Ensino Superior: 90% dos 42 mil candidatos colocados na 1.ª fase

Marcos Santos / USP Imagens

-

Quase 90% dos mais de 42 mil candidatos a um lugar no ensino superior público conseguiram colocação nas universidades e politécnicos na 1.ª fase do concurso, mas menos alunos do que em 2013 conseguiram ficar na 1.ªopção.

De acordo com a informação divulgada pela Direção-Geral do Ensino Superior (DGES), este ano conseguiram lugar nas universidades e politécnicos 37.778 candidatos, apenas mais 363 do que os estudantes colocados na 1.ª fase do concurso de acesso em 2013, apesar do aumento do número de candidatos.

Por ocupar ficaram 13.168 lugares, menos 1.008 do que em 2013.

Em termos percentuais, em 2014 conseguiram colocação 89% dos candidatos. Em 2013 tinham entrado no ensino superior 93%.

Em 2014, ano em que o número de candidatos aumentou pela primeira vez desde 2008 – houve mais 1.989 candidatos (42.408 no total) do que em 2013 (40.419) –, aumentou também o número de colocados na 1.ª fase em relação ao ano anterior, ainda que de forma ligeira.

Quanto aos candidatos colocados na 1.ª opção, em 2014 registou-se uma quebra, com pouco mais de metade (54,4%) dos candidatos a terem uma nota média suficientemente alta para entrar no curso da sua preferência, contra os 60% em 2013.

Este ano são menos de 15% (12,2%) os candidatos colocados que não entraram numa das suas três primeiras preferências, mas, ainda assim, acima dos 9% do ano passado.

Das 50.820 vagas a concurso, 28.367 estavam disponíveis nas universidades e 22.453 nos politécnicos.

Enquanto nas universidades a procura superou a oferta, com mais de 30 mil candidatos a terem como primeira opção um curso nestas instituições, nos politécnicos a procura em 1.ª opção foi cerca de metade do total de vagas disponíveis, mas acima da procura registada em 2013.

O ligeiro aumento da procura dos politécnicos traduziu-se numa maior percentagem de vagas ocupadas na 1.ª fase (58% em 2014 contra 55% em 2013) e num menor número de vagas sobrantes: 9.380 lugares ficaram por ocupar nos politécnicos este ano, menos 905 do que os 10.285 que ficaram vagos em 2013.

Quanto às universidades, 87% dos lugares ficaram ocupados na 1.ª fase, sobrando 3.788 vagas, praticamente o mesmo número do que em 2013, quando ficaram por ocupar 3.891 vagas.

No total, na 1.ª fase de acesso conseguiram colocação nas universidades 24.645 candidatos. Nos politécnicos foram 13.133.

O número de colocados, quer nas universidades, quer nos politécnicos, com origem no ensino profissional aumentou 18% em 2014 face ao ano anterior, com 1.691 alunos colocados, contra os 1.431 de 2013.

Os 1.691 alunos do ensino profissional ficaram colocados maioritariamente nos politécnicos com 1.074 vagas ocupadas, o que representa um crescimento de 20% quando comparado com o ano anterior. Os 617 colocados nas universidades representam um crescimento de 16% face a 2013.

Os números de acesso à primeira fase do concurso estão disponíveis no site da DGES.

A 2.ª fase de acesso ao ensino superior inicia-se às 00:01 de segunda-feira, através do mesmo site.

Para a 2.ª fase, que decorre até 19 de setembro, ficam disponíveis as vagas não ocupadas na 1.ª fase e aquelas em que não se concretizou a matrícula dos alunos colocados.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Jogos de Portugal no Euro 2020 terão público

Os jogos da seleção portuguesa de futebol na fase de grupos do Euro2020 vão disputar-se, tal como inicialmente previsto, em Munique e Budapeste, com público, anunciou esta sexta-feira a UEFA, após alterar locais da competição. Assim, …

EUA. Homem que detonou bomba no metro em 2017 condenado a prisão perpétua

O autor do ataque à bomba na estação de metro perto de Times Square, em Nova Iorque, nos Estados Unidos (EUA), em dezembro de 2017, foi na quinta-feira condenado a prisão perpétua. Segundo revelou o New …

Bruxelas aprova auxílio intercalar de 462 milhões de euros à TAP

A Comissão Europeia aprovou, esta sexta-feira, um auxílio estatal intercalar de Portugal à TAP, no valor de 462 milhões de euros, para compensar prejuízos devido à pandemia de covid-19. "A Comissão Europeia considera que a medida …

Da despromoção ao ataque dos adeptos. Jogadores do Schalke ponderam não jogar mais esta época

Após a despromoção histórica da equipa, os jogadores foram atacados pelos adeptos nas imediações do estádio. Agora, alguns ponderam não voltar a jogar esta época. Esta semana confirmou-se a despromoção do Schalke 04 à segunda divisão …

Funcionária da polícia esfaqueada mortalmente em França. Agressor abatido

Uma funcionária da polícia francesa morreu, esta sexta-feira, após ter sido esfaqueada por um homem, que foi morto a tiro durante a sua detenção, informaram as autoridades. A polícia identificou o agressor como um tunisino de …

EMA defende administração da segunda dose da vacina da AstraZeneca

A Agência Europeia do Medicamento (EMA) defendeu, esta sexta-feira, a administração da segunda dose da vacina da AstraZeneca, mesmo com os riscos associados à possibilidade de ocorrência de coágulos sanguíneos. O diretor executivo adjunto da EMA, …

Ex-diretor da PJM sentiu-se "desconsiderado" com retirada de investigação de Tancos

O ex-diretor da PJ Militar disse, esta quinta-feira, ter-se sentido "desconsiderado" com a decisão da ex-PGR de afastá-lo da investigação do furto de armamento de Tancos e rejeitou o envolvimento de uma organização terrorista …

Hackers russos tentam extorquir 50 milhões de dólares à Apple

Um grupo de piratas informáticos radicados na Rússia exigiu à Apple 50 milhões de dólares (mais de 41 milhões de euros) para evitar a divulgação de informações sobre os próximos modelos do MacBook. A informação é …

Vacinação no Superior. Há professores que estão a recusar dar aulas presenciais

Há professores do Ensino Superior que estão a recusar dar aulas presenciais enquanto não forem vacinados contra a covid-19, tal como está a acontecer com os docentes e não docentes de outros níveis de ensino. O …

Viseu está orfã do projeto de Almeida Henriques. Movimento pede a Jorge Sobrado que avance

A morte de Almeida Henriques deixou Viseu "orfã". Cerca de duas dezenas de personalidades subscreveram uma carta aberta pedindo ao ex-vereador da Cultura Jorge Sobrado que se envolva no debate autárquico. Em declarações ao Público, Jorge …