/

Escola de Pastores abre em Setembro (e dá “prémio” de 5 mil euros a quem se formar)

14

Vai abrir uma Escola de Pastores numa ideia pioneira que visa captar jovens para uma actividade que está em risco de desaparecer. A iniciativa apoiada por fundos comunitários prevê a atribuição de uma bolsa de 5 mil euros a quem se formar no curso.

As inscrições para a Escola de Pastores estão abertas até 23 de Agosto e as aulas devem começar a 23 de Setembro.

A Escola de Pastores faz parte do projecto “Programa de Valorização da Fileira do Queijo da Região Centro” que é apoiado pelos fundos comunitários CENTRO 2020 e que resulta de uma parceria entre associações de produtores, escolas, centros de tecnologia e as Comunidades Intermunicipais de Viseu Dão Lafões, das Beiras e Serra da Estrela, da Beira Baixa e da Região de Coimbra.

O projecto é coordenado pela InovCluster – Associação do Cluster Agroindustrial do Centro e envolve também a criação de uma bolsa de terras, visando a valorização dos queijos DOP da Região Centro, como explica à Rádio Renascença a técnica superior do gabinete de saúde pública e veterinária da Câmara de Gouveia, Regina Lopes.

A Escola de Pastores “vai ser itinerante”, contando com “uma componente teórica de 110 horas e uma componente prática de 410 horas, com formação em maneio sanitário, maneio reprodutivo, alimentar, pastagens e forragens e silvo-pastorícia, ovinicultura e caprinicultura e gestão da exploração”, esclarece Regina Lopes.

“Vai-se realizar nas escolas superiores, na ESAV, Escola Superior Agrária de Viseu, e na ESACB, Escola Superior Agrária de Castelo Branco”, com a “parte prática” a decorrer “em Viseu, Oliveira do Hospital e Gouveia”, explica ainda a técnica.

O objectivo é ter no final do curso, pelo menos, “20 produtores que se liguem futuramente à agricultura”, motivados pelo “prémio” de “cinco mil euros”, “uma pequena ajuda para o início da actividade”, como refere Regina Lopes. “É um prémio com compromissos, o pastor tem que se instalar na área”, acrescenta.

Apesar de a vida de pastor ser dura, com 365 dias de trabalho por ano, Regina Lopes acredita que a ideia pode ter sucesso. “Há muita gente a querer mudar de vida e a vir das cidades para as aldeias, e para quem está no desemprego também pode ser uma opção”, considera.

  ZAP //

14 Comments

  1. Epááá… Queres ver que me vou dedicar à bicharada.

    Pronto… Já falei demais. Já vai toda agente imitar-me!.. Ah portuguesismo escarafunchoso!

  2. Ah, menos mal… pensei que fosse para formar daqueles pastores brasileiros que a unica coisa que “cultivam” é a ignorância e dinheiro!…

  3. É uma actividade “em risco de desaparecer”, é verdade ! . Mas se temos em conta as varias razões do “porquê”,…. económicas, sociais e materiais, vejo com pouca expectativa uma grande influencia a este tipo de iniciativa, por os 5000 € de incentivo. Se a pecuária actual conhece tempos extremamente difíceis em termos de sustentabilidade, como vão estes novos aventureiros conseguir tirar a carta do baralho ???

  4. Como desperdiçar dinheiro atraves do esquema da subsidio-dependencia. Depois o ordenado médio em Portugal é 4x inferior ao dos Estados Unidos

    • É… subsídios/fundos mesmo bem aplicados foram aquelas dados à Tecnoforma (etc) do Passos para formar costureiras em Oeiras!…
      .
      “Dinheiro da ONG de Passos era todo gasto com pessoal”
      https://www.dn.pt/politica/interior/dinheiro-da-ong-de-passos-era-todo-gasto-com-pessoal-4158680.html?id=4158680
      .
      “Caso Tecnoforma: Bruxelas contraria DCIAP e diz que houve fraude”
      https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/caso-tecnoforma-bruxelas-contraria-dciap-e-diz-que-houve-fraude-231855

        • Espero bem que não!…
          Era só para mostrar que alguns “liberais” que, aparentemente, não gostam/criticam o malandro do Estado, mas depois, descobre-se que são muito bons a viver de subsídios do Estado!!
          .
          Aqui deste lado não há “cegueiras”, até porque não sou religioso nem gosto de futebol!…

        • Espero bem que não!…
          Era só para mostrar que alguns “liberais” que, aparentemente, não gostam/criticam o malandro do Estado, mas depois, descobre-se que são muito bons a viver de subsídios do Estado!!

            • Aldrabices?
              Onde; quando?
              Eu repito o que acho correcto; sé de esquerda, de direita, de cima ou de baixo, pouco me importa!
              Não tenho a mínima preocupação em me encaixar na carneirada…

            • Aldrabices quais? Basicamente tudo o que escreve. O socialista de El Paso seguir o que o Trump diz, o dossier Steele pago pela Clinton a russos para dizer que havia colusao do Trump com os russos levou-o a sério, todo o esquema do aquecimento global provocado pelo homem para conquistar poder com 0 evidencias leva a sério isso enquanto vai buscar um casaco e um guarda chuva em Agosto, o facismo quer dizer o boicote do BE a que outros falem e por aí fora vai, dá a sua benção de esquerdista a tudo

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE