Ministro do Ensino Superior quer empresas a pagar propinas

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor

Manuel Heitor, ministro do Ensino Superior, quer apostar em pós-graduações e mestrados pagos pelos empregadores de maneira a “estimular e provocar os empregadores a incentivarem a formação ao longo da vida”.

O ministro do Ensino Superior, Manuel Heitor, defendeu esta terça-feira, em Bruxelas, a aposta em pós-graduações e mestrados pagos pelos empregadores, o que iria permitir alterar o financiamento destas instituições e reduzir os “custos diretos das famílias”.

“Temos, sobretudo, de estimular e provocar os empregadores a incentivarem a formação ao longo da vida. Não é algo que se faz por decreto, é algo que se faz com empresas, com empregadores e com a administração pública”, defendeu em declarações à Lusa, à margem de uma conferência sobre a política europeia para o espaço.

Numa altura em que se discute o fim das propinas, Manuel Heitor defendeu “a necessidade de alargar a penetração do ensino superior em Portugal”, deixando de estar apenas centrada em licenciaturas.

“Isso requererá, na próxima década, reduzir os custos diretos das famílias, ao mesmo tempo que modernizamos e transformamos gradualmente a estrutura, quer de financiamento, quer de operação”, acrescentou o governante, sugerindo a aposta em cursos de pós-graduação e de mestrado.

Na sua opinião, urge “estimular uma estrutura do ensino superior que deixa de estar focada na formação inicial para diversificar e especializar em muitas áreas, sobretudo, na área da pós-graduação, o que tem consequências importantes para alterar a estrutura de financiamento das instituições de ensino superior”.

Isto porque, atualmente, “o ensino superior em Portugal tem uma estrutura de financiamento baseada, sobretudo, na formação inicial porque Portugal tem a população estudantil mais jovem da Europa, com uma idade média dos estudantes de 25 anos, o que compara, noutros países do norte da Europa, com 41 anos”, observou.

Para Manuel Heitor, o “grande desafio da sociedade portuguesa” é, assim, passar-se para “uma estrutura de financiamento obviamente diferente e também para uma maior contribuição quer daqueles que beneficiem diretamente, quer sobretudo dos empregadores”. Ainda assim, garantiu que o Estado vai “continuar a financiar o ensino superior”.

O fim das propinas tem vindo a ser defendido por dirigentes do PS, do BE, do PCP. Sobre esta questão, Marcelo da Rebelo de Sousa já disse concordar “totalmente” com a ideia de se caminhar para o fim das propinas.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Facebook prepara medidas para controlar possível agitação eleitoral

Equipas do Facebook estão a analisar a possibilidade acalmar o conflito eleitoral nos Estados Unidos (EUA), implementando ferramentas internas projetadas para o que chama de países "em risco". Segundo fontes ligadas à empresa, citadas pelo Wall …

Vítor Aguiar e Silva é o vencedor do Prémio Camões 2020

O professor e ensaísta Vítor Manuel de Aguiar e Silva é o vencedor do Prémio Camões 2020, anunciado hoje pela ministra da Cultura, após reunião do júri. O Prémio Camões de literatura em língua portuguesa foi …

Football Leaks. José Miguel Júdice chama "ladrão" a Rui Pinto em tribunal

O antigo sócio fundador da sociedade de advogados José Miguel Júdice chamou esta terça-feira “ladrão” a Rui Pinto, denunciando a “violência moral e psicológica” do criador do ‘Football Leaks’ na 17.ª sessão do julgamento. “Fui visitado …

Josep Maria Bartomeu demite-se da presidência do Barcelona

Josep Maria Bartomeu apresentou, juntamente com o resto da direção do Barcelona, a demissão da liderança do clube. Bartomeu era contestado por vários adeptos e jogadores. A direção do FC Barcelona, liderada por Josep Maria Bartomeu, …

Navigator antecipa subsídio de Natal e dá prémios aos trabalhadores em ano de lucro de 20 milhões

A empresa portuguesa Navigator anunciou que vai pagar os subsídios de Natal mais cedo e distribuir prémios pelos trabalhadores. Decisão que surge em ano de pandemia, mas quando a empresa se apresta para divulgar um …

Governo prepara alargamento dos prazos para trocar prendas de Natal

O Governo espera dar mais 30 a 45 dias úteis, a contar a partir de 25 de dezembro, para trocas e devoluções de prendas de Natal. O Correio da Manhã avança, esta terça-feira, que o Governo …

Juan Carlos quer regressar a Espanha. Amigos dizem que tem receio de morrer fora do país

Hospedado nos Emirados Árabes Unidos, a rotina de Juan Carlos varia entre os seus aposentos e as idas ao ginásio. Contudo, o rei emérito está "extremamente" aborrecido na Ásia e tem receio da morte fora …

Justiça brasileira aceita nova acusação de branqueamento de capitais contra Lula da Silva

A Justiça brasileira aceitou uma nova acusação contra o ex-Presidente Lula da Silva, pelo alegado crime de branqueamento de capitais através de falsas doações do grupo Odebrecht, informou na segunda-feira o Ministério Público (MP). A acusação, …

A cada dois minutos há uma denúncia de agressões sexuais na União Europeia

Na União Europeia, a polícia regista um crime sexual a cada dois minutos, em média, segundo a Europol, que lançou, esta terça-feira, uma campanha em 19 países para procurar os agressores sexuais mais perigosos da …

China promete retaliação contra os EUA por venda de armamento a Taiwan

A China prometeu hoje uma retaliação “legítima e necessária” para “proteger a sua soberania e interesses de segurança”, depois de Washington ter anunciado a venda de 100 sistemas de defesa marítima Harpoon e 400 mísseis …