Enfermeira não ganhou Guinness porque não correu maratona de saia

Uma enfermeira britânica tornou-se a mais rápida do mundo a terminar uma maratona com o uniforme que usa no trabalho, mas não recebeu o prémio Guinness por não ter usado a farda branca com saia tradicionalmente associada à profissão.

A denúncia foi feita pela própria atleta nas redes sociais. Jessica Anderson, enfermeira do Royal Hospital, em Londres, fez a maratona da cidade no domingo da semana passada vestindo a roupa que usava no trabalho, conta a CNN.

Segundo Jessica Anderson, depois de ter concluído uma maratona em três horas, oito minutos e 22 segundos — menos 32 segundos que o anterior recorde, obtido em 2015 — a enfermeira foi informada que não receberia o prémio mundial Guinness porque não tinha usado “um vestido branco ou azul, um avental e chapéu branco”. Em vez disso, usou calças e camisola azuis, tal como usa todos os dias no Royal London Hospital.

Em entrevista ao Runner’s World, uma página dedicada à corrida, Jessica Anderson explicou que não queria usar o uniforme exigido pela Guinness: “Escolhi usar o meu uniforme verdadeiro porque o título do prémio é a maratona mais rápida no uniforme de uma enfermeira”.

“Tenho certeza de que o Guinness World Records não pretende ofender, mas seria bom se decidissem rever os seus critérios em vez de reforçar os velhos estereótipos de género. Entendo que é uma coisa divertida, mas a definição deles é tão desatualizada”, acrescenta.

Em resposta às críticas, a Guinness emitiu um comunicado a admitir que vai rever os critérios do prémio. “É bastante claro que este título de recorde e os critérios associados a ele está há muito tempo sob revisão, que será conduzida como prioritária nos próximos dias”, pode ler-se do documento.

https://www.instagram.com/p/Bw1IiWlA3T3

A corrida é um dos eventos mais famosos do mundo e recebe centenas de milhares de candidatos a cada ano. Mais de 400 mil pessoas inscreveram-se para participar na maratona este ano, estabelecendo um novo recorde.

Jessica Anderson tem vindo a aproveitar a atenção que o caso dela atraiu para ações solitárias. A enfermeira já amealhou mais de 3.500 euros para a Barts Charity, uma organização não-governamental que apoia a unidade de cuidados intensivos do hospital onde Jessica trabalha. O objetivo inicial eram os 585 euros.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

120 anos depois, IA ajuda a recriar pintura escondida sob obra-prima de Picasso

A Inteligência Artificial (IA) ajudou a recriar uma obra de arte que esteve escondida sob uma pintura de Pablo Picasso durante quase 120 anos. Uma misteriosa paisagem esconde-se debaixo da superfície visível de La Miséreuse Accroupie …

Assistente que não validou golo de Portugal na Sérvia afastado do Euro 2020

O holandês Mario Diks, o árbitro assistente que não validou o golo de Cristiano Ronaldo nos instantes finais do Sérvia-Portugal, na qualificação para o Mundial 2022 de futebol, confirmou nesta terça-feira que vai falhar o …

Rússia está a criar a primeira unidade militar com tanques robôs

A agência de notícias estatal TASS avança que o Exército russo está a montar a sua primeira unidade militar armada com tanques robôs. O Exército russo está a desenvolver a sua primeira unidade militar armada com …

PSD propõe solução ao Governo para reduzir injeção no Novo Banco

O PSD defende que o Governo tem um argumento jurídico que pode usar para limitar os pagamentos do Fundo de Resolução ao Novo Banco este ano. Em causa está um artigo do Código Civil que …

Quarentena de 21 dias, testes e fecho de casinos levam Macau a erradicar covid-19

Macau, um dos primeiros territórios a identificar o novo coronavírus, é agora um dos locais livres de covid-19, estando há cerca de 380 dias sem qualquer registo de infeção local, segundo os dados oficiais. O …

Costa preocupado com desconfinamento. Concelhos de risco dão dores de cabeça

Com a terceira fase de desconfinamento aí à porta, o Governo ainda tem dúvidas sobre o que fazer, mantendo algumas pontas soltas. A maior preocupação incide nos conselhos onde há mais casos. Durante a reunião do …

Para prevenir acidentes, China inaugura o primeiro semáforo para camelos do mundo

Autoridades do norte da China inauguraram este domingo o que dizem ser o primeiro sinal de trânsito para camelos do mundo perto da cidade de Dunhuang, província de Gansu. O semáforo para camelos entrou em operação …

PRR terá mecanismo de fiscalização no Parlamento. PSD quer bazuca durante a presidência portuguesa da UE

O ministro do Planeamento, Nelson Souza recebeu nesta terça-feira, os partidos com assento parlamentar e as deputadas não inscritas para conversas bilaterais sobre o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Trata-se da chamada "bazuca" que virá …

Ministro da Saúde austríaco demite-se por falta de apoio na gestão da pandemia

O ministro da Saúde de Áustria, Rudolf Anschober, anunciou esta terça-feira a sua demissão, devido à falta de apoio na gestão da crise pandémica, cessando funções na próxima segunda-feira. "A situação é dramática nos serviços de …

OMS quer suspender venda de mamíferos selvagens vivos em mercados de alimentos

A Organização Mundial de Saúde defende a suspensão da venda de mamíferos selvagens vivos nos mercados de alimentos para evitar a propagação de doenças, avança a AFP. "Os animais, especialmente os selvagens, são a fonte de …