“É parte da nossa identidade”. Pequena cidade na Suécia luta para preservar uma antiga língua moribunda

A organização Ulum Dalska, sediada numa pequena cidade sueca chamada Älvdalen, tem uma missão. Durante décadas, os seus membros têm trabalhado arduamente para ajudar a salvar a língua elfedaliana, um remanescente do nórdico antigo.

“Tivemos a nossa primeira reunião a 1 de junho de 1984”, disse o secretário de imprensa Björn Rehnström, citado pelo The World. “E o maior salão de Älvdalen estava cheio de gente.”

A língua elfedaliana não se assemelha em nada ao sueco, que, segundo Rehnström, desestabilizou a língua há cerca de 100 anos.

Ulla Schütt, membro da Ulum Dalska, viu o impacto em primeira mão enquanto crescia em Älvdalen. “Os meus pais falavam elfdaliano entre si e com minha avó, as minhas tias e tios e todos ao redor”, disse Schütt. “Mas quando se voltavam para mim, falavam sueco.”

Segundo Schütt, os seus pais faziam isto porque o sueco era a língua que se falava nas escolas. Os alunos até era desencorajados a falar elfdaliano na sala de aula.

Agora, restam apenas cerca de 2.500 falantes. Porém, as pessoas estão a ficar criativas na luta para mudar essa tendência: a língua está a ganhar impulso no Minecraft, músicos estão a lançar novas canções com letras em elfdaliano e vários livros infantis também foram traduzidos para a língua nativa.

Além disso, Rehnström administra um grupo popular no Facebook que oferece cursos na língua elfdaliana e publica aulas para os 1.800 membros do grupo.

“[As pessoas são da] América, Austrália, América do Sul, Indonésia, Haiti, Cabo Verde”, disse. “As pessoas leem. As pessoas dizem que querem ir a Älvdalen para a ajudar a língua a sobreviver. É fantástico, porque não são apenas os entusiastas de línguas em todo o mundo, mas também as pessoas de Älvdalen que perderam a língua e a querem de volta”.

O governo local apoia o ensino e preservação do elfdaliano. Rehnström até pagou uma placa que dizia: “Bem-vindo a Älvdalen” em elfdaliano.

O idioma também é reconhecido em nível internacional. Em 2016, foi atribuído um código de idioma ISO, que ajuda a Internet a distinguir um idioma do outro.

Governo sueco rejeita elfdaliano como língua

O Governo nacional da Suécia considera o elfdaliano como um dialeto sueco – não uma língua. Falando na língua nativa, o parlamentar sueco Peter Helander perguntou recentemente ao Parlamento porquê.

Antes que a ministra da Cultura Amanda Lind pudesse responder à pergunta, o presidente do parlamento interrompeu os dois para dizer que, na câmara, só pode ser falado sueco. Helander disse que a “única observação sueca” prova o seu ponto: que o elfdaliano deve ser considerado a sua própria língua.

Esta opinião é partilhada por linguistas de todo o país, segundo Yair Sapir, professor associado de linguística escandinava na Universidade de Kristianstad.

“A distância é tão grande entre o sueco e o elfdaliano que deveria ser reconhecida como um idioma separado”, disse. “Älvdalen é bastante remota, por isso elfdaliano não foi tão influenciado pelo sueco. Devido a essa distância, manteve um caráter mais forte, e também um sentimento mais forte, entre os seus falantes, de que têm algo que é muito diferente e muito importante de preservar.”

Segundo Schütt, sempre que uma língua morre é um momento triste. Para ela, perder elfdaliano seria uma perda especialmente trágica. “É uma parte da nossa identidade. É parte da nossa cultura”, disse. “E se parte da sua identidade e cultura morre, uma parte de si morre.”

Fazer com que o elfdaliano seja reconhecido como uma língua pelo governo sueco é a chave para garantir que a morte não chega. “Se conseguirmos o reconhecimento, será muito mais fácil entrar no sistema escolar. E se quisermos ter sucesso com os nossos objetivos de revitalizar o nosso idioma, temos de ensinar a nossa geração mais jovem.”

Maria Campos, ZAP //

 

 

PARTILHAR

RESPONDER

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã

No Afeganistão, as professoras estão prontas para desafiar o regime talibã, com receio de que os avanços dos últimos 20 anos tenham sido conquistados em vão. A Vice falou com algumas professoras afegãs que garantem continuar …

Apenas um terço das crianças em 91 países tem acesso a uma alimentação adequada, alerta UNICEF

Apenas um terço das crianças com menos de dois anos em 91 países em desenvolvimento têm acesso aos alimentos que necessitam para um crescimento saudável, revelou um relatório da UNICEF, apontando que nenhum progresso foi …

Preços das casas voltaram a aumentar no segundo trimestre

Entre abril e junho, o índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu 6,6% em termos homólogos. A revelação foi feita esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). O Índice de Preços da Habitação (IPHab) cresceu …

China anuncia fim de novas centrais a carvão no estrangeiro

Segundo os especialistas, o impacto da medida deverá depender da forma como será implementada, podendo ter um grande impacto na luta contra as alterações climáticas. Num anúncio bem recebido por ativistas e organizações ambientes, a China …

Roménia vai distribuir €200 mil a quem tiver vacinação completa contra a covid-19

A Roménia anunciou uma "lotaria de vacinação" que distribuirá prémios de até 200.000 euros entre aqueles que tiverem a vacinação completa, na tentativa de elevar a taxa de imunização, a segunda mais baixa da União …

Antes da invasão ao Capitólio, Bannon ajudou a planear estratégia para "matar a presidência de Biden no berço"

O estrategista-chefe da campanha de Donald Trump, Steve Bannon, revelou que falou com o ex-Presidente antes da invasão ao Capitólio, a 06 de janeiro, discutindo as condições para "matar a presidência de [Joe] Biden no …

Costa prepara novo alívio de restrições para vigorar a partir de 1 de outubro

António Costa prepara-se para anunciar, na quinta-feira, o levantamento de um conjunto de restrições que vigoraram por causa da covid-19. O primeiro-ministro, António Costa, prepara-se para anunciar na quinta-feira o levantamento de um conjunto de restrições …

IPO Porto. Cirurgias fora do horário suspensas desde julho

As intervenções cirúrgicas feitas fora do horário normal estão suspensas no bloco central do IPO do Porto desde o dia 1 de julho. Os profissionais de saúde do IPO do Porto estão indisponíveis para realizar intervenções …

Rio critica "vigarice" das sondagens. Líder do PSD acredita na vitória de Moedas

Esta tarde, ao lado de Francisco Rodrigues dos Santos e de Carlos Moedas, Rui Rio apelou a que não se acredite nas sondagens que, "ou são mal feitas, ou são encomendadas: uma vigarice". O presidente do …

A prova que precisava: Sim, as máscaras protegem contra a covid-19 (mas há uma predileta)

As máscaras funcionam? Se sim, será melhor utilizar uma N95, uma máscara cirúrgica ou uma máscara de pano? No último ano e meio, os investigadores produziram muitas evidências laboratoriais sobre a eficácia das máscaras. Para muitas …