Elefantes conseguem perceber pela voz se humanos são ameaça

Os elefantes são capazes de reconhecer a linguagem dos humanos, identificando se estes são uma ameaça, e distinguir entre etnias e géneros, revela uma investigação conjunta da universidade de Sussex, Reino Unido, e do Parque Nacional de Amboseli, no Quénia.

O estudo analisou a reacção de famílias inteiras de elefantes à reprodução de vozes gravadas dos grupos étnicos maioritários da zona do Parque Nacional de Amboseli, os Masai e os Kamba.

A investigação, publicada na última edição da revista “Proceedings of the National Academy of Sciences”, concluiu que os animais manifestavam medo e comportamentos agressivos quando ouviam vozes de homens adultos Masai, enquanto a sua atitude perante as vozes das mulheres e crianças era menos agressiva.

“Os diferentes grupos de seres humanos podem representar vários níveis de perigo para os animais que vivem ao seu redor”, destacou Karen McComb, professora da universidade de Sussex e investigadora principal do estudo.

Esta investigação mostra que os elefantes tratam de adaptar-se à ameaça humana, sublinhou McComb.

“Os humanos são, sem dúvida, os predadores mais perigosos e versáteis que os elefantes enfrentam actualmente”, disse.

A capacidade de distinguir se a presença do humano é ou não uma ameaça tem um impacto importante no comportamento dos animais selvagens porque evita interrupções no seu tempo de alimentação e atenua o stress.

“Esta capacidade aparentemente sofisticada é aprendida pelos membros mais jovens, que seguem o exemplo da matriarca da manada”, explicou, por seu lado, Graeme Shanoon, especialista em conservação animal de Sussex.

Estudos anteriores tinham já demonstrado que os elefantes africanos mostravam maior medo ao cheiro de roupas usadas pelos homens Masai em comparação com os Kamba, e também mostravam um comportamento agressivo na presença de pessoas vestidas de vermelho.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal regista mais seis óbitos e 688 novos casos

Portugal contabiliza esta segunda-feira mais seis mortos relacionados com a covid-19 e 688 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o último boletim divulgado epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

Novo lay-off é para "aguentar o emprego e as empresas" (mas agrava cortes dos trabalhadores)

O novo regime de lay-off anunciado pelo Governo, para apoiar as empresas com "perdas mais significativas", nomeadamente na área do turismo, visa "aguentar o emprego e as empresas", segundo o ministro da Economia, Siza Vieira, …

Jornal "The Guardian" sugere que Portugal é um país racista e compara Ventura a Bolsonaro

O jornal britânico "The Guardian" noticiou, esta segunda-feira, alguns dos mais recentes acontecimentos racistas que têm ocorrido no país, afirmando no seu título que "Portugal regista um aumento da violência racista com ascensão da extrema …

Jornal Washington Post declara apoio a Biden e quer afastar "o pior presidente dos tempos modernos"

O jornal de referência Washington Post declarou esta segunda-feira o seu apoio ao candidato democrata à presidência dos EUA, Joe Biden, para derrotar o republicano Donald Trump, que considera “o pior Presidente dos tempos modernos”. No …

Portugal não recorrerá aos empréstimos do fundo de recuperação da UE

O primeiro-ministro António Costa salientou esta terça-feira que Portugal "recorrerá integralmente" aos cerca de 15,3 mil milhões de euros em subvenções que poderá receber do fundo de recuperação europeu, mas adiantou que não utilizará a …

Isabel dos Santos impugna nacionalização da Efacec

A empresária angolana Isabel dos Santos avançou com uma ação para impugnar a nacionalização da Efacec, decisão que foi anunciada pelo ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, no início de julho. Numa nota enviada às …

Brexit. Na nona e última ronda, Von der Leyen está convencida de que acordo é possível

A União Europeia (UE) e o Reino Unido voltam esta terça-feira às negociações, na nona e última ronda para sair do impasse em questões como as pescas e concorrência e chegar a um acordo de …

Fundo de Resolução deve ser analisado com rigor, diz BCP. Presidente do banco defende moratórias

O presidente da Comissão Executiva do Millennium BCP, Miguel Maya, disse na segunda-feira que o tema do financiamento do Fundo de Resolução deve ser analisado com o "máximo cuidado e rigor", afirmando não ter nenhuma …

Falhas nas escolas: Falta de funcionários, alunos reprovados e Internet lenta condicionam resultados

Dois em cada três estudantes portugueses frequentam escolas onde os diretores apontam a falta de pessoal não docente como um dos fatores que condiciona a capacidade de ensinar. Chumbos ou Internet lenta também são condicionantes …

Há pontos de contacto e linhas vermelhas na relação amor-ódio que desenha o futuro do OE2021

O PCP foge por entre os dedos, o Bloco de Esquerda está cheio de dúvidas e o PSD é o terceiro interveniente à espera de intervir. A viabilização do Orçamento do Estado para 2021 é …