Empregados recontratados para as mesmas tarefas, mas com salários mais baixos

Billy Wilson / Flickr

-

O sociólogo Boaventura Sousa Santos acusou alguns patrões de usarem a crise como desculpa para encerrar empresas para depois as reabrir, pagando aos antigos empregados salários mais baixos e menos regalias, situação confirmada à Lusa por um sindicato.

Na véspera do Dia do Trabalhador, que se assinala esta sexta-feira, Boaventura Sousa Santos disse existirem “vários exemplos de empresas do norte do país que estiveram fechadas supostamente por causa da crise e abriram recentemente, mas estão a pagar menos 20% dos salários aos mesmos trabalhadores, que não têm direito a férias como antes nem à proteção social que tinham”.

Um dia a fábrica é declarada insolvente e encerra as suas portas. Tempos mais tarde, reabre e alguns dos trabalhadores regressam aos seus postos de trabalho para desempenhar exatamente as mesmas tarefas, mas com salários mais baixos, contou o Sindicato dos Operários da Industria de Calçado, Malas e Afins dos Distritos de Aveiro e Coimbra.

“Muitas vezes, quando as fábricas abrem insolvência, já têm planeada a abertura de uma outra empresa. Em alguns casos são os mesmos patrões e noutros usam alguém como testa de ferro”, disse à Lusa Fernanda Moreira, presidente da estrutura sindical.

A fábrica reabre, as máquinas recomeçam a funcionar e os trabalhadores a laborarem. “Normalmente contratam menos pessoas para fazer o mesmo trabalho e, como declararam insolvência não têm de pagar nada do que deviam aos trabalhadores que tinham salários e subsídios de férias e Natal em atraso”, criticou Fernanda Moreira.

Miguel Martins é um desses casos. Trabalhou durante 30 anos numa gráfica lisboeta até ao dia em que a empresa fechou. Sem nunca ter recebido qualquer indemnização, fez parte do grupo de trabalhadores que ficou desempregado e viu, com tristeza, os colegas mais novos serem contratados para a nova empresa, aberta em nome dos filhos do antigo patrão.

Os funcionários aceitam voltar a trabalhar para quem lhes deve dinheiro mesmo sabendo que vão ganhar menos: “Contratam as mesmas pessoas por salários mais baixos e deixam de dar os prémios de produção ou de assiduidade“, acrescentou a presidente do sindicato.

Para Fernanda Moreira, este é o resultado da mais básica lei de mercado: há muita procura de emprego para pouca oferta e os salários baixam.

Boaventura Sousa Santos, diretor do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, conhece casos na indústria têxtil, do calçado e sanitária: “São empresas que estão orgulhosas por os seus trabalhadores aceitarem ganhar menos para fazer o mesmo trabalho que faziam há três anos”.

Além dos salários mais baixos, a presidente do sindicato dos operários lembrou que muitos empregados fabris deixaram de receber horas extraordinárias, que agora são “pagas” em dias de folga, que só podem ser gozados quando há menos trabalho na fábrica.

“Num passado muito recente era prática pagar essas horas, que em alguns casos poderiam representar mais 200 euros ao fim do mês, mas agora são poucas as empresas que fazem esse pagamento”, recordou Fernanda Moreira, dando como exemplo a indústria têxtil onde as mulheres recebem pouco mais de 500 euros mensais.

/Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

    • Então é muito fraquinho em gramática. Vá ao dicionário que logo encontra ou então faça uma busca e procure por “re”. Também pode voltar para a escola para o ensino básico.

  1. Não conhece o senhor Queli Nobre a palavra recontratado, mas infelizmente, conhecem os “ditos” empresários deste país. É o estado a “chupar” o dinheiro do povo trabalhador e honesto e, o patrão, que vê as leis mal feitas por idiotas políticos e muito duvidosos, e que se aproveitam para contornar as leis laborais de um modo legalmente duvidoso. No fim disto, o estado vai ” chupar” dinheiro não sei onde, visto que os jovens emigram e só ficam os velhos e, um dia, Portugal fica para os que vieram de África, Brasil ou da Europa de Leste que estão a receber dinheiro do estado e podem ter ” uma ninhada” de filhos! Esses sim, vão ser os futuros jovens de Portugal, filhos de emigrantes!! Nativos vão ser extintos!!

  2. Triste para quem passa por estas situações e nada pode fazer ,bom para os patrões que fogem a pagar o que pagavam e claro para o nosso estado serve para dizer que estão novamente a investir em novos projectos e criação de escravos, ops desculpem novos postos de trabalho .

RESPONDER

NASA revela novos fatos espaciais que os astronautas vão levar para a Lua (e são pura ficção científica)

A NASA apresentou na terça-feira, na sua sede, em Washington, Estados Unidos, os novos fatos espaciais que os astronautas da missão Artemis vão usar em 2024, quando voltarem à Lua. Fatos feitos em modelos 3D, à …

Panama Papers. Mossack Fonseca não gostou do filme e processou Netflix por difamação

A dupla de sócios do escritório de advogados Mossack Fonseca, envolvido no caso “Panama Papers”, moveu um processo em tribunal por difamação contra a Netflix. A plataforma anuncia a estreia, para esta sexta-feira, do filme “Laundromat: …

Porsche e Boeing unem-se em projeto de táxi aéreo premium

A Porsche e a Boeing estão a unir esforços para explorar o mercado de mobilidade área urbana. Aproveitando os seus pontos fortes, as duas empresas prometem desenvolver um táxi aéreo para o futuro. Numa verdadeira fusão …

Fotografia com pombos? Na Tailândia, há "profissionais" contratados para assustá-los

A área de uma das portas da cidade, Tha Pae, parte do que resta da muralha vermelha que protegia a cidade antiga em Chiang Mai, na Tailândia, é uma das maiores atrações turísticas locais. Os turistas …

Sky News lança canal sem qualquer notícia sobre o Brexit

O canal Sky News Brexit-Free foi esta quarta-feira para o ar às 17h horas, sendo que os seus programas serão transmitidos até às 22h, de segunda a sexta-feira. O grupo de televisão britânico Sky vai lançou …

Vacina contra o cancro da mama pode estar disponível dentro de 8 anos

Investigadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o cancro ovário e da mama que poderá estar disponível comercialmente dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes …

Busca pelo avião de Amelia Earhart só encontrou chapéus, detritos de um naufrágio e uma lata de refrigerante

A mais recente busca pelos restos do avião de Amelia Earhart, a famosa aviadora americana que desapareceu sobre o Pacífico em 1937, terminou sem resultados. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, a investigação …

Protestos em Hong Kong. LeBron acusado de apoiar regime chinês

A super estrela do basquetebol LeBron James juntou-se à polémica entre a NBA e a China, após apelidar de “mal-informado” o treinador dos Houston Rockets, Daryl Morey, que expressou apoio aos manifestantes em Hong Kong …

Acordo para o Brexit está "prestes a ficar fechado"

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o Presidente francês, Emmanuel Macron, disseram esta quarta-feira que um acordo para o Brexit está em finalização e poderá ser apresentado quinta-feira para aprovação no Conselho Europeu. "Quero acreditar que …

Em Chernobyl, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram para trás"

Chernobyl é, atualmente, a maior atração internacional da Ucrânia e o novo presidente, Volodymyr Zelenski, já apresentou um projeto para trazer ainda mais turistas. No entanto, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram …