Ergueram na Índia um muro para a visita de Trump. Serve para esconder bairros de lata

Divyakant Solanki / EPA

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chegou esta segunda-feira à Índia para uma visita de dois dias que visa aprofundar parcerias.

Donald Trump chegou esta segunda-feira à Índia, para uma visita de apenas dois dias, mas o Governo indiano não quis deixar nada ao acaso. O Taj Mahal está a ser polido para a visita do Presidente dos Estados Unidos e o maior estádio de críquete do mundo vai receber um comício denominado “Namaste Trump“, mas há outros preparativos mais polémicos.

É o caso de um muro, em Ahmedabad, erguido em frente a um bairro de lata e ao longo da estrada próxima ao aeroporto, que Donald Trump irá percorrer. Apesar de as autoridades indianas falarem numa coincidência temporal, os moradores do bairro não estão totalmente convencidos.

“Agora vem aí o país ‘número 1’ e, de acordo com os padrões do ‘número 1’, decidem construir o muro”, disse Vikram Rathod, de 40 anos, um operário que vive no bairro de lata. “Decidiram que os pobres não devem ser vistos.” Segundo o Público, o muro tem um metro e oitenta de altura e 182 metros de comprimento.

Apesar do muro controverso, Donald Trump será recebido entusiasticamente pelos indianos. Narendra Modi, primeiro-ministro indiano, “disse-me que teremos sete milhões de pessoas” ao longo da estrada entre o aeroporto e o estádio, adiantou o próprio Presidente norte-americano.

No entanto, estes números foram recebidos pelos analistas com ceticismo, uma vez que, de acordo com o último censo, em 2011, a cidade de Ahmedabad tinha 5,6 milhões de habitantes. Várias autoridades, entre diplomatas até à polícia de Gujarat, estimaram que a multidão nas ruas não passaria as 5 mil pessoas, “até por razões de segurança”.

A visita de Trump a Gujarat tem como objetivo participar num evento chamado “Namaste Trump” (“Saudações, Trump”), que será realizado num estádio de críquete. A viagem até ao estádio conta agora com o muro, que é visto por muitos como uma forma de bloquear a visão de um bairro de lata onde vivem duas mil pessoas.

Segundo foi noticiado, o muro foi originalmente desenhado para ter cerca de dois metros de altura, mas foi reduzido para 1,2 metros depois de receber críticas de vários quadrantes da sociedade.

Uma responsável do Governo, Bijal Patel, alegou que o muro foi construído “por razões de segurança” e como parte de “uma unidade de embelezamento e limpeza”. Mas vários líderes políticos criticaram a construção do muro, questionando as opções de desenvolvimento de Modi no seu próprio estado.

Modi foi ministro-chefe de Gujarat durante 12 anos antes de se tornar primeiro-ministro do país, em maio de 2014.

A reunião dos dois líderes deverá suavizar a tensão criada nos últimos tempos pelas disputas comerciais, que aumentaram desde que aumentou as taxas sobre aço e alumínio exportados pela Índia e recebeu como resposta um aumento das taxas aos produtos agrícolas vindos dos EUA, além de restrições aos dispositivos médicos norte-americanos.

A visita, a primeira que o Presidente norte-americano faz à Índia desde que foi eleito, também permitirá conquistar dezenas de milhares de eleitores índio-americanos antes das eleições presidenciais dos Estados Unidos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Em Portugal havia sempre as estradas ‘entre muros’ Na Índia é algo novo e mostra que o país está em plena desenvolvimento e para o Trump não é preciso, pois ele tem tunnel-view

  2. Se gastassem dinheiro a melhorar as condições de vida da população. Parece que a Índia gasta milhões na exploração espacial. Deve ser para encherem o espaço de lixo, como fazem no país deles.

RESPONDER

Chama-se Elios, é um drone e vai explorar as profundezas das cavernas de gelo da Gronelândia

Elios é o drone que está a ajudar os investigadores a descobrirem mais sobre os mistérios da Gronelândia. Inserido numa estrutura própria, tem explorado as cavernas de gelo, facilitando assim o acesso a locais mais …

Milhares de pássaros migratórios estão (misteriosamente) a morrer no Novo México

Um elevado número de pássaros migratórios está a morrer em todo o Novo México, numa misteriosa mortalidade em massa que está a preocupar os cientistas. Estima-se que o número de pássaros mortos seja de centenas de …

Crianças inspiram Lego a livrar-se de todas as embalagens de plástico

As peças da Lego podem acabar no oceano durante mais de mil anos, mas os fabricantes dinamarqueses estão a tentar tornar a empresa ecologicamente correta. Na sua última promessa, a Lego vai começar a usar sacos …

Uma cidade chamada "amianto" está a tentar mudar o nome (e a discussão tornou-se tóxica)

Há uma cidade no Canadá chamada Asbesto - um material de construção altamente tóxico. Os habitantes da cidade não estão felizes com este nome, mas a sua mudança também não está a ser fácil. De acordo …

FC Porto 3-1 Braga | Entrada de “dragão”

O FC Porto iniciou a defesa do título nacional com uma vitória importante sobre o Sporting de Braga por 3-1. Os minhotos marcaram primeiro no Dragão, por um ex-portista, mas os descontos do primeiro tempo foram …

Barco navega em forma de coração para agradecer aos habitantes da Nova Escócia

A escuna Bluenose II navegou de forma bastante original no último dia da temporada de 2020. A rota seguida criou a forma de um coração no porto de Lunenburg, na Nova Escócia. De acordo com o …

França bate recorde com 13.498 novos casos. Espanha não vai confinar

A França registou este sábado um recorde diário de casos de covid-19, com 13.498 novos infetados nas últimas 24 horas, anunciou a Agência Nacional de Saúde, acrescentando que, no mesmo período, morreram mais 26 pessoas. No …

Diogo Jota no Liverpool

O Liverpool oficializou hoje a contratação do futebolista internacional Diogo Jota, de 23 anos, num contrato “de longa duração”, sem especificar a duração. A imprensa inglesa tem adiantado que o jogador vai assinar por cinco épocas, …

Companhia aérea australiana oferece voos de 7 horas (para lugar nenhum)

A companhia aérea australiana Qantas anunciou recentemente planos para um voo panorâmico de sete horas que fará um loop gigante em Queensland e Gold Coast, New South Wales e os remotos centros do interior do …

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …