Ébola: centro de tratamento em Conacri curou dois terços dos doentes infetados

EU Humanitarian Aid and Civil Protection / Flickr

-

O centro de tratamento de Ébola em Conacri conseguiu curar cerca de dois terços dos doentes infetados com o vírus que ali chegaram nas últimas seis semanas, disse à agência Lusa o chefe de missão dos Médicos Sem Fronteiras (MSF) na Guiné-Conacri.

“Neste centro, desde 27 de maio, 21 pacientes de um total de 31 saíram curados”, referiu Jerôme Mouton, que pede a quem fique doente que se dirija aos centros o quanto antes porque quanto mais cedo for diagnosticado um caso de Ébola, mais hipóteses há de sobreviver e de evitar o contágio.

A taxa de cura alcançada “é uma conquista” e constituiu “alguma surpresa”, porque a estirpe Zaire do vírus, que está a causar o surto, “é a pior: pode matar até 90% das pessoas afetadas”, realçou.

“Não há tratamento para o Ébola, mas é como outras doenças. O corpo luta contra ela e pode ganhar essa luta com um pouco de ajuda“, acrescentou o responsável dos MSF.

A receita passa por “tratar os sintomas e prevenir que outras infeções surjam“, tais como Malária, endémica na região, entre outras doenças.

Com essa proteção acrescida dada ao doente isolado, “mantendo-o hidratado e alimentado” para enfrentar a severidade da febre, vómitos e diarreias, “o sistema imunitário tem capacidade para vencer a luta contra o vírus e a pessoa ficar curada”.

Ao mesmo tempo que se trata quem já está infetado, acompanha-se o estado de saúde de todas as pessoas com quem o doente contactou para ser feito um isolamento precoce “no caso de alguém desenvolver os sintomas” de Ébola.

“Foi isso que foi feito aqui na Guiné-Conacri com algum sucesso” e que Jerôme Mouton acredita ser a razão pela qual “a situação está muito melhor que em países vizinhos“.

“Sabemos o que fazer”

As possibilidades de sobrevivência são confirmadas por Nyka Alexander, porta-voz do centro de coordenação da Organização Mundial de Saúde para o combate ao Ébola na sub-região (Guiné-Conacri, Serra Leoa e Libéria).

O que sabemos é que se alguém tiver Ébola e não for tratado, nove em cada 10 morrem. Mas se for para os centros, dois em cada três vão viver“, destacou à agência Lusa na sede da OMS em Conacri.

Um cenário que a leva a realçar a necessidade de “espalhar a mensagem junto das comunidades: vizinhos a dizer a vizinhos que se alguém se sentir mal deve ir a um centro de tratamento e assim as chances de sobreviver e proteger amigos e família são altas”.

Nas ruas de Conacri e noutras regiões do país onde também já foi detetado Ébola, a vida decorre com normalidade, em contraste com o elevado grau de preocupação no resto do mundo.

Jerôme Mouton considera que a população tem razão em não entrar em pânico.

“Para apanhar esta infeção é preciso estar em contacto direto com alguém que está infetado e sintomático. Pessoas assim não costumam andar pelas ruas. Estão na cama com febre alta e grande fraqueza e mesmo que circulem não trocam fluídos corporais com toda a gente, todo o dia”, explicou.

No resto do mundo “há preocupação, porque é uma doença assustadora, mas é preciso explicar que não é nova e sabemos o que fazer“, acrescentou Nyka Alexander.

“Temos que cortar as cadeias de transmissão nestes países para ficarmos aliviados e não haver tanta preocupação” no resto do mundo, concluiu.

Familiares e equipas de saúde que tratam pessoas infetadas têm sido as principais vítimas da doença, a par de quem trata dos corpos dos mortos.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Os números falam por si". Fauci critica reação dos Estados Unidos à pandemia e politização das máscaras

O principal epidemiologista norte-americano, Anthony Fauci, criticou a política errática do Governo do Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em relação à covid-19, e lamentou o escasso uso de máscaras devido a motivações políticas. Durante uma …

Turistas podem circular entre concelhos apesar das restrições

Apenas os turistas estão autorizados a circular entre concelhos, apesar das restrições que vigoram entre 30 de outubro e 3 de novembro, indicou a AHRESP, citando um esclarecimento do Executivo. Segundo o esclarecimento enviado pelo gabinete …

É preciso esforço grande agora para salvar o Natal, alerta Santos Silva

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, disse esta quarta-feira ser necessário “um esforço muito grande” para travar a propagação do coronavírus ” para salvar o Natal” das famílias dos cerca de 5 milhões …

"É uma treta". Ronaldo publica (e depois apaga) crítica a teste à covid-19

O futebolista Cristiano Ronaldo, capitão da seleção portuguesa, modificou a publicação efetuada esta quinta-feira no Instagram, tendo retirado a frase “PCR é uma treta”, em referência ao teste de despiste à presença do novo coronavírus. Um …

PSD confiante em geringonça, mas Ventura lembra que não tem "duas caras". Carlos César quer PS no poder

Com a solução governativa dos Açores em aberto, André Ventura já disse que está fora de questão integrar uma geringonça com "partidos do sistema", mas admite viabilizar um Governo do PSD na região com algumas …

Lage rasga elogios a João Félix. "Vai ser uma das referências do futebol europeu e mundial"

O antigo técnico do Benfica Bruno Lage teceu rasgados elogios ao internacional português João Félix, que esta terça-feira somou dois golos e fez uma boa exibição no jogo do Atlético de Madrid frente ao RB …

"Sentimo-nos em Itália". Médicos do Tâmega e Sousa contradizem hospital e reiteram situação de rutura

Médicos do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa (CHTS) ouvidos pelo semanário Expresso reiteram que os hospitais que integram o centro, o de Penafiel e o de Amarante, se encontram perto da rutura, contradizendo a …

Vieira reeleito em votação histórica para o sexto (e último) mandato

O presidente do Benfica esta quarta-feira eleito para um sexto mandato, manifestou "orgulho" por vencer o ato eleitoral mais concorrido da história do clube e apelou a que os benfiquistas "respeitem os resultados" do escrutínio. "Vencer …

Bélgica anuncia confinamento parcial. Ministro visita hospital e mostra-se "chocado" com o que viu

O chefe do governo federal na Bélgica anunciou ontem novas medidas de confinamento que entraram em vigor à meia-noite em todo o território. Em causa está uma crescente preocupação com o aumento de infetados que, …

O caso mais antigo de osteopetrose foi descoberto no esqueleto de um homem da Idade do Ferro

Uma equipa de cientistas alemães descobriu o caso mais antigo conhecido de osteopetrose, ou doença dos "ossos da pedra", nos restos mortais de um homem de 20 anos da Idade do Ferro. A osteopetrose é uma …