E se, afinal, o nosso universo for uma simulação?

Pablo Carlos Budassi / Wikimedia

Conceito artístico do aspecto de todo o Universo conhecido / observável numa única imagem radial logarítmica, por Pablo Carlos Budassi

O universo onde vivemos pode não passar de uma mera simulação. A ideia pode parecer puramente metafísica ou filosófica, mas há várias teorias científicas sobre a possibilidade de o universo ser um grande holograma cósmico e muitos cientistas a debater o assunto.

O tema esteve no centro de uma discussão pública no Museu de História Natural de Nova Iorque, nos EUA, esta semana, com os especialistas do painel a dividirem-se quanto às probabilidades de o universo poder ser uma mera simulação.

Para o cosmólogo Max Tegmark, do Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT), nos EUA, há 17% de hipóteses de o nosso universo poder ser de facto, simulado. Uma ideia que defendeu no debate contra a posição da física teórica Lisa Randall, da Universidade de Harvard, que é adepta de que o nosso mundo é real.

Nesta discussão participaram ainda o astrofísico Neil DeGrasse Tyson, do Panetário Hyden, o professor de filosofia David Chalmers, da Universidade de Nova Iorque, e os físicos teóricos Zohreh Davoudi, do MIT, e James Gates, da Universidade de Maryland.

A ideia de um universo holográfico foi proposta pela primeira vez nos anos 90 pelo físico Leonard Susskind. Desde então, vários outros físicos e astrofísicos têm-se dedicado ao assunto, com investigações teóricas e experimentais.

O princípio holográfico determina que, em termos matemáticos, o universo requer apenas duas dimensões e que só parece tridimensional porque actua como um gigante holograma. É o mesmo que dizer que tudo o que vemos é a imagem de dois processos dimensionais, sobrepostos num grande horizonte cósmico.

Isto significaria que “tudo o que vemos não é mais do que uma projecção holográfica de processos a terem lugar numa qualquer superfície distante que nos rodeia”, conforme explica o físico Brian Greene, da Universidade de Columbia, nos EUA, num artigo na edição de Junho de 2011 da revista Discover.

“Pode beliscar-se e o que sentir será real, mas reflecte um processo paralelo a ter lugar numa realidade diferente e distante”, escreve ainda Brian Greene.

Um grupo de cientistas do Laboratório de Física de Altas Energias Fermilab, no Illinois, nos EUA, chegou a levar a cabo investigações que visavam confirmar esta teoria do universo como um grande holograma. Eles recorreram a um dispositivo óptico denominado como interferómetro, com o intuito de detectar o que chamaram de “ruído holográfico”.

No entanto, após vários anos de investigação, não encontraram nada que comprovasse esta ideia.

Por outro lado, uma equipa de físicos da Universidade de Tecnologia de Viena, na Áustria, encontrou indícios de que o princípio holográfico pode mesmo ser verdade. Os resultados desta investigação foram divulgados, em Março de 2015, na Physical Review Letters.

Seja qual for a verdade, “não vamos obter provas de que estamos numa simulação, já que qualquer prova poderia ser simulada”, conforme evidenciou, filosoficamente, David Chalmers no debate no Museu de História Natural de Nova Iorque.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Emma Raducanu vence o US Open. É a primeira qualifier a ganhar um torneio do Grand Slam

A britânica Emma Raducanu conquistou este sábado o US Open, ao vencer a canadiana Leylah Fernandez, tornando-se na primeira tenista proveniente da fase de qualificação a vencer um torneio do Grand Slam. Com apenas 18 anos, …

Projeto Amazónia 4.0. A tecnologia pode ajudar a salvar a maior floresta do mundo

Ameaçada pela desflorestação, exploração mineira e pecuária, a preservação da floresta está a ganhar fôlego com a indústria 4.0. O novo projeto visa fomentar negócios que protegem a vida e distribuem os lucros entre os …

Sporting 1-1 FC Porto | Nuno Santos bem tentou, mas há Díaz assim…

Pouco o fazia prever, ao intervalo, mas o desfecho mais habitual nos duelos entre “leões” e “dragões” em Alvalade acabou mesmo por se verificar (sete empates nas últimas 11 épocas). No fim das contas, Rúben Amorim …

Hackers invadiram o sistema confidencial da ONU no início deste ano

Piratas informáticos não identificados violaram os sistemas de computação da Organização das Nações Unidas (ONU) em abril deste ano, revelou um porta-voz da instituição. Medidas de seguranças adicionais tiveram de ser impostas nos meses seguintes. A …

Bilionário quer construir Telosa, uma cidade de $400 mil milhões no deserto

Marc Lore quer construir uma cidade no deserto avaliada em 400 mil milhões de dólares. Os seus 5 milhões de cidadãos vão ter acesso a educação, saúde e transportes públicos, entre outras coisas. O bilionário norte-americano …

Santa Clara 0-5 Benfica | Lisboetas arrasam em 45 minutos

Após uma primeira parte a roçar o medíocre, em que houve mérito do Santa Clara na forma como soube pressionar e comandar o meio-campo – pecando apenas na finalização – e falta de soluções do …

Milhares de pessoas nas ruas de Barcelona pela independência da Catalunha

Milhares de pessoas participam hoje na manifestação pela independência da Catalunha, em Barcelona, que marca o regresso das mobilizações de rua interrompidas em 2020 pela pandemia, embora com menor afluência do que nos anos anteriores. A …

"Desistente". Simone Biles defende-se das críticas (e anuncia uma tour)

Simone Biles anunciou esta quinta-feira a tour Gold Over America, que junta várias campeãs olímpicas. Uns dias antes, a atleta defendeu-se das criticas por se ter retirado da competição por equipas dos Jogos Olímpicos Tóquio …

Justiça francesa acusa ex-ministra da Saúde pela gestão da covid-19

A justiça francesa acusou esta sexta-feira a ex-ministra da Saúde Agnès Buzyn de "colocar em risco a vida de outras pessoas" durante sua gestão da pandemia da covid-19, indicou o procurador-geral do Tribunal de Justiça …

A lenda está de volta a Manchester. Ronaldo estreia-se com bis, Bruno marca

Cristiano Ronaldo estreou-se (de novo) este sábado com a camisola do Manchester United na partida com o Newcastle, em jogo da Premier League. E o regresso a Old Trafford não podia ter corrido melhor ao …