Ensaio clínico de anticorpos controla VIH durante meses após tratamento

(dr) Alexey Kashpersky

Conceito artístico do VIH criado pelo designer ucraniano Alexey Kashpersky

Uma geração de anticorpos amplamente neutralizantes fornece agora uma nova abordagem para tratar a infeção pelo VIH. Uma equipa de cientistas investigou o impacto da combinação desses anticorpos em pacientes infetados pelo vírus e os resultados foram animadores.

O VIH não pode ser completamente curado. Mas, em vez disso, pode ser tratado com medicação de terapia anti-retroviral (ART). Todavia, nesta solução improvisada reside um problema: se um paciente não se sujeitar a essa rotina rígida de medicação, o vírus pode ressurgir.

Agora, novos ensaios clínicos realizados em humanos mostraram que medicação baseada em dois anticorpos encontrados naturalmente em algumas pessoas podem “esconder” o VIH durante meses a fio, adianta o New Atlas esta segunda-feira.

Estes anticorpos foram identificados, pela primeira vez, quando os cientistas estudaram a forma como certas pessoas parecem defender-se naturalmente (e com sucesso) contra o VIH. Nessas pessoas, os investigadores a Universidade Rockefeller identificaram dois anticorpos – conhecidos como o 3BNC117 e o 10-1074 – que estimulam o sistema imunológico a combater a infeção, atacando certas proteínas na superfície do vírus.

De forma a imitar o efeito destes anticorpos, foram desenvolvidos medicamentos no passado, chamados anticorpos neutralizantes (bNAbs), mas a sua eficácia ficou aquém do esperado. No entanto, os cientistas explicam que este fármaco foi desenvolvido tendo por base apenas um desses anticorpos.

Desta forma, para remediar a situação, os cientistas da Universidade de Rockefeller decidiram desenvolver medicação de bNAb que combinam 3BNC117 e 10-1074, que funciona de diferentes maneiras no corpo humano.

Depois de um primeiro teste que se mostrou muito promissor em animais, os investigadores decidiram avançar para os testes clínicos em humanos. O primeiro envolveu nove participantes que tinham versões do vírus muito vulneráveis a ambos os anticorpos.

Os pacientes interromperam os seus tratamentos e receberam três transfusões de medicação bNAbs com três semanas de intervalo. Os cientistas descobriram que o novo tratamento “adormece” o VIH durante 21 semanas, em média, e nos casos mais eficazes, durante cerca de seis meses.

A equipa adianta ainda que o vírus não desenvolveu resistência ao tratamento em nenhum dos pacientes, e o pior efeito colateral verificado foi uma leve fadiga.

Já no segundo ensaio clínico, a equipa realizou um teste semelhante em sete pacientes com VIH virémico, o que significa que o vírus estava ainda a circular ativamente pela corrente sanguínea. O tratamento com bNAb também funcionou, mantendo o vírus sob controlo durante cerca de três meses.

Ainda que este tratamento pareça promissor, os cientistas sublinham que estes anticorpos específicos não serão eficazes em todas as cepas do VIH. Desta forma, esta técnica pode ser adaptada de forma a poderem ser usados diferentes bNAbs para direcionar diferentes versões do vírus.

Se este tratamento resultar, os cientistas afirmam que poderá ajudar a manter o vírus sob controlo, libertando os pacientes da obrigação de terem de tomar um medicamento todos os dias.

Os dois estudos foram publicados recentemente na Nature e na Nature Medicine.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Idosos que dormem menos de 5 horas têm o dobro do risco de sofrer de demência

Os idosos que dormem menos de cinco horas por noite têm o dobro do risco de sofrer de demência, sugere uma nova investigação. Os resultados são de uma equipa de cientistas do Brigham and Women's …

ROUGHIE. Planador subaquático observa silenciosamente os mares (sem perturbar a vida selvagem)

Os veículos subaquáticos autónomos tornaram-se ferramentas versáteis para explorar os mares. Porém, estas ferramentas podem ser prejudiciais para o meio ambiente ou ter problemas em movimentar-se em espaços confinados. Uma equipa de investigadores da Purdue University, …

Igreja cipriota pede que a música "demoníaca" da Eurovisão seja cancelada. Governo rejeita

El Diablo foi a canção escolhida para representar o Chipre no festival da Eurovisão, que terá lugar em Roterdão, em maio. A música cipriota da Eurovisão está a causar polémica. A Igreja Ortodoxa do Chipre pediu, …

Cientistas propõem que indústria da moda pague "royalties" pelo padrão leopardo

Cientistas de Oxford, no Reino Unido, propõem que a indústria da moda comece a pagar royalties pelo uso do padrão que imita a pele de leopardo, para tentar ajudar a reverter o declínio deste felino. "O …

André Ventura foi reeleito presidente do Chega com 97,3% (e deixou recados ao PSD)

André Ventura foi reeleito este sábado, com 97,3% dos votos nas eleições internas para a presidência do Chega. O presidente demissionário do Chega foi reeleito este sábado com 97,3% dos votos, percentagem que considerou legitimá-lo para …

Uma das maiores camas do céu. JetBlue revela a nova classe executiva do Airbus A321neo

Uma das maiores camas no céu deverá estrear dentro de alguns meses, quando a JetBlue começar a voar com os seus A321neo de Boston e Nova Iorque a Londres. No dia 26 de fevereiro, a norte-americana …

Putin diz que Internet pode destruir a sociedade se não for regida pela moral

 Internet pode destruir a sociedade a partir se não não for regida por valores e leis da moral, considerou Vladimir Putin. O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, advertiu que a Internet pode destruir a sociedade a …

China torna-se o primeiro país do mundo a ter mais de mil multimilionários

A China tornou-se o primeiro país do mundo a ultrapassar a marca dos mil multimilionários, tendo neste momento um total de 1058 pessoas que têm a sorte de poder fazer parte desse grupo restrito. De acordo …

Gil Vicente 0-2 Porto | Vida fácil para o “dragão” em Barcelos

O FC Porto venceu o Gil Vicente em Barcelos, por 2-0. Pepe e Corona saíram ao intervalo com problemas físicos. O Porto foi a Barcelos conquistar três pontos de forma tranquila, perante um Gil Vicente que …

Na Índia, o comércio ilegal de burros está a crescer. A sua carne é considerada afrodisíaca

Viagra? Não, a população do estado de Andhra Pradesh, na Índia, tem um novo método para aumentar o desejo sexual: carne de burro. Esta crença está a fazer com que o comércio ilegal de carne …