Egito vai processar leiloeira pela venda do busto “roubado’’ de Tutankhamon

O Egito solicitou à Interpol, na segunda-feira, a localização da escultura do faraó Tutankhamon, uma semana depois de contestar a venda em leilão da peça de arte, em Londres, foi anunciado por fontes governamentais.

O comité nacional do Egito para a Repatriação de Antiguidades declarou, no seguimento de uma reunião urgente, que vai solicitar à Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) “a emissão de um alerta para localizar” a obra, devido à falta de documentos necessários no momento do leilão.

A escultura de Tutankhamon, um busto em quartzito castanho com 28,5 centímetros de altura, foi vendida no dia 4 de Julho, pela leiloeira Christie’s, em Londres, por mais de 4,7 milhões de libras (cerca de 5,3 milhões de euros).

“O comité expressa o seu profundo descontentamento perante a falta de profissionalismo neste comportamento” que permitiu “a venda de antiguidades egípcias sem que tenham sido fornecidos os títulos de propriedade e os documentos para exportação legal (da peça) do Egipto”, declarou o comité em comunicado, citado pela AFP.

O comité, dirigido pelo ministro das Antiguidades, Khaled al-Enany, pediu à leiloeira de Londres que “proibisse a exportação dos objetos vendidos” até que os documentos necessários sejam apresentados às autoridades egípcias.

O mesmo comité, que contestou de imediato a venda da peça, anunciou, ainda, a contratação de advogados britânicos para a abertura de um processo civil, sem acrescentar mais informações. Em declarações à BBC, Khaled al-Enany adiantou que vai abrir um processo contra a Christie’s com o objetivo de repatriar o busto.

Por sua vez, a leiloeira Christie’s argumentou que o Egito nunca tinha demonstrado preocupação com o objeto “embora a sua existência seja amplamente conhecida e tenha sido publicamente exposta”. A casa de leilões publicou uma cronologia das alterações da escultura nos últimos 50 anos, consoante a mudança de proprietário entre comerciantes de arte europeus. A Christie’s acrescenta à AFP que “nunca será vendida uma obra sem que esteja claramente definido o título de propriedade”.

O busto de Tutankhamon foi adquirido em 1985 a Heinz Herzer, um comerciante de arte, baseado em Munique, na Alemanha. Antes, esteve nas mãos de Joseph Messina, um austríaco que o adquirira em 1973 ou 1974 ao príncipe Wilhelm von Thurn und Taxis, o qual o possuía desde, parece, os anos 1960.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Chovem diamantes no interior de Neptuno e Urano (e já se sabe porquê)

Podem estar a chover diamantes dentro dos corações de Neptuno e Urano. Agora, os cientistas descobriram novas evidências experimentais que mostram como é que isso poderia ser possível. Neptuno e Urano são os planetas mais mal …

Descobertas duas super-Terras na zona habitável de uma das estrelas mais próximas do Sistema Solar

Uma equipa internacional de cientistas encontrou duas super-Terras a orbitar uma das estrelas mais próximas do Sistema Solar. Conduzida pela Universidade de Göttingen, na Alemanha, a equipa de especialistas localizou um sistema formado por pelo …

Sporting 2-1 Gil Vicente | Leão de Plata só sabe vencer

O Sporting cumpriu na recepção ao Gil Vicente, no fecho da 29ª jornada da Liga NOS, e venceu por 2-1, num jogo que pareceu sempre controlado, mas que terminou com emoção. Os “leões” dominaram por completo …

Leões marinhos decapitados estão a dar à costa no Canadá (e ninguém sabe porquê)

Os corpos decapitados de pelo menos cinco leões-marinhos encontrados nas costas de Vancouver, no Canadá, nos últimos meses sugerem que pode haver um serial killer de mamíferos marinhos à solta. O LiveScience relata que pelo menos …

Este japonês é a única pessoa no mundo a ter um mestrado em Estudos Ninja

Um homem japonês tornou-se a primeira pessoa no mundo a ter um mestrado em Estudos Ninja depois de concluir um curso de pós-graduação que envolvia a aprendizagem de artes marciais básicas e escalada de montanhas. De …

Cátio Baldé acusado de comprar vistos para jogadores do Benfica

Cátio Baldé está a ser acusado de corrupção passiva por ter pagado a um funcionário da embaixada portuguesa em Bissau para conseguir vistos para jogadores do Benfica. O empresário admite o crime, mas nega o …

Ex-polícia admite ser "Assassino de Golden State" e declara-se culpado de 13 homicídios

O ex-polícia norte-americano Joseph DeAngelo declarou-se, esta segunda-feira, culpado de 13 homicídios. Mais conhecido como o "Assassino de Golden State", DeAngelo foi preso em 2018, após 40 anos de investigação. A identificação do criminoso apenas foi …

Infarmed garante ter stock de remdesivir, apesar da compra massiva dos EUA

Depois da notícia de que os EUA compraram à empresa Gilead Sciences praticamente toda a reserva para três meses do medicamento remdesivir, o primeiro aprovado no país no tratamento de covid-19, o Infarmed garante que …

Orfão, capturado e apresentado à rainha. A história da mais antiga fotografia de um indígena da Nova Zelândia

Um daguerreótipo - primeiro processo fotográfico do mundo - mantido na Biblioteca Nacional da Austrália é o mais antigo retrato fotográfico conhecido de um indígena maori da Nova Zelândia. Na imagem antiga, um adolescente aparece vestido …

Uma mesa de 490 metros na Charles Bridge. Em Praga, o fim da restrições celebrou-se com um jantar em massa

Os habitantes de Praga, capital da República Checa, construíram uma mesa com quase 490 metros e realizaram um enorme jantar público esta terça-feira para comemorar o fim do bloqueio do coronavírus no país. De acordo com …