Empregados recontratados para as mesmas tarefas, mas com salários mais baixos

Billy Wilson / Flickr

-

O sociólogo Boaventura Sousa Santos acusou alguns patrões de usarem a crise como desculpa para encerrar empresas para depois as reabrir, pagando aos antigos empregados salários mais baixos e menos regalias, situação confirmada à Lusa por um sindicato.

Na véspera do Dia do Trabalhador, que se assinala esta sexta-feira, Boaventura Sousa Santos disse existirem “vários exemplos de empresas do norte do país que estiveram fechadas supostamente por causa da crise e abriram recentemente, mas estão a pagar menos 20% dos salários aos mesmos trabalhadores, que não têm direito a férias como antes nem à proteção social que tinham”.

Um dia a fábrica é declarada insolvente e encerra as suas portas. Tempos mais tarde, reabre e alguns dos trabalhadores regressam aos seus postos de trabalho para desempenhar exatamente as mesmas tarefas, mas com salários mais baixos, contou o Sindicato dos Operários da Industria de Calçado, Malas e Afins dos Distritos de Aveiro e Coimbra.

“Muitas vezes, quando as fábricas abrem insolvência, já têm planeada a abertura de uma outra empresa. Em alguns casos são os mesmos patrões e noutros usam alguém como testa de ferro”, disse à Lusa Fernanda Moreira, presidente da estrutura sindical.

A fábrica reabre, as máquinas recomeçam a funcionar e os trabalhadores a laborarem. “Normalmente contratam menos pessoas para fazer o mesmo trabalho e, como declararam insolvência não têm de pagar nada do que deviam aos trabalhadores que tinham salários e subsídios de férias e Natal em atraso”, criticou Fernanda Moreira.

Miguel Martins é um desses casos. Trabalhou durante 30 anos numa gráfica lisboeta até ao dia em que a empresa fechou. Sem nunca ter recebido qualquer indemnização, fez parte do grupo de trabalhadores que ficou desempregado e viu, com tristeza, os colegas mais novos serem contratados para a nova empresa, aberta em nome dos filhos do antigo patrão.

Os funcionários aceitam voltar a trabalhar para quem lhes deve dinheiro mesmo sabendo que vão ganhar menos: “Contratam as mesmas pessoas por salários mais baixos e deixam de dar os prémios de produção ou de assiduidade“, acrescentou a presidente do sindicato.

Para Fernanda Moreira, este é o resultado da mais básica lei de mercado: há muita procura de emprego para pouca oferta e os salários baixam.

Boaventura Sousa Santos, diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, conhece casos na indústria têxtil, do calçado e sanitária: “São empresas que estão orgulhosas por os seus trabalhadores aceitarem ganhar menos para fazer o mesmo trabalho que faziam há três anos”.

Além dos salários mais baixos, a presidente do sindicato dos operários lembrou que muitos empregados fabris deixaram de receber horas extraordinárias, que agora são “pagas” em dias de folga, que só podem ser gozados quando há menos trabalho na fábrica.

“Num passado muito recente era prática pagar essas horas, que em alguns casos poderiam representar mais 200 euros ao fim do mês, mas agora são poucas as empresas que fazem esse pagamento”, recordou Fernanda Moreira, dando como exemplo a indústria têxtil onde as mulheres recebem pouco mais de 500 euros mensais.

/Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

    • Então é muito fraquinho em gramática. Vá ao dicionário que logo encontra ou então faça uma busca e procure por “re”. Também pode voltar para a escola para o ensino básico.

  1. Não conhece o senhor Queli Nobre a palavra recontratado, mas infelizmente, conhecem os “ditos” empresários deste país. É o estado a “chupar” o dinheiro do povo trabalhador e honesto e, o patrão, que vê as leis mal feitas por idiotas políticos e muito duvidosos, e que se aproveitam para contornar as leis laborais de um modo legalmente duvidoso. No fim disto, o estado vai ” chupar” dinheiro não sei onde, visto que os jovens emigram e só ficam os velhos e, um dia, Portugal fica para os que vieram de África, Brasil ou da Europa de Leste que estão a receber dinheiro do estado e podem ter ” uma ninhada” de filhos! Esses sim, vão ser os futuros jovens de Portugal, filhos de emigrantes!! Nativos vão ser extintos!!

  2. Triste para quem passa por estas situações e nada pode fazer ,bom para os patrões que fogem a pagar o que pagavam e claro para o nosso estado serve para dizer que estão novamente a investir em novos projectos e criação de escravos, ops desculpem novos postos de trabalho .

RESPONDER

Aulas de Educação Moral e Religiosa juntam alunos de turmas diferentes. Sistema "bolha" violado

Há escolas em que a disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica (EMRC) está a juntar alunos de turmas diferentes, violando assim as recomendações das autoridades por causa da pandemia e pondo em causa o …

Autárquicas. PS e PSD têm de renovar 33 presidentes de câmara

PS e PSD têm, no total, 33 presidentes de câmara que não se poderão recandidatar nas próximas eleições autárquicas, uma vez que já atingiram o limite de três mandatos consecutivos. Os números são apresentados esta …

Trump diz que evitou cenário de mais de 2,5 milhões de mortos nos Estados Unidos

Esta terça-feira, Donald Trump disse que que evitou o cenário dos Estados Unidos registarem mais de dois milhões de mortos por covid-19 e culpou a China por "deixar a praga escapar". O Presidente dos Estados Unidos …

Boris endurece discurso e admite que novas medidas podem prolongar-se por seis meses

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, avisou esta quarta-feira que um pacote de medidas mais apertadas para combater a pandemia do novo coronavírus (covid-19), incluindo o encerramento de bares e restaurantes às 22:00, pode ficar em …

Novo estudo já marcou data para o fim da pandemia (e normalidade pode estar para breve)

Um novo estudo da McKinsey prevê que o fim da pandemia só deve chegar no terceiro ou no quarto trimestre de 2021 nos países desenvolvidos. Contudo, o retorno à normalidade deve acontecer mais cedo. O artigo …

Torre Eiffel evacuada devido a ameaça de bomba

A Torre Eiffel foi evacuada ao fim da manhã desta quarta-feira na sequência de uma ameaça de bomba, avança a imprensa internacional.  A notícia foi avançada pelo jornal francês Le Figaro e pela agência Reuters. De acordo …

Plano de Recuperação. CGTP deixa aviso em relação ao salário mínimo, CIP apoia aposta do Governo

António Costa reuniu-se esta terça-feira com os parceiros sociais a propósito do Plano de Recuperação e Resiliência. Isabel Camarinha, secretária geral da CGTP, considera que a resposta do Governo face à valorização dos salários é …

Putin estará a comandar campanha para denegrir Biden, admite CIA

Esta terça-feira foi divulgado um documento da CIA que aponta para interferência russa na degradação da imagem de Joe Biden. Vladimir Putin está "provavelmente a comandar" uma campanha para denegrir Joe Biden, candidato do Partido Democrata …

Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: Três minutos desastrosos, um sir alemão e o público que voltou a um estádio

Começou a época 2020-21. O futebol regressou aos estádios, mas o público não — excepto nos Açores. Em Alvalade, nem público, nem jogadores — alinhou a pandemia. O Benfica vingou-se do desaire europeu, o FC Porto …

Pais ajudaram a PJ a apanhar Rui Pinto na Hungria (onde desapareceram 2 sacos de provas)

A Polícia Judiciária (PJ) perseguia Rui Pinto desde 2015, mas só conseguiu apanhá-lo na Hungria em 2019, após ter seguido os seus pais. Um dado revelado em tribunal no julgamento do caso Football Leaks, onde …