“Erro total.” Suécia critica OMS por incluí-la na lista de países com novos surtos

Jonas Ekstromer / TT News Agency

O primeiro-ministro da Suecia, Stefan Löfven

A Organização Mundial de Saúde (OMS) incluiu a Suécia num grupo de 11 países problemáticos na Europa. “Isto é, infelizmente, uma interpretação completamente errada dos dados da Suécia.”

Esta sexta-feira, o epidemiologista chefe da agência de saúde pública sueca criticou a Organização Mundial de Saúde (OMS) pelo “erro total” de incluir a Suécia na lista de países onde novos surtos podem sobrecarregar os sistemas de saúde.

“Isto é, infelizmente, uma interpretação completamente errada dos dados da Suécia”, disse Anders Tegnell à televisão pública sueca SVT, considerando o erro “muito grave”.

A Suécia aparece citada ao lado da Arménia, Moldova, Macedónia do Norte, Azerbaijão, Cazaquistão, Albânia, Bósnia-Herzegovina, Quirguistão, Ucrânia e Kosovo.

A direção regional para a Europa da OMS apontou na quinta-feira 11 países onde uma “transmissão acelerada” do novo coronavírus levou a “um forte ressurgimento” da covid-19, entre os quais a Suécia. O país tem registado um forte aumento de casos, mas as autoridades atribuem os números ao aumento significativo dos testes realizados.

“Podemos apontar para todos os outros parâmetros que medimos, ou seja, quantos casos graves temos, que estão a diminuir, o número de internamentos em cuidados intensivos, que estão num nível muito baixo, ou mesmo as mortes, que estão a reduzir-se”, disse o epidemiologista.

É muito grave [apontar a Suécia como país de risco], sobretudo numa situação em que há muita discussão sobre para que países se pode viajar. Este tipo de afirmações é muito infeliz”, insistiu Tegnell.

Segundo números oficiais, cerca de 10 pessoas são admitidas diariamente nos cuidados intensivos nesta altura, contra cerca de 40 no pico da pandemia no país, em abril. Em termos de testes, as autoridades anunciaram a duplicação do número de testes realizados, atingindo mais de 61.000 testes semanais em meados de junho.

Números oficiais de quinta-feira indicavam que a Suécia regista um total de 5.230 mortos, 21 das quais entre quarta e quinta-feira, num total de 63.890 casos.

A abordagem sueca tem levado a muitas críticas, algumas aceites por Tegnell, que diz que deveriam ter sido tomadas mais medidas para proteger os mais idosos. A política de Estocolmo também tem sido tomada como um exemplo por quem recusa medidas de isolamento e confinamento.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Bezos ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA para entrar na corrida da próxima viagem à Lua

O empresário norte-americano ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA numa tentativa de reacender a batalha espacial entre a sua empresa, a Blue Origin, e a do "rival" Elon Musk, a SpaceX. De acordo com …

Clientes com certificado digital válido impedidos de entrar em restaurantes

Estão a ser reportados vários casos de clientes que, ao apresentarem o certificado digital para poderem entrar num restaurante, não conseguem fazê-lo porque o documento está a ser considerado inválido pelos dispositivos eletrónicos. Segundo a rádio …

Covid-19 trouxe "paranoia" ao mercado

Diretor do Norwich City, da Premier League, acha que os responsáveis por alguns clubes não sabem bem o que estão a fazer nos últimos tempos. O Norwich City iria jogar contra o Coventry City, num encontro …

Israel cria "task force" para reverter boicote da Ben & Jerry's na Cisjordânia

Israel criou uma task force para pressionar a empresa de gelados norte-americana Ben & Jerry's e a sua proprietária, Unilever, a reverterem a decisão de boicotar a ocupação israelita na Cisjordânia. "Precisamos de aproveitar os 18 …

Violência armada. 430 mortos na última semana nos EUA e 2021 pode ser dos piores anos de sempre

Só na semana passada registaram-se cerca de 430 mortos e mais de 1000 feridos associados a tiroteios, num ano que está a ser marcado pelo aumento da violência armada nos Estados Unidos. O ano passado foi …

Principais indicadores da crise climática estão a atingir "ponto de inflexão", revela estudo

Um novo estudo sobre os sinais vitais do planeta revelou que muitos dos principais indicadores da crise climática estão a piorar e a aproximar-se ou ultrapassar os pontos de inflexão, à medida que as temperaturas …

Biden acusa a Rússia de tentar intervir nas eleições de 2022 para o Congresso

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, acusou na terça-feira o seu homólogo russo, Vladimir Putin, de tentar interferir nas eleições para o Congresso de 2022, espalhando "desinformação". "Veja o que a Rússia já está …

Polícias rejeitam proposta do MAI para o subsídio de risco e prometem novos protestos

Os sindicatos da PSP e as associações socioprofissionais da GNR rejeitaram, esta quarta-feira, a proposta apresentada pelo Governo para o subsídio de risco e prometem novos protestos até que seja atribuído "um valor justo". "Saímos completamente …

Desta vez, van Vleuten ganhou mesmo (aos 38 anos)

Ficou para trás o episódio caricato do último domingo. Annemiek van Vleuten é a nova campeã olímpica de ciclismo, contrarrelógio. Annemiek van Vleuten iria ficar ligada a um dos momentos mais insólitos, ou mesmo o mais …

Bruxelas assegura aquisição de medicamento para tratamento precoce da covid-19

A Comissão Europeia anunciou, esta quarta-feira, um contrato de aquisição conjunta com a farmacêutica GlaxoSmithKline (GSK) para a compra do sotrovimab, um medicamento destinado ao tratamento precoce da covid-19, cuja utilização está a ser analisada …