Empresário reclama 201 mil euros pela ideia dos hotéis CR7

1

Peter Powell / EPA

Cristiano Ronaldo

O empresário alega que a ideia de fazer uma cadeia de hotéis com a imagem do melhor do mundo foi sua. A Gestifute contrapõe, dizendo que já tinha iniciado o projeto com o Grupo Pestana muito antes.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Um empresário de Póvoa de Santa Iria, Vila Franca de Xira, colocou Cristiano Ronaldo e a empresa que gere a sua carreira, a Gestifute, em tribunal por causa da cadeia de hotéis com o nome e imagem do internacional português, conta o Jornal de Notícias.

Paulo Inácio afirma que esta ideia de negócio foi sua e, por isso, alega tratar-se de um caso de “aproveitamento indevido”, exigindo uma indemnização superior a 201 mil euros.

De acordo com o jornal, em janeiro de 2015, o empresário ligou para a Gestifute para tentar marcar uma reunião com Jorge Mendes e terá explicado a ideia à secretária que o atendeu nos vários contactos.

Posteriormente, terá recebido um e-mail do diretor-geral da empresa, Luís Correia, que solicitava mais detalhes sobre o suposto negócio. O empresário não chegou a manter o contacto com a Gestifute nem teve depois nenhuma reunião.

Por isso, conta o JN, Paulo ficou surpreendido quando, em dezembro do mesmo ano, saíram as notícias que davam conta da mais recente parceria do melhor do mundo com o Grupo Pestana.

A Gestifute alega que os contactos com a cadeia hoteleira se iniciaram muito antes desse contacto do empresário de Póvoa de Santa Iria e diz ter documentos que o comprovam.

Segundo o diário, a empresa do “super-agente” português decidiu então pôr o empresário em tribunal por “litigância de má-fé”, exigindo uma indemnização de cinco mil euros.

  ZAP //

1 Comment

  1. Cambada de abutres oportunistas. O homem é que é dono do talento de dar chutos na bola, mas o que não falta é gente a reclamar direitos a fazer dinheiro com isso. Medíocres parasitas sempre a querer capitalizar sobre o telento alheio.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.