Equipa de Trump acusa Mueller de ter obtido milhares de emails ilegalmente

The White House / Wikimedia

O Procurador Especial do Departamento da Justiça dos EUA, Robert Mueller

O Procurador Especial que investiga a interferência russa nas eleições presidenciais dos EUA em 2016 obteve de forma ilegal “dezenas de milhares de emails”, segundo um advogado da equipa de transição de Donald Trump.

Numa carta enviada aos comités do Congresso e do Senado, o advogado Kory Langhofer, do grupo Trump for America, indica que a equipa de Robert Mueller recebeu ilegalmente os emails relacionados com investigação da agência do governo Administração de Serviços Gerais (GSA).

Segundo o documento, citado pela emissora Fox, entre outros veículos de imprensa norte-americanos, a divulgação desses emails com “informação privilegiada” pode representar uma violação dos seus direitos constitucionais.

O grupo Trump for America utilizou os escritórios, o equipamento e o servidor da GSA no período entre a eleição de Trump, em novembro de 2016, e o início do seu mandato, em janeiro deste ano.

Langhofer afirmou ainda que o escritório de Mueller obteve os registos da GSA apesar de estar “consciente” de que essa agência “não possuía nem controlava os registos em questão” e que “usou amplamente esse material” nas suas investigações.

Segundo o portal Politico, o porta-voz de Mueller, Peter Carr, defendeu o trabalho do Procurador Especial do Departamento da Justiça. “Quando obtivemos emails no curso da nossa investigação criminal, assegurámos o consentimento do proprietário da conta e o processo penal correspondente”, disse.

As fontes familiares com a organização da transição falaram à Associated Press sob condição de anonimato por causa da sensibilidade dos registos, indicando que os materiais incluíam comunicações de mais de uma dúzia de responsáveis seniores do grupo de Trump.

Entre os responsáveis que usaram contas de email deste grupo estava o antigo conselheiro para a segurança nacional, Michael Flynn, que se declarou culpado de uma série de acusações de falsos testemunhos aos agentes do FBI em janeiro e que agora está a cooperar com a investigação de Mueller.

Flynn foi despedido por Trump em fevereiro por enganar responsáveis seniores da administração norte-americana sobre os seus contactos com o embaixador da Rússia nos Estados Unidos.

Mueller está a investigar o alegado conluio do governo da Rússia com a campanha de Trump para influenciar o resultado das eleições presidenciais de novembro de 2016.

Não é ainda claro quão reveladores serão os conteúdos destas contas de email.

ZAP // Lusa / EFE

PARTILHAR

RESPONDER

1.º de Maio. CGTP duplica lotação, UGT festeja online com ex-ministros socialistas

As centrais sindicais voltam a estar divididas quanto às comemorações do 1.º de Maio. A CGTP vai organizar dois desfiles e duplicar a concentração na Alameda Dom Afonso Henriques; a UGT cancelou qualquer iniciativa presencial …

"Vice" da bancada do PS contestado por pedir autocrítica do partido sobre Sócrates

Pedro Delgado Alves defendeu que o PS deveria refletir sobre a ação de José Sócrates. O deputado foi contestado por outros dirigentes do grupo parlamentar, nomeadamente Ana Catarina Mendes, que reagiu de forma dura à …

Japão responde à China e garante que derrame de Fukushima será seguro

O vice-primeiro-ministro japonês, Taro Aso, reafirmou esta sexta-feira, em resposta às críticas da China, que a descarga da central nuclear de Fukushima aprovada pelas autoridades japonesas estará dentro dos limites de segurança da água potável. "Estou …

Ninguém quer "a batata quente" do caso Sócrates. Ivo Rosa e Carlos Alexandre com nota máxima

Os juízes Ivo Rosa e Carlos Alexandre foram avaliados com a nota máxima de "Muito Bom" pelo Conselho Superior da Magistratura em inspecções realizadas entre 2013 e 2018, ou seja, abarcando o período da investigação …

João Leão afasta criação de imposto de solidariedade para pagar crise pandémica

O ministro das Finanças, João Leão, argumenta que a criação de um imposto de solidariedade para pagar a crise pandémica não ajudaria nem seria benéfica. Em entrevista ao semanário Expresso, o ministro das Finanças, João Leão, …

Isabel de Castela ficou conhecida por cheirar mal. Novos documentos põem fim aos mitos

A famosa rainha Isabel I de Castela, em Espanha, era conhecida por se lavar pouco e cheirar mal. Contudo, documentos recém-descobertos mostram que possuía uma quantidade enorme de perfumes de grande valor. Isabel I financiou a …

De Cristas aos encontros com Salgado. PS já tem 14 perguntas sobre o Novo Banco para Passos

Depois de Carlos Moedas e Cavaco Silva, o PS já tem perguntas que quer fazer ao ex-primeiro-ministro Pedro Passos Coelho no âmbito da comissão de inquérito ao Novo Banco.  De acordo com o semanário Expresso, o …

Um quarto da população portuguesa tem imunidade à covid-19

O Painel Serológico Longitudinal Covid-19 estima em 27% a taxa de imunidade à covid-19 para a população em Portugal. Até março, 13% da população teria sido infetada Um estudo hoje divulgado estima que 13% da população …

Desconfinamento recua em alguns concelhos e será suspenso noutros. Mas avança no resto do país

O primeiro-ministro, António Costa, fez uma declaração ao país no final da reunião do Conselho de Ministros que aprovou, esta quinta-feira, as medidas para a terceira fase de desconfinamento da pandemia de covid-19. Apesar do Rt …

Pfizer admite que deverá ser necessária uma terceira dose (e ser vacinado anualmente)

O CEO da Pfizer, Albert Bourla, disse que as pessoas vão, “provavelmente”, precisar de uma dose de reforço da vacina contra a covid-19, 12 meses após serem totalmente vacinadas. “Um cenário provável é que haja necessidade …