/

É possível jogar GTA 5 num velhinho Game Boy (e um engenheiro provou-o)

Depois de superar vários desafios técnicos, um engenheiro alemão conseguiu realizar a proeza de jogar Grand Theft Auto 5 num Game Boy de 1989.

Sebastian Staacks conseguiu o impensável: conseguiu jogar Grand Theft Auto (GTA) 5 num Game Boy, a lendária consola portátil que viu a luz do dia no ano de 1989.

Tecnicamente parecia impossível, mas o engenheiro alemão encontrou uma forma de o fazer acontecer.

Staacks criou um “cartucho” com Wi-Fi integrado capaz de receber o sinal de vídeo de um jogo a correr numa consola PlayStation. Com esta solução engenhosa, o processamento do jogo acontece noutro local, uma vez que a relíquia da Nintendo não tem o potencial técnico para o fazer.

Segundo o Hipertextual, é uma abordagem muito semelhante à PlayStation Remote Play, segundo a qual um jogo pode ser transmitido para dispositivos móveis e computadores. Por outras palavras: Cloud Gaming.

Como o ecrã do Game Boy usa ladrilhos em vez de pixels, foi necessário um script para converter os dados de vídeo para serem usados pela consola portátil.

A quantidade de ladrilhos que o Game Boy suporta para criar cada imagem é limitada (360 por cada imagem), pelo que foi também preciso um código para “ensinar” a consola a pedir dados por Wi-Fi e a responder atempadamente.

A limitação da GPU está relacionada com o facto de o Game Boy não ter sido concebido para intervir diretamente no processo de exibição de imagens no ecrã.

Com ajuda da programação, Staacks conseguiu renderizar as imagens GTA 5 no ecrã original do Game Boy. Dito isto, funciona, com imagens a correr a 20 FPS (frames por segundo) e em resolução completa – do Game Boy, claro.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE