/

Nas Filipinas, há uma empresa em apuros depois de ter pagado o salário de um funcionário em moedas

10

O funcionário de uma fábrica nas Filipinas publicou fotografias nas redes sociais de sacos plásticos com milhares de pequenas moedas. O pagamento do seu salário provocou uma onda de indignação nas Filipinas.

Uma fábrica nas Filipinas pagou o salário de dois dias de trabalho de Russel Mañosa em moedas. As fotografias, publicadas nas redes sociais, chamaram a atenção do presidente da Câmara de Valenzuela, cidade onde se localiza a fábrica, que trabalha alegadamente na reciclagem de plástico.

Segundo a Vice, o autarca Rex Gatchalian encontrou-se com Russel Mañosa e Jasper Cheng So, um representante da empresa NexGreen Enterprise, na quarta-feira.

Nessa reunião, o trabalhador terá dito que o caixa da fábrica lhe disse para trocar a grande quantidade de moedas num banco. Gatchalian, confrontou o representante da NexGreen Enterprise, afirmando que pagar o salário com cinco e dez cêntimos “é insultuoso“.

Tudo estava a ser gravado e transmitido em direto na página do Facebook da autarquia da cidade de Valenzuela.

Jasper Cheng So defendeu-se dizendo que o funcionário foi pago com moedas por engano. Nem o presidente da câmara, nem o empregado ficaram convencidos.

Mañosa garantiu ter recebido as moedas depois de ter discutido com So por ter apresentado uma queixa contra o que considerava serem práticas laborais injustas da empresa.

So acabou por pedir desculpa pelo sucedido.

Depois deste incidente polémico, Gatchalian suspendeu a licença da empresa, ordenou o encerramento da fábrica durante 15 dias até que esta cumprisse os requisitos governamentais e deu início a uma investigação. Se as alegadas práticas de trabalho desleais forem comprovadas, o proprietário da fábrica pode vir a enfrentar acusações.

  Liliana Malainho, ZAP //

10 Comments

  1. Ir a um banco em Portugal trocar moedas tem custos, mas se alguém me quiser fazer um pagamento em moedas não devo recusar, se forem muitas moedas tenho que exigir ao pagador que suporte as despesas, se for de má fé, já é diferente, deixei de fazer compras numa mercearia por a proprietária recusar vender pão a uma senhora que quis pagar pão com moedas pequenas, e esta mercearia é perto de minha casa, mas entendo que ser solidária não é só dar esmola.

    • Para a cidadã ficar esclarecida:
      https://www.bportugal.pt/moedas-pagamento
      “As moedas correntes têm curso legal em toda a área do euro, ou seja, têm de ser aceites como meio de pagamento, pelo seu valor nominal (isto é, pelo valor inscrito na moeda), em todos os países que fazem parte desta área, independentemente de onde tenham sido emitidas.

      O poder liberatório das moedas correntes é limitado. Ou seja, ninguém é obrigado a receber mais do que 50 moedas num único pagamento, com exceção do Estado (através das Caixas do Tesouro), do Banco de Portugal e das instituições de crédito.”

  2. Moédas ainda que pequenas são dinheiro e “em teoria” não se pode recusar rececionar as mesmas.
    Porém pagar a um trabalhador em moedas certamente tem algum tipo de penalização associada…

    Em portugal temos alguns serviços que não às aceitam, nomeadamente de 1 e 2 cêntimos como é o caso da Brisa. Entramos na autoestrada sem qualquer informação e quando vamos a pagar nas portagens sem portageiros as máquinas não aceitam as moédas. Já uma altura questionei o porque da situação dado não existir qualquer informação sobre a situação e a resposta foi que “temos que saber que a máquina não aceita”…
    Enfim…

    • Pois os senhores da vasco da gama ainda devem de andar atras de receber da minha parte.
      Vim de Espanha com o carro espanhol e cartão espanhol, passo a auto-estrada e pago perfeitamente com o cartão espanhol para depois descobrir que os senhores da Vasco da Gama só aceitam multibanco, não tem …ou tinham (3 anos atrás) rede VISA.
      Alem de ficar envergonhado como Português por tal situação no meu pais e ainda por cima numa ponte de referencia, recusei a pagar por não ter dinheiro e pelas estradas alegarem que se pode pagar com cartão, ela tirou a matricula e identificou-me … Pelo meu NIE, porque não lhe dei o Cartao de cidadão português … e ate hoje estou á espera, como em Espanha prescreve em 24 meses se não notificado á “hacienda” … já foram.

    • Moedas não leva acento e a maioria das máquinas de pagamento automático não aceita moedas de 1 e 2 cêntimos – e, é fácil perceber porquê.
      De qualquer modo as moedas de 1 e 2 cêntimos são para acabar e já não existem em vários países da zona euro (Irlanda, Bélgica, Holanda, etc).

  3. Um engenheiro numa empresa onde trabalhei fez isso com um ex-empregado e ficou por isso mesmo. Não há lei no Brasil que obrigue qualquer empresa a pagar salário ou acerto de demissão em notas.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.