Petrolíferas querem “sugar” as suas próprias emissões de carbono (e trancá-las sob o Mar do Norte)

Captain Kimo / Flickr

No final de outubro, um consórcio de seis empresas de energia anunciou a intenção de desenvolver um grande projeto de captura e armazenamento de carbono (CCS) na costa leste da Inglaterra. 

O Vice relata que a iniciativa verá as empresas drenar as emissões de dióxido de carbono das instalações industriais em Teesside e Humberside e canalizá-las para um aquífero salino sob o leito do Mar do Norte. Teoricamente, ficariam trancadas lá para sempre em vez de serem lançadas para a atmosfera e contribuir para o efeito de estufa.

Se for bem sucedido, o consórcio afirma que poderá eventualmente sequestrar quase metade das emissões industriais do Reino Unido sob o Mar do Norte.

O projeto deverá estar pronto e em funcionamento até 2026.

Com apenas cerca de 20 instalações de CCS em operação em todo o mundo, o projeto pode constituir um grande passo em frente para a tecnologia. No entanto, permanecem dúvidas sobre as verdadeiras credenciais ambientais do CCS.

Há muito que os críticos argumentam que anexar uma infraestrutura de captura de carbono a centrais elétricas de combustível fóssil, como centrais de carvão, poderia manter as empresas de mineração em atividade quando o mundo deveria estar em transição para formas de energia mais limpas.

Além disso, há a questão de alimentar o próprio equipamento de captura de carbono: os esquemas-piloto anteriores do CCS queimaram gás natural para gerar a energia necessária para extrair o CO2 dos gases de escape.

“Na verdade, há muito pouca redução no carbono por causa da ineficiência do equipamento de captura de carbono e a não contabilização de todo o outro carbono que está a ser emitido como resultado da energia usada”, disse Mark Z, Jacobson, professor de Engenharia Civil e Ambiental na Universidade de Stanford.

Os defensores diriam que estes são problemas iniciais que seriam resolvidos com o amadurecimento da tecnologia. No entanto, uma investigação do Instituto de Economia da Energia e Análise Financeira também afirma que a turbina a gás usada para operar o equipamento CCS emitiu mais de um milhão de toneladas de CO2 de 2017 até o seu encerramento este ano.

Alguns cientistas argumentam que o CCS é a melhor opção para reduzir as emissões de setores difíceis de descarbonizar, como a produção de cimento e a siderurgia.

Dado que o Reino Unido praticamente eliminou o carvão da mistura da eletricidade, é seguro supor que o projeto do Mar do Norte terá como alvo essas instalações mais complicadas.

Por outro lado, ainda há questões a serem respondidas sobre se as empresas de combustíveis fósseis devem ser as primeiras a lucrar potencialmente com a remoção de carbono.

Uma ideia é serem os governos a assumir o controlo da remoção de carbono e tratá-la como um serviço público, como esgoto municipal ou tratamento de água. Assim, trabalhadores qualificados de combustíveis fósseis podem ser empregados na captura de carbono, evitando uma crise prolongada de perda de empregos e garantindo que os beneficiários finais da tecnologia sejam os cidadãos – não as empresas.

Demandas mais radicais veriam as empresas com responsabilidade histórica pelas emissões de CO2 consideradas financeiramente responsáveis pela sua remoção.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. A longo prazo tende a ser mais um problema, na medida em que se esgotarem os potenciais reservatórios e aumentarem o dispêndio de energia para comprimirem o carbono em espaços cada vez mais exíguos. A redução ou eliminação das emissões de carbono ainda é a melhor alternativa.

RESPONDER

Portugal quase a entrar na "zona vermelha de risco". Variante Delta prevalece em Lisboa e Vale do Tejo

A região de Lisboa está sobre pressão há algumas semanas, mas o resto do país também está prestes a entrar numa situação epidemiológica menos boa. A incidência nacional encontra-se próxima dos 120 casos por 100 …

Pandemia continua a "empurrar" reclusos para fora das grades. Já saíram 2850

As cadeias portuguesas continuam a soltar reclusos que ainda não cumpriram toda a pena, numa altura em que não existem praticamente casos de infecção por covid-19 no sistema prisional. O regime especial de perdão das penas, …

Condutor de carrinha atropela participantes em desfile LGBT (e faz um morto)

O condutor de uma carrinha atropelou pessoas que desfilavam numa marcha de "orgulho gay" em Wilton Manors, perto de Fort Lauderdale na Florida, causando pelo menos um morto e ferindo outra. As autoridades estão ainda a …

Descoberta "pequena Pompeia" no sótão de um antigo cinema em Verona

Arqueólogos descobriram uma "Pompeia em miniatura" no sótão de um antigo cinema no centro histórico da cidade italiana de Verona. Segundo a agência italiana Ansa, autoridades da Superintendência de Arqueologia, Belas Artes e Paisagismo de Verona, …

Colapso de escola na Bélgica matou afinal quatro portugueses

As autoridades belgas confirmaram este domingo a morte de cinco pessoas, entre as quais quatro portugueses, no desabamento de uma escola em obras na cidade de Antuérpia. No balanço de sábado, as autoridades belgas registaram mais …

Chega e IL dizem que cerco na AML é "inconstitucional". Ventura recorre ao Supremo Tribunal Administrativo

André Ventura, líder do Chega, contestou a decisão do Governo de limitar a circulação na AML. Considerando que a medida é inconstitucional, entregou uma "Intimação para proteção de direitos, liberdade e garantias" no Supremo Tribunal …

Há 50 mil anos, humanos e neandertais relacionaram-se no deserto de Negev

Uma recente descoberta no deserto do Negev, no centro de Israel, revelou detalhes importantes sobre o desenvolvimento da cultura humana na região, de acordo com um novo estudo publicado na revista PNAS. Por toda a Ásia, …

Costa reeleito líder do PS com 94% dos votos aponta a vitória nas autárquicas

António Costa foi reeleito no sábado secretário-geral do PS, com 94% dos votos, para um novo mandato de dois anos, de acordo com resultados provisórios divulgados hoje pela Comissão Organizadora do Congresso (COC) do PS. O …

"Pessoas como nós". Presidente da República alerta contra indiferença no Dia Mundial do Refugiado

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, alertou contra a indiferença e os "discursos oportunistas" numa mensagem alusiva ao Dia Mundial do Refugiado, que hoje se assinala. “Este ano sob o mote ‘Juntos cuidamos, aprendemos …

Descoberto mecanismo que pode aumentar a expectativa de vida

Ao longo do tempo foram descobertas várias causas para o envelhecimento, mas permanece a questão de saber se existem mecanismos subjacentes comuns que determinam o envelhecimento e a expectativa de vida. Um equipa de investigadores do …