Erro leva escolas a chamar professores para assinar novo contrato de rescisão

Os professores que já tinham assinado o acordo de rescisão de contrato estão a ser chamados pelas escolas para assinarem um novo documento, que clarifica “um lapso” na minuta referente a uma data, adiantaram os directores escolares.

Em declarações à agência Lusa, o vice-presidente da Associação Nacional de Directores de Agrupamentos e Escolas Públicas (ANDAEP), Filinto Lima, disse que as escolas foram notificadas esta manhã para chamarem novamente os professores que viram o seu pedido de rescisão com o Estado aprovado, para assinarem um novo acordo de rescisão, que substitui o anterior.

A substituição justifica-se pelo “lapso na minuta” original do acordo, que continha um erro numa data, mas cuja correcção não coloca em causa nem os valores a serem pagos aos professores, nem a data a que o acordo produz efeitos.

Num esclarecimento enviado à Lusa, o Ministério da Educação e Ciência (MEC) garantiu que a substituição da minuta não suspende o processo de rescisões e não tem “qualquer impacto na data a que a rescisão produz efeitos, nem no montante da compensação proposta”.

“Esperemos que este lapso não atrase ainda mais a colocação de professores nas escolas”, disse Filinto Lima, que manifestou a sua preocupação com o facto de, a cerca de uma semana do início do ano lectivo, não terem ainda sido divulgadas as listas de colocação, até porque, frisou, “as escolas enviaram ao MEC em Agosto as listas com as suas necessidades de contratação, em tempo útil”.

Problemas também na Bolsa de Contratação de Escola

Sobre os problemas na plataforma electrónica da Bolsa de Contratação de Escola (BCE), Filinto Lima disse ter informações de que hoje o acesso dos professores contratados que queiram candidatar-se às ofertas disponíveis estava a fazer-se com normalidade, depois de, na quarta-feira, as dificuldades técnicas para aceder à plataforma terem levado o MEC a prolongar o prazo de candidatura até às 18:00 de sexta-feira, alargando-o por mais um dia.

Filinto Lima referiu-se ainda à contestação de que esta nova forma de contratação tem sido alvo, sobretudo no que diz respeito a alguns critérios de contratação aprovados, sublinhando que este “é o primeiro ano da bolsa de contratação e estamos todos a aprender”.

“Para o ano vai correr melhor”, disse.

A BCE substituiu, a partir deste ano, as ofertas de escola — que permitiam às “escolas TEIP” (Territórios Educativos de Intervenção Prioritária) ou com contratos de autonomia a contratação directa de professores para suprir necessidades temporárias.

A BCE pretende criar uma lista ordenada de professores contratados candidatos a leccionar nas escolas, que serão chamados pelas escolas tendo em conta essa ordenação, com o objectivo de tornar a colocação nas escolas um processo mais rápido.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Tancos. Principal suspeito vai ser libertado em janeiro

João Paulino, o principal suspeito do roubo de material militar dois paióis de Tancos, e mais sete suspeitos vão ser libertados a 28 de janeiro. A informação é avançada esta sexta-feira pela revista Sábado, que dá …

Filhos de imigrantes nascidos em Portugal podem ser portugueses desde que um progenitor seja residente

A Assembleia da República aprovou, esta quinta-feira, na generalidade, as alterações à lei da nacionalidade do PAN e do PCP, e rejeitou, com os votos do PS, o projeto do Livre. Horas antes da votação em …

Instituição de caridade do Vaticano só entrega 10% das doações para os necessitados

O Vaticano arrecada anualmente mais de 55 milhões de dólares (aproximadamente 49 milhões de euros) em doações através do fundo de caridade de Peter's Pence. Contudo, apenas 10% desse montante chega aos necessitados, com o …

Um aumento de 2 euros por mês para quem ganha mil. Proposta do Governo revolta a Função Pública

O aumento salarial de 0,3% proposto pelo Governo para a Função Pública em 2020, vai garantir um acréscimo líquido anual de 26,25 euros para um trabalhador que ganhe cerca de mil euros por mês, segundo …

Tribunal ordena ao Facebook que reative conta de partido neofascista italiano

Um tribunal de Roma ordenou que o Facebook reativasse a conta do partido italiano neofascista CasaPound, obrigando ainda a rede social a pagar 800 euros por cada dia que a conta esteve desativada. De acordo com …

Franceses não dão tréguas. Greves podem durar até ao Natal

As mobilizações em França contra a reforma dos sistema de pensões, que paralisam vários setores mas sobretudo os transportes públicos, entraram no seu nono dia esta sexta-feira e podem continuar até ao Natal. Os sindicatos de …

Treinadores portugueses dominam provas europeias. Vão 9 a sorteio

Nove treinadores portugueses vão continuar das provas europeias, que incluem a Liga Europa e a Liga dos Campeões. Ao todo, seguem nas competições 48 clubes, que vão ver o seu futuro decidido no sorteio da …

Aumentos da Função Pública. Frente Comum abandona negociações com o Governo (e já pensa em formas de luta)

A Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública abandonou as negociações com o Governo sobre as medidas a incluir no próximo Orçamento do Estado, indignada com os aumentos salariais de 0,3% propostos pelo Executivo. Segundo relatou …

Alphonso Davies. De refugiado no Gana a um dos maiores prodígios da Baviera

Alphonso Davies é um dos maiores talentos do futebol mundial na atualidade. O jogador nasceu num campo de refugiados no Gana e brilha agora nos relvados de Munique. Nascido já no novo milénio, Alphonso Davies é …

Bruxelas deverá aceitar redução do IVA da luz por escalões de consumo

A intenção do Governo de aplicar uma redução do IVA da eletricidade por escalões de consumo deverá ter o aval da Comissão Europeia. A notícia é avançado pelo Jornal de Negócios, que recorda que, em abril, …