomeçando as aulas esta segunda-feira (4 janeiro).

O Governo insular informa que “as equipas de testagem irão iniciar o seu trabalho na manhã de hoje nos três municípios identificados, com o objetivo de rastrear os mais de seis mil professores e auxiliares educativos”.

A Universidade da Madeira também informou que todas as atividades letivas presenciais, incluindo avaliações, estão suspensas até 10 de janeiro, aguardando a instituição as medidas que o Governo Regional vai determinar hoje.

Nos Açores, o Governo local determinou, este domingo, a “testagem massiva” à covid-19 das “comunidades escolares, alunos, docentes e não docentes” das escolas do concelho de Vila Franca do Campo e da vila de Rabo de Peixe.

A decisão do Executivo açoriano para o concelho e a freguesia da ilha de São Miguel surge “na sequência da permanente vigilância epidemiológica, que está a cargo das estruturas regionais com competência para o efeito, e tem como objetivo a salvaguarda da defesa da segurança da comunidade e da saúde pública”.

Os testes serão realizados a partir de terça-feira, “devendo os estabelecimentos que tiveram interrupção letiva no Natal permanecer em regime de ensino a distância, até estar concluída a testagem”, indica o Executivo regional.

Portugal contabiliza 7118 mortos associados à covid-19 em 427.254 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O estado de emergência decretado a 9 de novembro para combater a pandemia foi renovado até 7 de janeiro, com recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Revolta nas Forças Armadas. Ramalho Eanes entre os 28 ex-chefes militares contra reforma Cravinho

Vinte e oito ex-chefes de Estado-Maior dos três ramos, incluindo o general Ramalho Eanes, assinaram uma carta a contestar o processo da reforma das Forças Armadas em curso e apelaram a um debate alargado à …

Israel reforça presença militar na fronteira com Gaza. "Última palavra ainda não foi dita"

O Exército israelita tinha anunciado, esta quinta-feira à noite, que os seus soldados tinham entrado na Faixa de Gaza. Depois veio negar essa informação, atribuindo a confusão a um problema de "comunicação interna". Na noite desta …

Carta de 1949 revela que Einstein já suspeitava do "super sentido" dos pássaros

Muitas décadas antes de sabermos que alguns animais têm "super sentidos", como é o caso dos pássaros, já o Nobel da Física discutia esse assunto com outros investigadores. Embora não se conheça o conteúdo da primeira …

Ferro empossa comissão de revisão constitucional por três meses. Iniciativa Liberal retira projeto

O presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, deu esta quinta-feira posse à comissão de revisão constitucional por três meses (90 dias), desejando “votos de muito bom trabalho”, na sala do Senado do Palácio de …

Serena Williams: "A prioridade é a minha filha, não os Jogos Olímpicos"

Recordista do ténis feminino deixa a entender de que não vai a Tóquio. Naomi Osaka coloca dúvidas à volta do próprio evento. "Sou atleta e, por isso, é claro que o meu pensamento imediato é: quero …

A Cidade do México está a afundar a um ritmo incontrolável

Um novo estudo mostra que a Cidade do México, a metrópole mais populosa da América do Norte, afundou tanto que será impossível salvá-la. Depois de séculos de drenagem dos aquíferos subterrâneos, o leito do lago no …

Micróbios podem já estar a comunicar com espécies alienígenas

Os micróbios podem já estar a comunicar com espécies alienígenas, algo semelhante ao que tentamos fazer através do projeto SETI desde 1959. Estaremos sozinhos no Universo? O famoso programa SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence) tem tentado …

Tweet de Elon Musk afunda Bitcoins (e dá força à criptomoeda que nasceu como meme)

A Tesla vai deixar de aceitar Bitcoins como forma de pagamento. A revelação foi feita por Elon Musk numa publicação no Twitter e levou à queda do valor da criptomoeda no mercado. A par disso, …

Investigadores criam nova solução para óculos de realidade virtual e aumentada

Uma equipa de investigadores criou uma nova tecnologia para fornecer óculos de realidade virtual que não parecem "olhos de inseto". Num novo artigo publicado na Science Advances, os especialistas descrevem a impressão de ótica de forma …

Genética da população portuguesa pode explicar deficiência de vitamina D

Investigadores portugueses concluíram que a população portuguesa tem uma prevalência superior à média europeia de algumas alterações genéticas que levam a uma predisposição para o défice de vitamina D. Este estudo, coordenado pelo Centro Cardiovascular da …