Conflito de interesses. Empresária norte-americana confirma “ligação muito próxima” a Boris

Will Oliver / EPA

A empresária norte-americana Jennifer Arcuri confirmou esta segunda-feira ter “uma ligação muito próxima” ao primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e não desmentiu as alegações de que tiveram um caso.

Na primeira entrevista que concedeu desde a revelação das suas ligações a Boris Johnson, Jennifer Arcuri disse que o então presidente da Câmara de Londres visitou o seu apartamento em Shoreditch, no norte da capital, “um punhado de vezes” mas negou que lhe tenham sido concedidos favores para impulsionar a sua carreira.

Em declarações ao programa Good Morning Britain da ITV, Jennifer Arcuri sublinhou que “Boris não teve nada a ver” com as suas conquistas empresariais. A empresa que detinha, Innotech, recebeu 26 mil libras (29 mil euros) em erário público e teve acesso privilegiado a três missões comerciais no estrangeiro, lideradas pelo então mayor, apesar de inicialmente ter sido recusada.

A Hacker House, a sua mais recente empresa, recebeu um subsídio de 100 mil libras (112 mil euros) já este ano do Departamento para o Digital, Cultura, Media e Desporto.

Questionada sobre se alguma vez discutiu com Boris Johnson a concessão desse dinheiro, Jennifer Arcuri respondeu “categoricamente” que não, acrescentando: “Acha que ele ia perder o seu tempo a falar destas coisas?”.

“Não vou responder a essa pergunta”

Quando questionada sobre a sua relação com o agora primeiro-ministro, a empresária disse: “Gosto muito dele e temos uma ligação muito próxima. Desejo-lhe felicidades e quero que seja feliz. Desejo tudo de bom a Carrie [Symonds, atual namorada de Johnson]. E quero mesmo que ele se concentre em tornar o Reino Unido grande outra vez”.

Jennifer Arcuri recusou-se a responder às perguntas insistentes sobre uma eventual relação mais próxima com Boris Johnson. “Como a imprensa me objetificou, transformando-me numa ex-modelo de varão, não vou responder a essa pergunta”, afirmou a empresária.

Na semana passada, o primeiro-ministro insistiu que tudo o que fez para promover Londres no exterior, enquanto presidente da Câmara, foi feito em “total conformidade com o código e as regras”. Boris Johnson acrescentou não ter qualquer conflito de interesses a declarar relativamente a Jennifer Arcuri.

Após as alegações sobre favores e fundos concedidos à empresária, foram abertas investigações: uma do Departamento para o Digital, Cultura, Media e Desporto, uma do atual mayor de Londres, Sadiq Khan, uma da comissão de supervisão da assembleia londrina e outra da comissão independente de queixas da polícia, enumerou o Guardian.

Taísa Pagno ZAP // //

PARTILHAR

RESPONDER

Assassino da jornalista Daphne Caruana Galizia condenado a 15 anos de prisão

Vincent Muscat, um dos três homens acusados do assassínio, em outubro de 2017, da jornalista anticorrupção de Malta Daphne Caruana Galizia, foi condenado a uma pena de 15 anos de prisão pelo tribunal da La …

Venezuela avisa embaixadora da UE : tem 72 horas para abandonar o país

Isabel Brilhante Pedrosa, embaixadora da União Europeia, foi declarada persona non grata pelo Governo venezuelano e deverá abandonar o país. O Governo venezuelano notificou, esta quarta-feira, a embaixadora da União Europeia (UE), a portuguesa Isabel Brilhante …

Diplomacia da vacina. Israel doa doses à República Checa, que prometeu abrir representação diplomática em Jerusalém

A República Checa, que prometeu abrir representação diplomática em Jerusalém, já recebeu as vacinas de Israel. De acordo com o Público, Israel doou vacinas à República Checa, que prometeu abrir uma representação diplomática em Jerusalém; à …

Há uma "grande probabilidade" de variante de Manaus se tornar dominante em Portugal, diz Sociedade Brasileira de Virologia

A variante do SARS-CoV-2 detetada em dezembro em Manaus, no Brasil, pode vir a tornar-se dominante em Portugal, disse o presidente da Sociedade Brasileira de Virologia, Flávio Guimarães da Fonseca, apesar de no momento ainda ser …

Voo humanitário para o Brasil chegou a custar mais de 1.350 euros

O Público avança que o bilhete de um "voo humanitário" da TAP para o Brasil estava a ser vendido por 837 euros no início desta terça-feira. Horas depois, os "últimos lugares" estavam a ser disponibilizados …

Afinal, grupo de trabalho para a vacinação no Parlamento não vai existir

Afinal, ao contrário do que foi avançado esta terça-feira, o grupo de trabalho que devia coordenar o processo de vacinação dos deputados não vai existir. A Assembleia da República esclareceu esta tarde, em comunicado, que não …

Novo estudo indica que coronavírus pode sobreviver na roupa até 72 horas

De acordo com um estudo britânico, o novo coronavírus pode sobreviver na roupa ao longo de até 72 horas. Os especialistas alertam que pode ainda ser transferido da roupa para outras superfícies. Um estudo da universidade …

Polícia espanhola apreende 387 quilos de cocaína em navio chegado do Brasil

A polícia espanhola apreendeu 387 quilos de cocaína no porto de Santa Cruz de Tenerife, nas ilhas Canárias, numa inspeção feita a um camião que viajava num navio chegado do Brasil. O Ministério do Interior (Administração …

SEF detém suspeito de auxiliar pessoas a emigrar ilegalmente para a Irlanda

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, na segunda-feira, um cidadão europeu por suspeitas da prática do crime de auxílio à imigração ilegal. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, em Lisboa, um cidadão …

Afinal, primeira morte por covid-19 na Europa foi na Sérvia

Um trabalhador da construção civil morreu de covid-19 em fevereiro de 2020 em Belgrado, 10 dias antes de outra pessoa ter morrido em França, podendo ter sido afinal a primeira morte pela doença no continente, …