Elon Musk diz que não tomará uma eventual vacina para a covid-19

iafastro / Flickr

Elon Musk, CEO da Tesla e SpaceX

O multimilionário Elon Musk disse, em entrevista ao jornal norte-americano The New York Times, que não tomará uma eventual vacina contra a covid-19.

Questionado sobre o motivo pelo qual não procurará a vacina quando esta estiver disponível no mercado,respondeu: “Não estou em risco, nem os meus filhos”.

Tal como conta o portal Futurism, o CEO da Tesla e da Space X preferiu não falar muito sobre a pandemia na entrevista, mas admitiu ao jornal norte-americano: “É uma questão polémica em que a racionalidade fica em segundo plano“.

No que toca à pandemia, Elon Musk tem estado envolvido em alguma polémica: previu, no início de março, que até ao final de abrir haveria “quase zero novo casos” e chegou também a dizer que “o pânico sobre o novo coronavírus é burro”.

O CEO da Tesla desafiou também as autoridades locais do condado de Alameda, onde tem uma das suas fábricas, pressionando a abertura das suas instalações apesar das diretivas para o confinamento da população.

Quando a jornalista do NYT pediu a Elon Musk para se colocar no lugar dos seu trabalhadores, que foram pressionados a voltar ao trabalho quando a pandemia estava ainda a começar em solo norte-americano, o multimilionário disse apenas: “Vamos seguir em frente (…) Não quero entrar num debate sobre a covid-19“.

 

Pelo menos 1.012.093 pessoas morreram em todo o mundo mundo desde o surgimento da doença no final de dezembro, indica um balanço da AFP.

Segundo o balanço da universidade norte-americana Johns Hopkins, os Estados Unidos são o país mais atingido em número de mortos e em casos, com 206.005 óbitos para 7.191.349 casos recenseados. Pelo menos 2.813.305 pessoas foram declaradas curadas.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Querem comparar América a Portugal para falar de covid?? Tudo bem, então é assim na América tens que trabalhar para poderes pagar um seguro de saúde. Se não trabalhas não tens acesso a cuidados básicos do serviço de saúde porque ficas sem dinheiro para pagar um seguro de saúde… Depois existem vários tipos de seguros de saúde uns mais caros que te dão acesso a mais regalias e tratamentos e uns mais baratos que mais dificilmente te vão dar um tratamento mais caro… Depois existem os hospitais que nem todos trabalham com os mesmos seguros é preciso escolher um hospital que trabalhe com o mesmo seguro de saúde…. Portanto os americanos que ficaram sem emprego a conta do medo do covid ficaram sem seguro de saúde logo isso vai trazer problemas a longo prazo para os próprios… E como os hospitais são seletivos porque trabalham com seguradoras diferentes é fácil ver os mais ricos e os mais pobres nas filas ou não dos hospitais… Em Portugal todos têm direito a cuidados de saúde o problema é que eles só existem virtualmente… Porque uma pessoa que queira uma cirurgia ou tratamento para o cancro bem pode esperar e esperar! Já tratamento do covid a espera tbm se faz sentir é uma questão de sorte… Relativamente às mortes só acho pena não compararem esses dados com dados dos anos anteriores em relação a gripe comum.

    • Ponto e vírgula, só tretas… não sei onde foste buscar semelhantes barbaridades… “problema é que eles só existem virtualmente…” tretas… mais tretas e mais tretas… não é dum dia para o outro, depende da gravidade, claro. Sim pah.. falo por experiencia própria… é cada um

RESPONDER

Erupção do vulcão Etna causa problemas económicos na Sicília

Nos últimos meses, o vulcão Etna tem estado em constante erupção e o custo de limpeza das cinzas está a deixar muitas cidades da Sicília à beira da falência. O vulcão Etna – um dos mais …

Argentina cria documento de identidade para pessoas não binárias

O Presidente da Argentina anunciou, esta semana, que o país tem um novo documento de identidade para incluir pessoas não binárias. É o primeiro país da América Latina a fazê-lo. De acordo com o chefe de …

Costa diz que Portugal vai ter "o dobro" de fundos comunitários para investir

O primeiro-ministro afirmou, este sábado, que Portugal vai contar, nos próximos sete anos, com "o dobro" de fundos comunitários para investimento, considerando que esta "é uma oportunidade única" que não pode ser desperdiçada. "Vamos ter a …

Chinesa morre após salvar a filha de deslizamento de terra. Bebé esteve 24 horas nos escombros

Uma mulher morreu após salvar o seu bebé quando um deslizamento de terra e uma forte inundação atingiram a sua casa na China, revelam as equipas de resgate. Como noticia a BBC, a bebé foi resgatada …

Caso Ihor. IGAI pede expulsão do ex-diretor de fronteiras do SEF

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) já entregou ao ministro Eduardo Cabrita o relatório final do processo disciplinar contra o inspetor coordenador do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) António Sérgio Henriques, que propõe a …

Chuvas torrenciais fazem mais de uma centena de mortos na Índia

Pelo menos 136 pessoas morreram na Índia, em consequência de chuvas torrenciais que assolaram o país e causaram fortes enchentes e deslizamentos de terra, enterrando casas e submergindo ruas. Numa altura em que as alterações climáticas …

China inaugurou o comboio mais rápido do mundo

O comboio-bala maglev, que pode atingir uma velocidade de 600 quilómetros por hora, fez a sua estreia em Qingdao, na China, esta semana. Tal como conta a cadeia televisiva CNN, este comboio-bala maglev foi desenvolvido pela …

Quatro portugueses detidos em Espanha por alegada violação de duas mulheres

A polícia espanhola anunciou, este sábado, ter detido quatro cidadãos portugueses por suposta violação múltipla e abusos sexuais a duas mulheres de 22 e 23 anos, numa pensão em Gijón, no norte do país. Segundo a …

Stonehenge pode perder estatuto de património mundial da UNESCO

Depois de Liverpool, também Stonehenge pode perder o estatuto de património mundial da UNESCO. O aviso surge após o secretário dos transportes, Grant Shapps, ter dado luz verde aos planos de construção de um túnel …

Mais 20 mortes e 3396 casos de covid-19. Não havia tantos óbitos desde março

Portugal registou, este sábado, mais 20 mortes e 3396 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3396 novos …