Equipa de Trump acusa Mueller de ter obtido milhares de emails ilegalmente

The White House / Wikimedia

O Procurador Especial do Departamento da Justiça dos EUA, Robert Mueller

O Procurador Especial que investiga a interferência russa nas eleições presidenciais dos EUA em 2016 obteve de forma ilegal “dezenas de milhares de emails”, segundo um advogado da equipa de transição de Donald Trump.

Numa carta enviada aos comités do Congresso e do Senado, o advogado Kory Langhofer, do grupo Trump for America, indica que a equipa de Robert Mueller recebeu ilegalmente os emails relacionados com investigação da agência do governo Administração de Serviços Gerais (GSA).

Segundo o documento, citado pela emissora Fox, entre outros veículos de imprensa norte-americanos, a divulgação desses emails com “informação privilegiada” pode representar uma violação dos seus direitos constitucionais.

O grupo Trump for America utilizou os escritórios, o equipamento e o servidor da GSA no período entre a eleição de Trump, em novembro de 2016, e o início do seu mandato, em janeiro deste ano.

Langhofer afirmou ainda que o escritório de Mueller obteve os registos da GSA apesar de estar “consciente” de que essa agência “não possuía nem controlava os registos em questão” e que “usou amplamente esse material” nas suas investigações.

Segundo o portal Politico, o porta-voz de Mueller, Peter Carr, defendeu o trabalho do Procurador Especial do Departamento da Justiça. “Quando obtivemos emails no curso da nossa investigação criminal, assegurámos o consentimento do proprietário da conta e o processo penal correspondente”, disse.

As fontes familiares com a organização da transição falaram à Associated Press sob condição de anonimato por causa da sensibilidade dos registos, indicando que os materiais incluíam comunicações de mais de uma dúzia de responsáveis seniores do grupo de Trump.

Entre os responsáveis que usaram contas de email deste grupo estava o antigo conselheiro para a segurança nacional, Michael Flynn, que se declarou culpado de uma série de acusações de falsos testemunhos aos agentes do FBI em janeiro e que agora está a cooperar com a investigação de Mueller.

Flynn foi despedido por Trump em fevereiro por enganar responsáveis seniores da administração norte-americana sobre os seus contactos com o embaixador da Rússia nos Estados Unidos.

Mueller está a investigar o alegado conluio do governo da Rússia com a campanha de Trump para influenciar o resultado das eleições presidenciais de novembro de 2016.

Não é ainda claro quão reveladores serão os conteúdos destas contas de email.

ZAP // Lusa / EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Investigadores desenvolvem robô-cientista (e já descobriu um novo catalisador)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Liverpool, no Reino Unido, construiu um robô-cientista móvel inteligente, que realiza experiências sem ajuda humana. O novo robô-cientista toma decisões sozinho e já descobriu um novo catalisador. Segundo a …

Sérgio Figueiredo deixa direção de informação da TVI

Sérgio Figueiredo saiu do cargo de diretor de informação da TVI, anuncia a estação de televisão em comunicado enviado às redações. A cessação de funções é efetiva a partir desta sexta (10) e põe fim a …

Dinamarca lança "passaporte covid-19"

O Governo da Dinamarca lançou o "passaporte covid-19", um documento que atesta que o portador do mesmo não teve um resultado positivo ao novo coronavírus recentemente. Deverá ser utilizado em viagens internas ou externas. De …

Mais oito mortes e 342 novos casos. Mais 305 pessoas dadas como recuperadas

Portugal regista este sábado mais oito mortes por covid-19 e mais 342 casos confirmados em relação a sexta-feira, segundo dados da Direção-Geral de Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico diário da DGS, há 46.221 casos …

Ainda há esperança para os gorilas mais raros do mundo. Foram fotografados com crias

Os gorilas do rio Cross, os mais raros do mundo, foram fotografados na Nigéria com algumas crias, aumentando a esperança para esta espécie de primatas. A fotografias foram divulgadas por uma organização não-governamental nigeriana, a …

"Já sofreu muito". Trump comuta pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comutou a pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone, que foi condenado em fevereiro a 40 meses de prisão, anunciou sexta-feira a Casa Branca. Roger …

Armas, droga, sucata e prostituição financiam neonazis portugueses (mas lucros não vão todos para a causa)

Os grupos neonazis portugueses são "bastante desorganizados" e financiam-se com dinheiro obtido em negócios ilícitos, como o tráfico de armas, de droga e de mulheres para prostituição e a sucata. Mas os ganhos obtidos não …

"Nem de perto nem de longe". DGS não recomenda reabertura de parques infantis

A reabertura de parques infantis não é “nem de perto nem de longe” recomendada pela Direção-Geral de Saúde (DGS), disse a diretora-geral que explicou que as crianças devem brincar no modelo de “bolhas familiares”. “Pela sua …

Pastor presbiteriano é o novo (e quarto) ministro da Educação de Bolsonaro

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, nomeou esta sexta-feira o professor e pastor presbiteriano Milton Ribeiro para ministro da Educação, sucedendo no cargo a Carlos Decotelli, que se demitiu antes de tomar posse. É o quarto ministro …

Pedro Nuno Santos e Medina vão esperar sentados pelo lugar de Costa (mas o ministro já mexe os cordelinhos)

Há dois nomes que começam a ganhar força como possíveis sucessores de António Costa na liderança do PS - Pedro Nuno Santos e Fernando Medina. Mas ainda vão ter que esperar "bastante" por isso, prevê …