Elon Musk tem um irmão (que é quase tão genial como ele)

Os carros elétricos e as “investidas espaciais” de Elon Musk, o famoso multimilionário nascido na África do Sul e fundador da Tesla e da Space X, tornaram-no conhecido em todo o mundo. Mas o seu irmão mais novo não quer ficar para trás. Kimbal Musk é muito menos conhecido que Elon, mas ambição é algo que não lhe falta.

O empresário e filantropo de 45 anos – apenas um a menos que Elon – tem se proposto a revolucionar o modo de comer dos americanos, usando, claro, a tecnologia. Há quem já o chame “o pai do movimento da comida real”, com o lema: “a comida é a nova internet”.

Kimbal, que vive no Colorado, nos EUA, é dono de alguns restaurantes nos Estados Unidos, como o The Kitchen Next Door, onde são servidos pratos com alimentos produzidos de forma sustentável, com compostagem, energia eólica ou embalagens ecológicas, de acordo com a BBC.

Talvez não seja surpreendente, tendo em conta que os Musk têm uma mãe nutricionista e modelo e um pai engenheiro, que o mais novo dos irmãos tenha escolhido dedicar-se a introduzir a tecnologia no setor de alimentação.

Durante a conferência internacional Food Tank Summit em setembro do ano passado, em Nova Iorque, Kimbal ressaltou que “a comida é uma das últimas fronteiras que a tecnologia ainda não abordou. Se fizermos as coisas bem feitas, haverá comida para todos”.

Kimbal Musk estudou no Instituto Culinário Francês de Nova Iorque e fundou o Big Green, uma organização sem fins lucrativos dedicada à criação de “jardins de aprendizagem”, que são espaços para ensinar os benefícios da comida nutritiva nas escolas. O benjamim espera chegar a um milhão de alunos em 2020.

Um dos seus projetos mais ambiciosos e curiosos é o Square Roots, uma incubadora de hortas urbanas verticais com a qual pretende criar “sabores reais”. Com essa companhia, fundada em 2016, Kimbal quer estimular empreendedores a criarem start-ups que usem a tecnologia para produzir alimentos nas cidades de forma ecológica.

O seu sistema consiste em usar recipientes com água reciclada e agricultura hidropónica – ou seja, cultivar plantas em soluções minerais em vez de em solo agrícola – para produzir alimentos para consumo local.

Durante uma sessão de perguntas e respostas promovida pelo Reddit, Kimbal garantiu que “os jardins verticais são o futuro da agricultura e asseguram que os alimentos locais continuam a crescer”.

Kimbal Musk também revelou que a comida o encanta desde criança e que perseguir a sua paixão foi muito positivo: “Foi a melhor decisão da minha vida“.

“Temos comida abundante. Precisamos de comida real que nos alimente de verdade, e isso requer mudanças enormes no modo como usamos a terra. Estamos a usar abordagens tecnológicas muito interessantes”.

Tecnologia

Segundo o empresário na conferência Food for Tomorrow, organizada pelo The New York Times, no ano passado, apenas 1% da comida no mundo foi produzida de forma artificial, com luzes LED em vez dos cultivos tradicionais.

Mas esse número poderia crescer se a quantidade de hortas urbanas aumentasse. “Passamos milhares de anos a aplicar tecnologia na agricultura. Mas é agora que a tecnologia moderna está a funcionar para criar comida real”, disse Musk no Twitter.

O seu irmão Elon também se tem tornado especialista nisso. Além de fundar a Tesla, empresa de carros elétricos, armazenamento de energia e fabricação de painéis solares, criou o Paypal e outras empresas bem-sucedidas.

Algumas são a Boring Company, através da qual planeia conquistar o subsolo, e a SpaceX, virada para exploração aeroespacial.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Procura mundial de petróleo pode alcançar o seu nível mais baixo numa década por causa do coronavírus

O surto de coronavírus afetará de forma "significativa" a procura global por petróleo, podendo esta atingir o seu nível de procura mais baixo numa década, alerta a Agência Internacional de Energia (IEA). Com a desaceleração da …

Vitória SC 1-2 Porto | “Dragão” cola-se à liderança

A Liga NOS está ao rubro. O FC Porto foi a Guimarães vencer o Vitória SC por 2-1 e está a apenas um ponto da liderança do campeonato, na sequência da derrota do Benfica no …

Ventura não faz "fretes". Chega não viabilizará Governo do PSD se não houver cedências

Para governar com a direita, o PSD precisa do recém-eleito Chega. No entanto, há características que separam os partidos: enquanto que os sociais-democratas se querem estabelecer ao centro, André Ventura estabelece linhas vermelhas e não …

Egito atinge 100 milhões de habitantes (mas não há grandes motivos para celebrar)

A população do Egito atingiu os 100 milhões de habitantes, tornando-se no país árabe mais populoso e o terceiro em África atrás da Etiópia e da Nigéria, anunciaram ontem as autoridades. O calculador eletrónico instalado no …

Coronavírus: Há mais dois casos suspeitos em Portugal

Há mais dois casos suspeitos de infeção por coronavírus em Portugal. Os doentes, que vieram da China, já foram encaminhados para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, e para o Hospital de São João, no …

Morreu o ator Tozé Martinho

O ator António José Bastos de Oliveira Martinho, mais conhecido como Tozé Martinho, morreu este domingo aos 72 anos. Tozé Martinho morreu este domingo, aos 72 anos. O ator foi levado para o Hospital de Cascais, …

NASA já tem um preço para a próxima alunagem

O responsável pelos voos tripulados da NASA, Doug Loverro, revelou esta semana que a agência espacial vai precisar de  35 mil milhões de dólares nos próximos quatro anos para conseguir voltar a pisar a Lua …

Covid-19: FMI admite que crescimento mundial desça para 3,1% este ano

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional admitiu este domingo que a previsão de 3,3% para o crescimento da economia mundial possa descer 0,1 ou 0,2 pontos percentuais devido à propagação do coronavírus. "Por enquanto, a nossa …

Próximo Orçamento tem de começar a ser apresentado em abril (mas Centeno não o fará)

As novas regras de desenho de orçamentos vão ser novamente adiadas, avança este domingo o semanário Expresso. A equipa das Finanças já está concentrada no próximo Orçamento do Estado. No entanto, apesar de haver uma lei …

Exército do Canadá quer saia da farda mais curta para atrair mulheres

Para aumentar o alistamento de mulheres, o exército do Canadá está a considerar fazer alterações à farda, encurtando as saias, e referir-se às medalhas como "bling", palavra em inglês usada para se referir acessórios caros …