“Novas dificuldades e entropias”. Autarcas independentes exigem extinção imediata da CNE

Nuno André Ferreira / Lusa

Os presidentes de Câmara e representantes de movimentos independentes decidiram este sábado dar um novo prazo aos partidos para que estes possam alterar a lei eleitoral autárquica. Porém, exigem a extinção imediata da Comissão Nacional de Eleições (CNE).

Esta posição foi tomada este sábado numa reunião por vídeoconferência, em que participou ainda a AMAI (Associação de Movimentos de Autarcas Independentes), após a Comissão Nacional de Eleições (CNE) ter avançado com uma proposta a obrigar que todos os candidatos que vão a votos nas eleições de outubro declarem se são filiados ou não em algum partido.

A proposta gerou uma onda de indignação junto dos independentes, que acusam a CNE de ser “uma emanação dos partidos, como comprovam os factos”.

Os autarcas lembram ainda que a obrigação de filiação não é exigida para os partidos, mesmo que apoiem nas suas listas candidatos independentes às Câmaras Municipais, “o que vem criar mais uma entropia ao sistema”.

“Não bastando já os problemas já criados com os quais nunca a CNE se preocupou, vem a CNE gerar novas dificuldades e entropias“, disseram os autarcas, sublinhando que não estão a ser cumpridas uma das atribuições essenciais que é a de assegurar “a igualdade de tratamento dos cidadãos em todos os atos de recenseamento e operações eleitorais/referendárias”.

Os autarcas independentes defendem que lhes foram transmitidas garantias que a “situação será regularizada” nas próximas duas semanas. “Acreditamos na boa fé dos partidos e aceitamos aguardar 15 dias, não cedendo mais em alargar o prazo da mudança de lei”, referem.

Em declarações ao semanário Expresso, o presidente da Câmara do Porto Rui Moreira adiantou que, no dia 24 de abril ,haverá nova reunião na Anadia para avaliar os compromissos que “perante nós foram assumidos”. Se não se verificar esta premissa, os autarcas avançarão “sem mais delongas para a criação de um partido político, cujas bases programáticas já estão a ser delineadas.

Ao Observador, porém, a autarca de Portalegre explicou que “não queremos criar um partido, queremos ir como sempre fomos, como um grupo de cidadãos independentes”. Porém, como “é mais fácil criar um partido do que sermos candidatos independentes ao abrigo da nova lei”, segundo Adelaide Teixeira, a “solução B” passará pela criação de um partido “municipal”.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Marcelo convida Ramalho Eanes para presidir comemorações dos 50 anos do 25 de Abril

O presidente da República em funções, Marcelo Rebelo de Sousa, convidou o ex-presidente da República Ramalho Eanes para presidir as comemorações dos 50 anos do 25 de Abril. O convite dirigido ao general Ramalho Eanes, um …

Vacinas contra a covid-19 para menores de 16 anos podem ser aprovadas em breve

Vacinas contra a covid-19 para menores de 16 anos podem ser aprovadas em breve. Contudo, os especialistas têm dúvidas em relação à necessidade de vacinar os mais jovens. Atualmente há apenas uma vacina contra a covid-19, …

Netanyahu não conseguiu formar Governo em Israel. Segue-se Lapid

Esta quarta-feira, Reuven Rivlin, Presidente de Israel, chamou Yair Lapid, líder do partido Yesh Atid, para lhe entregar a responsabilidade de formar um Governo que consiga o apoio do Knesset (Parlamento). O partido de Yair Lapid, …

Almofada de prevenção contra a pandemia. Câmara de Lisboa quer pedir 20 milhões à banca

A Câmara Municipal de Lisboa quer contrair um empréstimo de 20 milhões de euros junto do BPI, uma almofada de prevenção para fazer face às despesas correntes emergentes do combate à pandemia de covid-19. O Público …

Resort Zmar

BES, falência e um fundo abutre. Resort Zmar "deve 60 milhões de euros ao Estado"

Os proprietários das casas privadas do empreendimento turístico Zmar, na Zambujeira do Mar, em Odemira, continuam a protestar contra o alojamento de imigrantes por causa da covid-19. Isto numa altura em que se revela que …

Há estranhas rádios-fantasma na Rússia (e exploradores entraram numa delas)

Aos 14 anos, um jovem comprou um rádio de ondas curtas e estava a testá-lo quando encontrou a transmissão errada - uma rádio fantasma. Imagine que é um entusiasta da rádio, sozinho à noite, a trabalhar …

Deputado do Bloco acusado de violência doméstica avança com queixa em tribunal

Catarina Alves, ex-namorada do deputado Luís Monteiro, acusa-o de violência doméstica. O bloquista nega as acusações e diz que vai apresentar queixa no tribunal. Luís Monteiro vai apresentar queixa contra a ex-namorada que o acusou de …

Gestão do Novo Banco vai receber bónus de 3,9 milhões em 2022

A equipa de administração do Novo Banco tem à sua espera um bónus de 3,9 milhões de euros no próximo ano. O banco registou prejuízos de 1.329 milhões de euros no ano passado. O Novo Banco …

Ainda não há planos para vacinar voluntários com AstraZeneca e J&J (nem dados sobre combinação de vacinas)

A vacinação de voluntários com menos de 60 ou 50 anos que aceitem receber as vacinas da AstraZeneca ou da Johnson & Johnson ainda não tem planos ou datas para arrancar. A Comissão de vacinação …

Celebrar ou cancelar Napoleão? 200.º aniversário da morte do imperador desperta debate em França

No 200.º aniversário da morte de Napoleão Bonaparte, o presidente francês Emmanuel Macron optou por fazer o que os seus antecessores evitaram. Ao escolher colocar uma coroa de flores esta quarta-feira no túmulo de Napoleão sob …