Entrega do Nobel marcada por relato comovente de sobrevivente de Hiroshima

Berit Roald / EPA

A prémio Nobel da Paz, Setsuko Thurlow (ao centro) com a diretora da ICAN, Beatrice Fihn

A cerimónia de entrega do Nobel da Paz, em Oslo, teve este ano o relato de Setsuko Thurlow, que sobreviveu à bomba nuclear lançada contra Hiroshima, e que define armas nucleares como “mal extremo”.

A ICAN, Campanha Internacional pela Abolição de Armas Nucleares, recebeu este domingo o Prêmio Nobel da Paz em Oslo, e apelou às potências nucleares que se juntem ao tratado de proibição destas armas – para acabar com essa “ameaça” para a humanidade.

Representamos a única escolha racional, representamos os que se recusam aceitar as armas nucleares como um elemento do mundo. A nossa é a única realidade possível, a alternativa é impensável”, disse a directora-executiva da ICAN, Beatrice Fihn.

Fihn alertou que o risco de que estas armas sejam usadas é maior agora do que era no fim da Guerra Fria, devido à existência de mais países com arsenais nucleares, mais terroristas e de uma guerra cibernética latente.

Diante da “aceitação cega” e da negação do perigo dessas armas, Fihn pediu que se reivindique “a liberdade de não viver nossas vidas como reféns de uma aniquilação iminente” e sustentou que a ICAN é “a voz da humanidade” que pede o seu desaparecimento.

Fihn recebeu o Nobel numa cerimónia emotiva, ao lado de Setsuko Thurlow, de 85 anos, sobrevivente da bomba atómica lançada em 1945 pelos Estados Unidos sobre Hiroshima, no Japão. Thurlow definiu as armas nucleares como “o mal extremo” e usou a sua experiência para pedir o fim de uma “loucura” intolerável.

Thurlow emocionou o auditório, no qual havia mais sobreviventes de testes e ataques nucleares, relembrando a procissão de figuras fantasmagóricas, pessoas com a carne e os intestinos pendurados, com as órbitas dos olhos nas suas mãos e o cheiro de carne queimada.

A sobrevivente japonesa relatou a “lembrança viva” do bombardeamento, a sensação de “flutuar no ar”, o colapso da sua escola, os gritos dos seus companheiros e do seu sobrinho Eiji, de quatro anos, convertido num “pedaço fundido de carne” que continuou a pedir água até morrer.

“Enquanto saía, arrastando-me, as ruínas ardiam. A maioria dos meus colegas de turma morreram, foram queimados vivos. Vi à minha volta uma devastação total, inimaginável”, relatou Thurlow.

A sua cidade natal – e com ela familiares e 351 colegas de escola – foi apagada, e nos anos seguintes milhares de pessoas morreram devido às consequências da radiação, “que ainda hoje continua a matar”.

Thurlow criticou o “mito” de que as de Hiroshima e Nagasaki foram “bombas boas” que acabaram com uma “guerra justa” e culpa-as pela “desastrosa corrida armamentista”.

Berit Roald / EPA

A prémio Nobel da Paz, Setsuko Thurlow, com a diretora da ICAN, Beatrice Fihn

O prémio Nobel é distribuído em seis categorias. Na tarde deste domingo, o rei Carlos Gustavo, da Suécia, entregou em Estocolmo os prémios aos laureados nos campos da Medicina, Física, Química, Economia e Literatura. Cada prémio é dotado com 945 mil euros.

ZAP // Deutsche Welle / EFE

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. E não disse nada sobre o “mal extremo” que os japoneses espalharam pela região, tendo inclusivamente invadido Timor a 2 de Fevereiro de 1942?!!
    Claro que foi uma guerra “justa” e, se tivessem limpado o Japão do mapa, teriam toda a razão para isso, pois o que o Japão fez aos países vizinhos (sem qualquer razão!!) foi do pior que está documentado até aos dias de hoje!…

RESPONDER

Feira do Livro do Porto partilha recandidatura de Moreira. "Foi erro de funcionária"

A câmara do Porto explicou que a partilha do ‘post’ sobre a recandidatura de Rui Moreira feita este domingo na página de Facebook da “Feira do Livro do Porto” se deveu a “erro de uma …

Emma, uma pequena rinoceronte, viajou para o Japão para encontrar o amor

Uma pequena rinoceronte branca de cinco anos viajou de Taiwan para o Japão. Tudo para encontrar o amor. Tal como muitos humanos, os planos de viagem de Emma acabaram por ter de ser adiados devido ao …

Países Baixos 3-2 Ucrânia | Futebol espectáculo em Amesterdão

Os Países Baixos, campeões em 1988, derrotaram hoje a Ucrânia, por 3-2, em jogo da primeira jornada do Grupo C do Euro2020 de futebol, disputado em Amesterdão. Os Países Baixos estiveram a ganhar por 2-0, com …

Esta pequena ilha nas Caraíbas já não tem restrições (e está a oferecer noites em hotéis)

A ilha de Curaçao está a suspender todas as restrições que foram implementadas no âmbito da pandemia de covid-19 e para comemorar está a oferecer estadias em hotéis para os turistas. Curaçao, um território holandês que …

10 estrangeiros do Benfica já jogaram em Europeus (duas estreias na mesma tarde)

Num espaço de seis horas, Seferović e Vertonghen juntaram-se à lista restrita. É um pouco extensa a lista de futebolistas portugueses que jogaram a fase final de um Europeu enquanto tinham contrato com o Benfica. Portugal participou …

"Clara desconexão". Empresas ganham milhões com o consumo de álcool por menores

Os jovens menores de idade consumiram 8,6% das bebidas alcoólicas vendidas em 2016, o que representa lucros de cerca de 17,5 mil milhões de dólares para as empresas. Os produtos das empresas AB Inbev, MillerCoors e …

Após 12 anos de Netanyahu no poder, Israel tem um novo primeiro-ministro

O Parlamento de Israel aprovou, este domingo, o Governo de coligação do novo primeiro-ministro Naftali Bennett, que sucede a Benjamin Netanyahu, que esteve no poder cerca de 12 anos. Dos 119 deputados presentes, de um Parlamento …

Áustria 3-1 Macedónia do Norte | Banco austríaco vale triunfo inédito

A Áustria estreou-se, este domingo, com um triunfo sobre a Macedónia do Norte, por 3-1, no Euro2020, no primeiro jogo do Grupo C da competição, disputado em Bucareste. Stefan Lainer (18 minutos), Michael Gregoritsch (78) e …

Facebook restringe conta de André Ventura

A rede social decidiu restringir, durante 24 horas, a conta do presidente e deputado único do Chega, após terem sido denunciadas duas publicações. De acordo com o Correio da Manhã, denúncias em duas publicações feitas por …

Com parecer desfavorável, arraial da IL juntou centenas (e fez mira a adversários)

A Iniciativa Liberal organizou, este sábado, apesar do parecer desfavorável das autoridades de saúde, um arraial comício, onde se juntaram centenas de pessoas, para dar "esperança" a Lisboa e mostrar que "não há impossíveis". No seu …