Cientistas criaram acidentalmente uma enzima mutante que come plástico

Dennis Schroeder / NREL

Imagem de microscopia electrónica da enzima descoberta no NREL

Acidentalmente, uma equipa de cientistas descobriu uma substância capaz de decompor o polímero usado no fabrico de garrafas de água.

A versão natural da enzima que come plástico foi identificada em 2016, num centro de reciclagem no Japão. Mas os cientistas da Universidade britânica de Portsmouth e do Laboratório do Departamento Norte-Americano de Energias Renováveis, NREL, conseguiram melhorar acidentalmente a enzima.

Os cientistas foram alterando-a, de modo a observar a sua evolução. Neste processo, a equipa apercebeu-se de que tinha conseguido tornar a enzima ainda mais eficaz na decomposição do polímero comummente utilizado nas garrafas de plástico.

Ao The Guardian, John McGeehan, professor da Universidade de Portsmouth, disse que os responsáveis pela investigação ficaram “em choque” quando se aperceberam do que tinham criado. Esta é “uma grande descoberta”, comentou.

No estudo, recentemente publicado na Proceedings of the Natural Academy of Sciences, os cientistas explicam que a enzima – Ideonella sakaiensis 201-F6 – consegue digerir polietileno tereftalato, ou PET, o polímero termoplástico usado em milhões de garrafas e outros recipientes.

O PET foi desenvolvido nos anos 40 e, embora pareça muito tempo, em termos evolucionários é um polímero muito recente. Mas a enzima consegue, também, decompor o seus substituto biológico, o polietileno furandicarboxilato ou PEF.

Dennis Schroeder / NREL

Enzima Ideonella sakaiensis 201-F6

“Esperávamos determinar a sua estrutura para auxiliar na criação de proteínas mas acabamos por dar um passo em frente e acidentalmente desenvolvemos uma enzima com um melhor desempenho na digestão destes plásticos”, afirmou o diretor da investigação no NREL, Gregg Beckham, citado pela RTP.

A equipa considera o melhoramento modesto. No entanto, esta descoberta inesperada sugere que é possível melhorar ainda mais estas enzimas, aproximando os cientistas de uma “solução de reciclagem para a a pilha de plásticos descartados que cresce constantemente”, disse McGeehan.

Esta descoberta pode mesmo revelar-se um dos grandes desenvolvimentos do nosso século, já que deverá reduzir a quantidade de plástico que polui o ambiente.

Além disso, explica o cientista, “estamos à espera de usar esta enzima para decompor o plástico nos seus componentes originais, para podermos, literalmente, reciclar e transformar de volta em plástico. Isso significa que não precisaremos de envolver mais petróleo“.

Isto significa que uma garrafa de água velha poderá voltar a ser uma garrafa de água nova, algo que, até agora, não era possível. Normalmente, as garrafas de plástico recicladas são transformadas em fibras para vestuário e outros têxteis.

Em comunicado, a Universidade de Portsmouth destaca que a descoberta abre a porta a soluções de reciclagem para milhões de toneladas de garrafas feitas de PET e PEF. O NREL sublinha a urgência da investigação, alertando para os oito milhões de toneladas métricas que entram todos os anos nos oceanos, criando ilhas flutuantes de lixo.

Em cada minuto são vendidas, em todo o mundo, mais de um milhão de garrafas de plástico. No entanto, apenas 14% são recicladas.

PARTILHAR

RESPONDER

Durão Barroso defende coronabonds (mas a prioridade é outra)

Em entrevista à SIC Notícias, Durão Barroso concordou com a criação dos ​​​​​​​coronabonds, mas defendeu que a prioridade é resolver "a crise humanitária". Durão Barroso considerou, em entrevista à SIC Notícias, que as instituições europeias têm …

Do empréstimo milionário à nacionalização. As soluções da TAP para resistir à crise

A TAP está a enfrentar uma das suas piores crises, face à pandemia de covid-19, e há várias soluções em cima da mesa, desde um empréstimo com aval do Estado à nacionalização da empresa. Para fazer …

"Matem-nos". Presidente das Filipinas autoriza disparos contra quem violar quarentena

O Presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, ordenou aos agentes da polícia e aos militares que disparem sobre qualquer pessoa que esteja a causar "problemas" durante o isolamento obrigatório, decretado devido à da pandemia de Covid-19. De …

Há mais de nove mil casos de covid-19 em Portugal. Número de recuperados sobe para 68

Um mês desde o primeiro teste positivo confirmado do novo coronavírus no país, Portugal tem um total de 9.034 casos confirmados de Covid-19, segundo o Relatório da Direção Geral da Saúde sobre a situação epidemiológica …

Ramalho Eanes: "Nós, os velhos, se for necessário oferecemos o nosso ventilador"

O antigo Presidente da República apelou aos mais "velhos", como ele, para darem o exemplo neste combate ao coronavírus, caso Portugal passe por uma situação semelhante à de Itália ou Espanha. Em entrevista à RTP, o …

"Profundamente preocupados". 13 países enviam recado a Viktor Orbán

Portugal e mais 12 países, entre os quais França, Bélgica e Espanha, garantiram, numa declarações conjunta, que apoiam a iniciativa da Comissão Europeia para verificar se as medidas de emergência implementadas respeitam os valores europeus. Os …

Da gripezinha ao "problema mundial". Bolsonaro fala com Trump e anuncia mais medidas

Jair Bolsonaro mudou de tom. Esta quarta-feira, o Presidente brasileiro anunciou um novo pacote financeiro de apoio a medidas para "manutenção de empregos", uma das suas maiores preocupações diante da pandemia de covid-19. O Presidente brasileiro, …

Bale não abdica de salário milionário e quer ficar em Madrid

Bale vai rejeitar todas as propostas que receber para sair do Real Madrid no final da temporada. O jogador não aceita uma redução do seu salário de 19 milhões de euros anuais. Gareth Bale não tem …

"Abuso da força é recorrente". Imprensa ucraniana levanta suspeitas sobre o SEF no aeroporto de Lisboa

A imprensa ucraniana tem estado a dar grande destaque à morte de Igor Homenyuk nas instalações do aeroporto de Lisboa. Em causa está a morte de um cidadão ucraniano que desembarcou no aeroporto de Lisboa, com …

Benfica pagou 34,2 milhões em comissões a intermediários. Sporting gastou metade

Entre os clubes portugueses, o Benfica foi quem mais gastou em comissões a intermediários. O FC Porto gastou 23,7 milhões de euros e o Sporting CP desembolsou 15,9 milhões. O SL Benfica foi o clube português …