Números vão piorar. Epidemiologista prevê 200 óbitos e 14 mil novos casos já na próxima semana

Sebastião Moreira / Lusa

O epidemiologista Manuel Carmo Gomes estima que Portugal pode chegar aos 200 óbitos e 14 mil casos diários de covid-19 já na próxima semana.

“Estamos com 12.300 contágios por dia”, avançou em entrevista à SIC Notícias, durante a qual adiantou que haverá cerca de 2.700 casos que não são diagnosticados todos os dias.

Manuel Carmo Gomes estima que Portugal pode registar 14 mil novos casos de covid-19 por volta de dia 24 de janeiro. “Esta estimativa dos 14 mil assume que nós teremos uma desaceleração no aparecimento dos novos casos, como aquela que tivemos na primeira vaga”, em meados de março do ano passado.

Se não se verificar uma desaceleração, Portugal pode chegar aos 16 mil casos diários.

Quanto ao número de mortes, Manuel Carmo Gomes estima que pela mesma altura, isto é, a 24 de janeiro, Portugal registe cerca de 200 óbitos, frisando, contudo que este não será o pico, cuja estimativa aponta para as 220 mortes.

De acordo com o especialista, não é ainda possível prever quando é que ocorrerá o pico de mortes por covid-19. O mesmo se aplica ao máximo de casos registados diariamente – Manuel Carmo Gomes recorda que se fosse aplicado um confinamento igual ao de março, levaria ainda uma semana para se atingir o pico de infeções.

No seu entender, e tendo em conta o que se observou no passado fim-de-semana, o confinamento está ainda longe de ser semelhante ao de março, empurrando os picos associados à doença: “Não foi bom sinal. Não agoira nada de bom”.

O primeiro-ministro, António Costa, ajustou esta segunda-feira, após a reunião extraordinária de Conselho de Ministros, as medidas de restrição para o novo confinamento, que entrou em vigor na passada sexta-feira.

O governante deixou claro que os números vão piorar nos próximos dias e pediu um “sobressalto cívico” para controlar a pandemia de covid-19: “Não podemos estar sempre à espera do outro. Do polícia que nos venha multar, do Governo que nos venha proibir (…) Temos de contar connosco próprios”.

O Conselho de Ministros decidiu, entre outras medidas restritivas, acabar com as vendas ao postigo, limitar os horários de funcionamento de todos estabelecimentos e proibir a circulação entre concelhos aos fins-de-semana.

Portugal contabilizou esta segunda-feira 167 mortes, um novo máximo de óbitos em 24 horas relacionados com a covid-19, e 6.702 novos casos de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o boletim epidemiológico da DGS, Portugal ultrapassou os nove mil mortos relacionados com a covid-19, desde o início da pandemia, em março de 2020, ao serem contabilizadas 9.028 mortes, e um total de 556.503 infeções pelo vírus SARS-CoV-2.

O boletim revela também que foram ultrapassados os cinco mil internamentos hospitalares por covid-19, encontrando-se 5.165 pessoas internadas, mais 276 do que no domingo, das quais 664 em unidades de cuidados intensivos, ou seja, mais 17, dois valores que representam novos máximos da fase pandémica.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Em apenas três anos, a Austrália perdeu um terço dos seus coalas

A seca, os incêndios florestais e a desflorestação na Austrália levaram o país a perder um terço dos seus coalas nos últimos três anos. A Austrália perdeu cerca de 30% dos seus coalas nos últimos …

Há modelos matemáticos que preveem se uma música vai ser viral — os mesmos utilizados com a covid-19

O uso de modelos matemáticos para antecipar o nível de sucesso de uma música pode começar a ser usado, a partir da publicação do presente estudo, por artistas e editoras para melhorar o desempenho dos …

Alemanha. Funcionário de posto de combustível abatido a tiro por cliente que se recusou a usar máscara

Um homem de 49 anos matou um funcionário de um posto de combustível na Alemanha, após tentar comprar cerveja sem utilizar a máscara. No país, o uso deste equipamento de proteção é obrigatório para entrar …

Um violino gigante flutuou no Grande Canal de Veneza (ao som de Vivaldi)

No passado fim de semana, um violino gigante, com quase 12 metros de comprimento, desceu o Grande Canal de Veneza. A bordo estava um quarteto de cordas, que tocou Four Seasons de Vivaldi. O Noah's Violin …

Assembleia de credores aprova recuperação da Groundforce

Esta quarta-feira, os credores da Groundforce aprovaram a recuperação da empresa. Em causa está uma dívida de 154 milhões de euros. Os credores da Groundforce, reunidos esta quarta-feira em assembleia de credores, no tribunal de Monsanto, …

Europeus acreditam numa "guerra fria" entre os EUA e a China e Rússia

A maioria dos cidadãos da União Europeia (UE), 62%, considera que os Estados Unidos (EUA), com apoio das instituições comunitárias, estão numa nova "guerra fria" com a China, mas recusam envolvimento nacional, revelou um inquérito …

Desenho de Van Gogh esteve guardado mais de 100 anos. Agora, é exibido pela primeira vez

O Museu de Amesterdão, nos Países Baixos, ganhou um novo inquilino: Study for 'Worn Out', um desenho recém-descoberto de Vincent van Gogh. O holandês Vincent van Gogh ainda continua a impressionar o mundo inteiro com a …

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …