/

“Ajudar o presidente a encontrar mulheres”. Deputada do PSD vai enviar lista de candidatas disponíveis para as autárquicas

1

No sábado, o líder do PSD Rui Rio afirmou que o partido tinha dificuldade em encontrar candidatas mulheres para as eleições autárquicas. Em resposta, Lina Lopes, coordenadora das Mulheres Social-Democratas, diz que não faltam mulheres disponíveis para “ajudar o partido”.

Este sábado, no encerramento da 5.ª Academia de Formação Política para Mulheres do PSD, Rui Rio lamentou que, entre a centena de candidatos que já foram anunciados pelo partido para as autárquicas, só três sejam mulheres: Cristina Ferreira à Câmara de Penedono, Maria do Céu Quintas a Freixo de Espada à Cinta e Maria Helena Oliveira a Cantanhede.

“Hoje temos mais mulheres na política do que no passado, mas muito menos do que o desejado. Hoje conseguimos homens para a política, mas temos muito mais dificuldades em arranjar mulheres para a política e estas ações de formação têm essa utilidade adicional de conseguir captar o interesse das mulheres para a vida política”, afirmou Rio.

Segundo o líder partidário, existem ainda poucas mulheres interessadas em política. “Nós queremos ter mulheres nas listas, nós queremos dar destaque às mulheres, no entanto, batemos de frente com a realidade e há muito poucas mulheres disponíveis”, continuou.

Em resposta, de acordo com a TSF, Lina Lopes, coordenadora das Mulheres Social-Democratas, um grupo interno do PSD, já tinha respondido ao presidente do partido, afirmando ter “algumas dúvidas que não existam assim tantas mulheres que queiram estar nestes lugares”.

“São elas que efetivamente não querem participar na vida política ou são as estruturas que não as indicam?, questionou.

Nas redes sociais, a coordenadora das Mulheres Social-Democratas lançou o apelo e, esta segunda-feira, veio garantir que muitas mulheres – cerca de “20 ou 30” – já manifestaram interesse em “ajudar o partido” e “todas elas com muito bons currículos”.

Lina Lopes anunciou, em declarações à TSF, que, até ao final desta semana, será enviada uma lista com nomes de possíveis candidatas autárquicas a Rui Rio, prometendo que não vai “deixar ficar este assunto morto”.

Deputada procura candidatas através do WhatsApp

De acordo com o jornal Público, o apelo interno para recrutar candidatas às eleições autárquicas foi feito através de uma mensagem enviada através da aplicação WhatsApp, em que Lina Lopes pedia para que lhe façam chegar a disponibilidade de mulheres “interessadas em integrar listas às câmaras e juntas de freguesia”, solicitando o “nome e uma pequena nota biográfica”.

A iniciativa pretende, segundo o matutino, “ajudar o presidente [Rui Rio] a encontrar mulheres” porque “provavelmente têm-lhe dito que não existem”.

Lina Lopes incentiva as eventuais candidatas a assumirem se consideram “estar em condições de serem presidentes de juntas” e as “razões porque consideram que seriam uma excelente presidente de junta”, recordando que “há 40% de quotas” e que “têm de ser incluídas mulheres”.

A coordenadora nacional das Mulheres Social-Democratas, que é apoiante de Rui Rio, solicitou que as indicações lhe cheguem durante esta semana por e-mail, de forma a “enviar para o presidente até sábado”.

  Maria Campos, ZAP //

1 Comment

  1. Não acredito que com tantas mulheres no PPD que não encontrem mulheres para candidatas ás Autarquias, ou será que o Rui Rio não quer mulheres mas sim marionetas que façam o que os Rui Rio mandar?

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.