Empresa portuguesa lança primeiro ATM de bitcoins em Portugal

bitcoinja.com

-

O primeiro ATM de bitcoins em Portugal, operado pela empresa lisboeta Captain Wings e com a marca Bitcoin Já, vai ser amanhã à tarde inaugurado em Lisboa.

Através deste aparelho, que não está ligado ao sistema bancário, os utilizadores poderão converter euros em bitcoins e também o inverso, através dos códigos QR que estão associados a esta moeda digital.

“O que acontece é que as pessoas têm uma conta virtual de bitcoins, chegam à máquina e apresentam o código QR (um código complexo impresso em barras, que pode estar disponível no telemóvel ou impresso num papel) e introduzem os euros que querem converter. Os bitcoins são então transferidos para a sua conta”, explicou à agência Lusa o diretor geral da Captain Wings, Joaquim Lambiza.

“Estas operações podem ser realizadas em sentido inverso. Nessas, é a máquina que entrega euros ao consumidor em troca de bitcoins”, acrescenta Lambiza.

Os bitcoins são uma moeda digital que funciona sem entidades financeiras intermediárias, independente de governos e de bancos centrais. Como existem apenas ‘online’ e os seus utilizadores acedem ao dinheiro através de chaves criptográficas, “têm grande utilidade para quem faz compras ‘online’, para quem viaja ou para imigrantes que precisam de transferir dinheiro para os seus países”, exemplificou o responsável.

Por outro lado, será necessário que o vendedor aceite bitcoins, o que já acontece por exemplo com o portal Expedia e com o Paypal, um sistema de pagamentos seguros na Internet, indicou o diretor-geral da Captain Wings.

“Há pouco tempo estive em Londres e paguei um cappuccino e um croissant com bitcoins através do telemóvel, utilizando o código QR”, exemplificou, adiantando que um dos objetivos da empresa é generalizar este tipo de utilização, “promovendo as cripto-moedas em geral”.

Jlambiza / Twitter

Joaquim Lambiza, CEO da Captain Wings

Joaquim Lambiza, CEO da Captain Wings

Quanto à cotação desta moeda, “existem várias empresas na Europa que compram e vendem bitcoins e ela é definida a 100 por cento pelo mercado, pelo que existe uma volatilidade do valor. Varia de segundo para segundo”, indicou Joaquim Lambiza.

Ao valor da moeda – que se o ATM já estivesse operacional rondaria hoje à tarde 302 dólares por bitcoin – a Captain Wings acrescenta 3% de taxa, valor que reverte para a empresa.

Nos planos da Captain Wings está ainda a inauguração de mais três aparelhos ATM da mesma marca em Portugal, dois dos quais no Algarve e outro no Porto, mas estão à procura de operadores para essas regiões.

O objetivo aliás é não ser a empresa a operar os ATM mas sim exportar as máquinas, que são fabricadas em Portugal pela Partteam, para países onde a Captain Wings quer captar compradores interessados nas novas funcionalidades que irá desenvolver.

“Queremos diversificar a forma de rentabilização destas máquinas para os seus operadores, permitindo aos utilizadores pagarem serviços e carregarem as contas do Paypal, por exemplo”, referiu.

A mais longo prazo, a empresa dirigida por Joaquim Lambiza quer também desenvolver soluções empresariais baseadas na tecnologia bitcoin,

As bitcoins que forem fornecidas pelo novo ATM, inaugurado amanhã no cinema Saldanha Residence, em Lisboa, passam a poder ser utilizadas para comprar bilhetes neste cinema.

Banco de Portugal alerta consumidores para “riscos de moedas como a bitcoin”

O Banco de Portugal (BdP) lançou hoje um alerta sobre os “riscos de utilização de moedas virtuais”, como é o caso do ATM de ‘bitcoins’ que é inaugurado sábado em Lisboa.

“Sobre a disponibilização ao público de ATM com a possibilidade de troca entre ‘bitcoins’ e euros, o BdP informa que este ATM não está integrado no sistema de pagamentos português”, avisa o banco central em comunicado.

A instituição financeira sublinha que “as moedas virtuais não são seguras”, acrescentando que as entidades que as emitem e comercializam “não são reguladas nem supervisionadas por qualquer autoridade do sistema financeiro, nacional ou europeia”.

O regulador da banca nacional não esclareceu se o risco de investir em moeda virtual é maior ou menor do que o de investir em produtos ou aplicações bancários tradicionais.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. “A instituição financeira sublinha que “as moedas virtuais não são seguras”, acrescentando que as entidades que as emitem e comercializam “não são reguladas nem supervisionadas por qualquer autoridade do sistema financeiro, nacional ou europeia”. – Nem todas as moedas virtuais são iguais e as bitcoin estão cotadas na bolsa de Nova York

RESPONDER

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …