Egito vai processar leiloeira pela venda do busto “roubado’’ de Tutankhamon

O Egito solicitou à Interpol, na segunda-feira, a localização da escultura do faraó Tutankhamon, uma semana depois de contestar a venda em leilão da peça de arte, em Londres, foi anunciado por fontes governamentais.

O comité nacional do Egito para a Repatriação de Antiguidades declarou, no seguimento de uma reunião urgente, que vai solicitar à Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) “a emissão de um alerta para localizar” a obra, devido à falta de documentos necessários no momento do leilão.

A escultura de Tutankhamon, um busto em quartzito castanho com 28,5 centímetros de altura, foi vendida no dia 4 de Julho, pela leiloeira Christie’s, em Londres, por mais de 4,7 milhões de libras (cerca de 5,3 milhões de euros).

“O comité expressa o seu profundo descontentamento perante a falta de profissionalismo neste comportamento” que permitiu “a venda de antiguidades egípcias sem que tenham sido fornecidos os títulos de propriedade e os documentos para exportação legal (da peça) do Egipto”, declarou o comité em comunicado, citado pela AFP.

O comité, dirigido pelo ministro das Antiguidades, Khaled al-Enany, pediu à leiloeira de Londres que “proibisse a exportação dos objetos vendidos” até que os documentos necessários sejam apresentados às autoridades egípcias.

O mesmo comité, que contestou de imediato a venda da peça, anunciou, ainda, a contratação de advogados britânicos para a abertura de um processo civil, sem acrescentar mais informações. Em declarações à BBC, Khaled al-Enany adiantou que vai abrir um processo contra a Christie’s com o objetivo de repatriar o busto.

Por sua vez, a leiloeira Christie’s argumentou que o Egito nunca tinha demonstrado preocupação com o objeto “embora a sua existência seja amplamente conhecida e tenha sido publicamente exposta”. A casa de leilões publicou uma cronologia das alterações da escultura nos últimos 50 anos, consoante a mudança de proprietário entre comerciantes de arte europeus. A Christie’s acrescenta à AFP que “nunca será vendida uma obra sem que esteja claramente definido o título de propriedade”.

O busto de Tutankhamon foi adquirido em 1985 a Heinz Herzer, um comerciante de arte, baseado em Munique, na Alemanha. Antes, esteve nas mãos de Joseph Messina, um austríaco que o adquirira em 1973 ou 1974 ao príncipe Wilhelm von Thurn und Taxis, o qual o possuía desde, parece, os anos 1960.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Depois da polémica, Hank Azaria deixa de dar voz a Apu dos "Simpsons"

O ator que dá voz à personagem indiana Apu Nahasapeemapetilon, da série "Os Simpsons", anunciou que vai deixar de o fazer, depois de vários anos de polémica. Segundo a BBC, Hank Azaria anunciou, este fim-de-semana, que …

"Parasite" vence prémio principal do Sindicato dos Atores dos EUA

O filme do realizador sul-coreano Bong Joon-ho venceu, no domingo, o prémio mais importante do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos (SAG), tornando-se o primeiro filme em língua estrangeira a receber tal distinção. A comédia negra …

Cientistas criam método inovador para tratamento de lesões agudas da pele

Investigadores do Centro de Neurociências e Biologia Celular (CNC) de Coimbra desenvolveram um método “inovador e sensível à luz”, que poderá ser útil no tratamento de lesões agudas da pele. Um grupo de investigadores do CNC …

Elon Musk quer enviar 10 mil pessoas a Marte até 2050

O CEO da Space X, Elon Musk, quer construir cem naves por ano e levar pelo menos dez mil pessoas a Marte até 2050, embora os protótipos das naves espaciais Starship ainda estejam sujeitos a …

Como será um iPhone daqui a um milhão de anos? Artista mostra o impacto de lixo eletrónico

https://vimeo.com/386000590 A exposição The World After Us: Imaging techno-aestethic futures tem instalações onde se pode ver a natureza a tomar conta de telemóveis, computadores, tablets e outros dispositivos, mostrando que dificilmente se desintegrarão nos próximos anos. Os …

Marca japonesa acusada de apropriação cultural por perucas de modelos

A marca japonesa Comme Des Garçons foi acusada de apropriação cultural devido às perucas usadas pelos seus modelos caucasianos num desfile na Paris Fashion Week, em França. De acordo com a BBC, as perucas com tranças …

Índia suspende a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop

As autoridades estatais do estado indiano de Maharashtra decidiram suspender a construção da primeira linha do comboio ultra-rápido Hyperloop, que iria ligar as movimentadas cidades de Bombaim e Pune. O Governo local decidiu não avançar para …

Regina Duarte inicia "período de testes" na Secretaria da Cultura do Brasil

A atriz brasileira afirmou, esta segunda-feira, que iniciou um "período de testes" na Secretaria Especial da Cultura, pasta que foi convidada a liderar após a exoneração de um governante que parafraseou um discurso nazi. "Nós vamos …

Malásia devolve 150 contentores ilegais de lixo a países desenvolvidos

As autoridades da Malásia anunciaram, esta segunda-feira, que devolveram 150 contentores ilegais de lixo para os seus países de origem e afirmaram que não se querem tornar num "aterro sanitário" dos países desenvolvidos. Os países da …

Vietname contorna Huawei ao desenvolver tecnologia própria para o 5G

O maior grupo de telecomunicações do Vietname vai implementar este ano o 5G com recurso à sua própria tecnologia, contornando os chineses da Huawei, num sinal das implicações geopolíticas da rede de quinta geração. A empresa …