Erdogan diz que Holanda nazi e fascista “vai pagá-las”

unaoc / Flickr

Recep Erdogan, Presidente da Turquia

Recep Erdogan, Presidente da Turquia

O Presidente turco acusou hoje o governo holandês de um comportamento “nazi e fascista” depois da expulsão de uma ministra turca que pretendia realizar uma reunião política, afirmando que este país “pagará o preço”.

Numa alocução em Istambul, Recep Tayyip Erdogan afirmou que o tratamento reservado à ministra e a outros responsáveis turcos na Europa traduziam um aumento “do racismo e do fascismo”.

“Os Países Baixos pagarão o preço”, acrescentou, agradecendo à França ter autorizado a visita do chefe da diplomacia turca, Mevlut Cavusoglu, a este país.

Mevlut Cavusoglu tinha previsto fazer um discurso de campanha na Holanda, no sábado, a favor do alargamento dos poderes constitucionais de Erdogan, mas o governo holandês recusou-lhe a permissão de aterrar no país, o que iniciou uma crise diplomática entre os dois governos.

Também a ministra turca da Família foi expulsa no sábado da Holanda, onde entrou de carro para participar numa reunião política, depois de ter desafiado as autoridades holandesas, que tinham pedido a Ancara para que a ministra não visitasse Roterdão.

Pelo seu lado, o primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, disse hoje que quer “acalmar a tensão” diplomática com a Turquia, mas ameaçou “responder com as medidas adequadas” se as autoridades turcas persistirem na sua atitude perante os Países Baixos.

“Queremos reduzir a crise, mas se os turcos insistem em agudizar a tensão, responderemos adequadamente“, disse o chefe do governo holandês, em plena campanha eleitoral antes das eleições legislativas, previstas para quarta-feira.

Rutte informou que durante a noite falou “oito vezes por telefone” com o seu homólogo turco para tentar “chegar a uma solução de diálogo” com a Turquia.

O ministro turco considerou “totalmente inaceitável” o que se passou no sábado, referindo-se à expulsão da ministra turca da Família, Fatma Betül Sayan Kaya.

A sua presença era indesejável“, disse Rutte, explicando por que a polícia holandesa a tinha escoltado durante a noite até à fronteira com a Alemanha, por onde a ministra turca tinha entrado de carro.

A ministra turca estaria a tentar deslocar-se até ao consulado turco em Roterdão, para uma reunião de apoio ao referendo sobre o reforço dos poderes do presidente, que a Turquia deve realizar a 16 de abril.

Cerca de 400 mil pessoas de origem turca vivem nos Países Baixos. Ancara procura fazer campanha na diáspora turca na Europa antes do escrutínio.

Um milhar de pessoas, sobretudo com dupla nacionalidade, manifestaram-se no sábado à noite em frente ao consulado turco de Roterdão para protestar contra a interdição da entrada da ministra no consulado.

Incidentes opuseram durante a noite manifestantes à polícia holandesa. Segundo os media holandeses, 12 pessoas foram detidas e um policia ficou ferido com uma mão partida.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Cavaco fala em "democracia amordaçada" (e aponta "vergonha" com números da pandemia)

Este sábado, numa participação na Academia de Formação Política das Mulheres Sociais-Democratas, Cavaco Silva deixou duras críticas ao Executivo de António Costa, sublinhando que a pandemia mostrou um "SNS fragilizado por decisões erradas do governo". O …

Remédio contra piolhos está a ser usado contra covid-19. Infarmed e DGS investigam

"Centenas" de doentes de covid-19, em Portugal, têm sido tratados com o antiparasitário Ivermectina que é usado contra piolhos e lombrigas. Há médicos que o prescrevem e que também o tomam a título preventivo, embora …

Sporting bate recorde histórico, mas até o do 6-3 era melhor (quando Amorim não estava "do lado certo")

O Sporting não perde há 22 jogos e bateu o recorde de invencibilidade dos leões em jogos do campeonato que pertencia à equipa de 1981/1982. Um dado que deixa Ruben Amorim orgulhoso, mas o treinador …

"Estou a morrer." Constança luta por um medicamento para se salvar, Infarmed diz que não recebeu pedido do Hospital

Constança Bradell fez um apelo nas redes sociais, numa publicação em que descreve a luta que está a travar contra a fibrose quística. A jovem, de 24 anos, pede a aprovação do medicamento que lhe …

Um século de luta comunista comemorado com 100 ações pelo país

O mais antigo partido político comemora, esta sábado, 100 anos de existência. PCP vai festejar o aniversário com 100 ações pelo país. O PCP assinala, este sábado, os seus 100 anos com 100 ações, em mais …

Relações esfriadas. Moedas consultou Marcelo, mas dispensou conselhos de Passos

Antes de anunciar a sua candidatura a Lisboa, Carlos Moedas consultou Marcelo Rebelo de Sousa e falou com Paulo Portas. Com Pedro Passos Coelho só falou um dia depois de o seu nome ter sido …

Portugal não pode perder o comboio da Europa. Para Marcelo, é hora de aproveitar o novo ciclo

A crise que assolou o nosso país tem de ser aproveitada para "olhar para os problemas estruturais". A mensagem foi deixada pelo Presidente da República, nesta sexta-feira, na conferência de abertura do Festival P, com …

Santana não desiste e admite candidatar-se à Figueira (mesmo à revelia do PSD local)

Pedro Santana Lopes não fecha totalmente a porta e admite vir a candidatar-se à Figueira da Foz como independente. Mesmo que a concelhia do PSD já tenha tomado uma decisão e avance com Pedro Machado, Pedro …

Um Papa na "Terra de Abraão" pela primeira vez na História. Francisco em viagem inédita ao Iraque

Depois de 15 meses em Itália, o Papa Francisco regressou às viagens pastorais com uma visita de quatro dias ao Iraque, uma viagem inédita de um líder da Igreja Católica ao Iraque.  O Papa Francisco desafiou …

Jesus não "perdoa" Vlachodimos pelo erro no dérbi. Vieira já definiu preço para o guardião

O jornal O Jogo escreve este sábado que o treinador do Benfica, Jorge Jesus, ainda não esqueceu o erro do guardião Odysseas Vlachodimos frente ao Sporting, numa partida para o campeonato que acabou com a …