Enfermeiros ameaçados de despedimento vendem doces para o Ministério

fotlo:  jait214 / flickr

fotlo: jait214 / flickr

Um grupo de enfermeiros vai, esta segunda-feira, montar uma banca com doces à porta do Ministério da Saúde e vendê-los para angariar dinheiro para a tutela, em protesto contra o despedimento de 40 profissionais no Centro Hospitalar do Oeste (CHO).

“Vamos promover uma feira de Natal com venda de doces frente ao Ministério da Saúde para simbolicamente angariar verbas”, afirmou à agência Lusa Rui Marroni, dirigente do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses.

“Queremos reforçar o orçamento da tutela para manter os enfermeiros, que estão ameaçados de despedimento e que fazem falta às populações”, sublinhou.

A ação de protesto encontra-se no âmbito de outras manifestações e após as garantias ao Ministro da Saúde de que não iria despedir enfermeiros no país, “enquanto o CHO chegue uma orientação contrária”.

Trinta enfermeiros subcontratados nos hospitais de Caldas da Rainha e Torres Vedras serão despedidos até ao final do ano e 10 serão aposentados até março de 2014, sem serem substituídos.

Para o sindicato, a “redução vai afetar os serviços e aumentar os riscos para os doentes”, mas a administração do CHO argumentou que, “com o aumento de 35 para 40 horas, foram reavaliadas as necessidades e 60 enfermeiros são desnecessários”, mas destes apenas 30 vão ser despedidos.

A justificação não convence o sindicato, para quem não só os enfermeiros subcontratados não podem fazer 40 horas semanais, por não estarem afetos à função pública.

Além disso, “há três mil dias de folga em dívida para tirarem, o que revela a falta de enfermeiros para serem substituídos nesses dias”.

“Essas folgas começaram a ser acumuladas desde 2005 e a situação já devia ter sido resolvida. Apesar do novo horário semanal ter entrado em vigor em outubro, só vamos reduzir em janeiro os enfermeiros precisamente para reduzir essa bolsa de folgas”, esclareceu o administrador Carlos Sá, estimando que deverão ser recuperados 2000 dias até ao final do ano e 2500 até março.

Dos 550 enfermeiros que trabalham nos hospitais de Caldas da Rainha, Peniche e Torres Vedras, 140 possuem vínculos precários, dos quais metade é subcontratada e outra metade tem contratos a termo certo.

A área de influência do CHO abrange as populações das Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça (freguesias de Alfeizerão, Benedita e São Martinho do Porto) e de Mafra (com exceção das freguesias de Malveira, Milharado, Santo Estevão das Galés e Venda do Pinheiro), servindo mais de 292.500 pessoas.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Hong Kong. Deputados pró-democracia forçam Carrie Lam a discursar à porta fechada

A chefe do Executivo de Hong Kong foi esta quarta-feira obrigada a discursar à porta fechada, depois ter sido impedida de falar no parlamento por deputados pró-democracia, que exibiram cartazes e projetaram um vídeo. O discurso …

CP recebeu injeções de 1800 milhões de euros do Estado nos últimos três anos

Nos últimos três anos, o Estado fez 17 operações de reforço de capital na CP, na ordem dos 1,8 mil milhões de euros. Estes serviram principalmente para pagar dívidas da empresa a privados e ao …

Imposto Mortágua foi aplicado a 75 mil contribuintes

O novo escalão do Adicional ao IMI, que prevê a aplicação de uma taxa de 1,5% sobre o valor patrimonial dos imóveis que ultrapasse os dois milhões, chegou a 331 contribuintes. Ao todo, o imposto …

Preço da luz vai descer 18 cêntimos no mercado regulado

Os preços da eletricidade no mercado regulado vão voltar a descer em 2020, segundo a proposta avançada esta terça-feira pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE). Esta terça-feira, a ERSE propôs uma atualização em baixa de …

Portugal teve perdas fiscais de 900 milhões de euros por menor tributação do gasóleo

A tributação ao gasóleo é mais baixa do que os impostos à gasolina. A diferença entre os dois combustíveis leva a perdas de 900 milhões de euros ao Estado. Quem abastece um carro a gasóleo na …

Dulce Neto é a primeira mulher a presidir a um Supremo Tribunal português

A juíza conselheira toma posse, esta quarta-feira, como presidente do Supremo Tribunal Administrativo (STA), tornando-se na primeira mulher a ocupar o lugar cimeiro de um supremo tribunal em Portugal. Dulce Neto, de 58 anos, foi eleita …

Défice zero e mais crescimento. Previsões de Centeno para o OE2020 são de "elevado risco"

O Governo faz uma revisão das metas para 2020 no esboço do Orçamento de Estado para o próximo ano que enviou à Comissão Europeia, prevendo um aumento do crescimento económico e um saldo orçamental equilibrado, …

Conselho nacional do PSD pode ser atirado para novembro. Apoios a Rio e Montenegro equilibrados

Rui Rio mantém o silêncio sobre uma recandidatura a líder do PSD, o que está a ser visto como um condicionamento do partido, tendo também nas suas mãos o calendário interno. O conselho nacional para …

Varandas quer vender já em janeiro (e há três nomes em cima da mesa)

O Sporting deverá vender um jogador já no próximo mercado de transferências em janeiro. O dinheiro será destinado a renovações e a trazer um novo reforço para o ataque. Frederico Varandas continua a sua saga para …

Médicos, enfermeiros e professores lamentam recondução de ministros

Médicos, enfermeiros e professores lamentaram a recondução de ministros na pasta da Saúde, Educação e das Finanças, reagindo assim à constituição do novo Governo entregue em Belém pelo primeiro-ministro indigitado, António Costa. O secretário-geral do …