Electricidade em Portugal 40% mais cara que em França

LeWeb13 / Flickr

O português Carlos Tavares, ex-nº2 da Renault, é o novo presidente da Peugeot/Citroen

O português Carlos Tavares, ex-nº2 da Renault, presidente da Peugeot/Citroen

O presidente executivo da PSA Peugeot Citroën, Carlos Tavares, afirma que os custos da energia elétrica em Portugal são 40% mais elevados do que em França e adianta que vai discutir o assunto com o secretário de Estado dos Transportes.

“Os custos da energia elétrica em Portugal são 40% mais elevados do que em França, o que é um fator de não competitividade. Tudo o que puder ser feito para melhorar essa competitividade em termos de energia vai ajudar a indústria automóvel e também as outras indústrias”, disse hoje Carlos Tavares, que está de visita a Portugal.

No encontro com jornalistas, Carlos Tavares, que assumiu esta semana o cargo de presidente executivo da PSA Peugeot Citroën, adiantou que vai abordar este tema no almoço de hoje com o secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro, e frisou que “os custos de energia para um país como Portugal têm que ser o mais baixo possível”.

Outra questão a abordar, avançou, será sobre logística e a melhoria da infraestrutura ferroviária que facilite o escoamento dos automóveis da fábrica de Mangualde, para o Porto de Vigo, de onde são depois exportados.

“Gostaríamos de melhorar a nossa capacidade para exportar os automóveis fabricados em Mangualde, de maneira mais eficiente e mais ecológica”, disse Carlos Tavares, sublinhando o potencial de melhoria dos custos.

Respondendo aos jornalistas sobre quais os planos do fabricante automóvel para o país, Carlos Tavares disse que apesar do crescimento que já verifica em Portugal, o mercado deve chegar aos 150 mil automóveis [vendidos] este ano, “se tudo correr bem”.

“A indústria automóvel em Portugal só tem futuro se pudermos exportar. Não se faz muitos investimentos num mercado que representa 150 mil automóveis”, disse o gestor, estimando que o mercado mundial de automóveis novos em 2020 vai ultrapassar os 100 milhões de unidades vendidas por ano.

Para aumentar as exportações, que representaram 95% da produção da fábrica de Mangualde em 2013, Carlos Tavares defendeu o aumento da competitividade em matéria de custos laborais.

“A nível europeu, os custos laborais [em Portugal] estão razoavelmente competitivos face à Europa de Leste, mas são duas vezes mais do que em relação a países como Marrocos”, sublinhou.

Por outro lado, o responsável também considera necessário “dar às empresas a possibilidade de ir à procura de oportunidades” e salientou a este propósito que “quanto mais flexível for o mercado de trabalho, mais isso é possível, (…) mais as empresas poderão progredir e o país também”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

57% dos portugueses diz que a pandemia dificultou acesso à saúde (e mais de 600 mil perderem consultas)

Mais de metade dos portugueses (cerca de 57%) considera que a pandemia dificultou o seu acesso aos cuidados de saúde, sendo a população mais idosa (69%) e os doentes crónicos (70%) quem mais manifesta esta …

“Negacionista e bem raivosa”. Livro de ex-ministro da Saúde revela reação de Bolsonaro à pandemia

O primeiro ministro da Saúde do mandato de Jair Bolsonaro, Luiz Henrique Mandetta, publicou um livro sobre o combate à pandemia no Brasil e revelou que o Presidente teve uma reação “negacionista” e “raivosa”. De acordo …

"É um génio". Futre acredita que João Félix lutará pela Bola de Ouro dentro de pouco tempo

O antigo internacional português e antigo jogador do Atlético de Madrid Paulo Futre acredita que João Felix lutará pela Bola de Ouro dentro de pouco tempo. "É um génio. Cada vez que a bola passa pelos …

Seis novos sauditas indiciados na Turquia pela morte de Khashoggi

Os seis sauditas, indiciados a alguns dias do segundo aniversário do homicídio, não se encontram na Turquia e devem ser julgados à revelia. O procurador de Istambul indiciou, esta segunda-feira, seis novos sauditas suspeitos de …

Expressões neutras e imagens de homens e mulheres. Governo quer militares a usar linguagem inclusiva

O Ministério da Defesa quer que os militares comecem a usar uma linguagem mais inclusiva e menos discriminatória nos documentos e comunicações oficiais, de acordo com uma diretiva enviada Estado-Maior-General das Forças Armadas e aos …

Trump acusado de incentivar afro-americanos a não votar em 2016. E queria a filha Ivanka como vice

A equipa da campanha digital de Donald Trump tentou dissuadir milhões de afro-americanos de votar nas eleições presidenciais norte-americanas de 2016, segundo uma investigação hoje divulgada por jornalistas da estação de televisão britânica Channel 4 …

Leitura, Matemática e Ciências. Alunos portugueses são únicos da OCDE com cada vez melhores resultados

Os alunos portugueses foram os únicos da OCDE que têm vindo a melhorar significativamente os seus desempenhos a Leitura, Matemática e Ciências, segundo uma análise que compara o desempenho académico de jovens de 15 anos …

Desabamento nas obras do Metro de Lisboa provoca quatro feridos

Um desabamento nas obras do Metro de Lisboa, na estação da Praça de Espanha, provocou esta terça-feira quatro feridos ligeiro, desconhecendo-se ainda a gravidade do seu estado, e a interrupção da circulação na linha Azul. Os …

Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: Um campeão categórico, Ronaldo fora do pódio e uma equipa a pé até ao estádio

O FC Porto goleou o vizinho Boavista, o Benfica ficou a lamentar tanto desperdício e o Sporting entrou a ganhar no campeonato. Destaque ainda para o Santa Clara, Rúben Dias, João Félix, Ronaldo e Messi... e …

A mais longa quarentena do mundo vai ser prolongada mais um mês

A quarentena em Manila devido à covid-19, a mais longa do mundo atualmente, será prolongada por mais um mês até 31 de outubro, anunciaram esta terça-feira as autoridades. Mais um mês significa que número total de …