Parlamento Europeu analisa eventuais conflitos de interesses de Elisa Ferreira

A comissária portuguesa vai gerir a pasta que integra os fundos distribuídos pelo marido, presidente da CCDRN. Eurodeputados falam em conflito de interesses.

A Comissão de Assuntos Jurídicos do Parlamento Europeu (PE) está reunida em Estrasburgo, esta manhã, para analisar “potenciais conflitos de interesses” dos comissários designados pela nova presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, no passado dia 10 de setembro.

Segundo o jornal Público, na véspera desta reunião, a eurodeputada francesa eleita pelo partido Os Verdes, Marie Toussaint, já tinha indicado quais eram as seis nomeações em causa, entre as quais está Elisa Ferreira.

Em causa está o facto de a comissária europeia, indigitada para a pasta da Coesão e Reformas, ir tutelar fundos distribuídos pelo marido Fernando Freire de Sousa, que é presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDRN).

De acordo com este jornal, o CCDRN é uma das entidades responsáveis pela aplicação dos fundos estruturais, sendo que a região Norte é uma das que recebe a maior fatia dos fundos em solo português.

No Twitter, Toussaint referiu ainda que a portuguesa era vice-governadora do Banco de Portugal numa altura em que a Caixa Geral de Depósitos (CGD) estava na mira do BdP por ter financiado o projeto de uma empresa cujo vice-presidente era o seu marido.

Segundo o ECO, a eurodeputada francesa referia-se à empresa La Seda de Barcelona que, em 2006, começou a sua ligação ao grupo espanhol na Artlant, em Sines, e que veio a custar mais de 250 milhões de euros à CGD.

Fontes europeias avançaram ao Observador que Elisa Ferreira não passa à primeira na Comissão de Assuntos Jurídicos do PE porque os deputados têm dúvidas relativamente a ações que tem no grupo Sonae, empresa que já recebeu fundos comunitários e que está inscrita como lobista em Bruxelas.

O jornal online escreve que a nomeação final da comissária não estará em causa, uma vez que bastará vender as 15 mil ações (no valor de 13.065 euros) para acabar com a situação de incompatibilidade.

Sobre a questão do marido, o Observador sabe ainda que os eurodeputados consideraram não haver um conflito de interesses, uma vez que é “funcionário público”, logo, nunca estaria em causa o benefício a título pessoal.

Os eurodeputados vão fazer um “pedido de esclarecimento adicional” à ex-eurodeputada socialista e a sua aprovação ficará condicionada pelas justificações que irá dar. Se tudo correr como previsto, Elisa Ferreira deverá ter a audição final na primeira semana de outubro.

Os restantes cinco comissários que estão na mira do PE por eventuais conflitos de interesses são o húngaro Laszlo Trocsanyi (Política de Vizinhança e Alargamento), a romena Rovana Plumb (Transportes), a francesa Sylvie Goulard (Mercado Interno), o belga Didier Reynders (Justiça) e o polaco Janusz Wojciechowski (Agricultura).

Se alguns dos comissários indigitados não forem aprovados pelos eurodeputados, poderão ser agendadas audições adicionais na semana de 14 de outubro, antes de o PE se pronunciar em definitivo relativamente ao conjunto do colégio, o que deverá acontecer a 22 de outubro.

Elisa Ferreira poderá ser a primeira mulher portuguesa a integrar o Executivo comunitário desde a adesão de Portugal à União Europeia e sucederá a Carlos Moedas, comissário que teve a seu cargo a pasta da Investigação, Ciência e Inovação.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Isto com o PS parece que é sempre tudo em família. É negócios com empresas de familiares, é pais e filhos no conselho de ministros, é secretários de estado familiares de ministros… E depois ainda há o César que tem lá a família toda a avaliar por aquilo que é referido na imprensa.
    No meio de tudo isto ainda “apagaram” a Sandra Felgueiras que com o sexta às nove era pouco conveniente, lançaram o ministério público contra o sindicado dos transportes…
    E por último temos as golas. Mais um belo negócio para o nosso dinheiro. E uma vez mais ficou tudo em família. Já cheira mal. Chega!

RESPONDER

Em Chernobyl, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram para trás"

Chernobyl é, atualmente, a maior atração internacional da Ucrânia e o novo presidente, Volodymyr Zelenski, já apresentou um projeto para trazer ainda mais turistas. No entanto, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram …

Huawei afirma que a tecnologia 6G vai estar disponível daqui a 10 anos

O CEO da Huawei, Ren Zhengfei, assinalou, durante uma entrevista à CNBC, que a sua empresa está a trabalhar em redes móveis 6G, que estarão completamente desenvolvidas daqui a 10 anos.   "Trabalhámos em 5G e 6G …

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …

Itália quer mudar sede da final da Liga dos Campeões

A Itália quer que a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o Estádio Olímpico Atatürk Olympic, mude de sede. Os últimos dias não têm sido fáceis para a UEFA. Depois dos incidentes racistas …

CNN coloca broa portuguesa entre os 50 melhores pães do mundo

A propósito das celebrações do Dia Mundial do Pão, que se celebra esta quarta-feira, a CNN fez uma lista com os 50 melhores pães do mundo e um deles é a broa portuguesa. A broa conhecida …

CP lança nova campanha: Lisboa-Porto por cinco euros e mais descontos até 80%

Há 10.300 bilhetes a custos muito reduzidos, anunciou a CP – Comboios de Portugal esta terça-feira. A nova campanha garante viagens nos comboios de longo curso Alfa Pendular e Intercidades “com 80% de desconto”, abrangendo …

"Níveis recorde". Glaciares suíços perderam 10% do seu volume nos últimos cinco anos

Os glaciares suíços perderam 10% do volume nos últimos cinco anos, a maior redução em cem anos, alertou esta terça-feira a Academia Suíça das Ciências. A Academia baseia-se nas medições feitas pelos peritos do painel intergovernamental …

Caso BPN. Relação condena dois dos absolvidos e agrava penas a outros dois

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou esta quarta-feira dois dos três arguidos absolvidos no processo principal da falência do BPN, Ricardo Oliveira e Filipe Nascimento, e agravou as penas a dois dos 12 arguidos …

Operação Éter. Hermínio Loureiro entre as dezenas de autarcas arguidos

Hermínio Loureiro, ex-presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, está entre as dezenas de atuais e antigos autarcas que foram constituídos arguidos no âmbito da Operação Éter. Este processo levou à prisão preventiva do antigo presidente …