Dúvida e medo marcam eleições francesas que decidem a sobrevivência da UE

Thibault Vandermersch / EPA

Marine Le Pen em comício da Frente Nacional durante a campanha para as presidenciais francesas

Marine Le Pen em comício da Frente Nacional durante a campanha para as presidenciais francesas

Emmanuel Macron continua à frente de Marine Le Pen, mas com magra vantagem, nas sondagens sobre as presidenciais francesas. E no rescaldo de um novo ataque terrorista, em Paris, o desfecho destas eleições continua imprevisível quando se joga não apenas o futuro do país, mas também da própria União Europeia.

A última sondagem divulgada sobre as presidenciais francesas coloca Emmanuel Macron (centro) à frente de Marine Le Pen (extrema-direita), com 24% e 22% respectivamente, e Jean-Luc Mélenchon (esquerda) e François Fillon (direita) empatados com 19%.

Na sondagem, realizada pelo instituto Ipsos para a rádio France Info, o candidato socialista, Benoît Hamon, perde meio ponto percentual em relação ao último estudo, reunindo 7,5% das intenções de voto.

Os restantes seis candidatos – Philippe Poutou, Nicolas Dupont-Aignan, Nathalie Arthaud, Jean Lassalle, François Asselineau e Jacques Cheminade – obtiveram percentagens abaixo dos cinco pontos.

Há ainda muitos indecisos

A sondagem destaca o elevado nível de indecisão entre os eleitores que afirmam ter a certeza de que vão votar, 31% dos quais admite que pode mudar de candidato.

Os mais seguros do seu sentido de voto são os apoiantes de Marine Le Pen, líder da Frente Nacional, 85% dos quais afirma ter a certeza de que votará nela, seguindo-se os que pretendem votar Fillon (83%), Macron (73%) ou Mélenchon (67%).

A sondagem estima que a taxa de participação eleitoral na primeira volta, que se realiza neste domingo, 23 de Abril, seja de 73%, a mais baixa desde 2002.

Vitória de Le Pen é a “morte” da União Europeia

Aquilo que é certo é que se Le Pen chegar à presidência de França, será a “morte” da União Europeia (UE), conforme ela própria já disse, notando que avançará logo para a realização de um referendo, como sucedeu no Reino Unido com o “Brexit”.

“Se Marine Le Pen ganhar, haverá uma crise gravíssima na UE“, acredita o eurodeputado português, Paulo Rangel, notando, em declarações ao Público, que nas eleições francesas, está em jogo também “a sobrevivência da UE”.

Turista filmou momento do ataque a polícias

Momento relevante para a escolha final dos votantes indecisos pode ser o ataque terrorista de quinta-feira à noite, quando um homem, um islâmico radicalizado, disparou contra um veículo da polícia na Avenida dos Campos Elísios, em Paris, matando um agente e ferindo outros dois.

Um turista que passava pela zona, na altura do ataque, filmou o momento em que os tiros foram disparados, num vídeo divulgado pelo jornal francês Le Figaro.

Este homem que, segundo o jornal fala um dialecto indiano, conseguiu captar os disparos com o seu telemóvel, permitindo perceber a violência do ataque e como tudo sucedeu de forma muito rápida.

Trump diz que atentado “vai ajudar” Le Pen

O Presidente norte-americano, Donald Trump, já defendeu que este ataque vai “provavelmente, ajudar” Marine Le Pen na eleição presidencial.

Em entrevista à agência Associated Press, Trump afirmou que não apoia expressamente a líder de extrema-direita, mas sublinhou que Le Pen “é a mais forte nas fronteiras e é a mais forte em relação ao que se está a passar em França”.

Trump afirma que o ataque, já reivindicado pelo Estado Islâmico, terá um impacto na forma como os franceses vão votar no domingo.

Por outro lado, o ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, acredita que o “acto cobarde” não “irá perturbar a escolha democrática” nem “vergar a adesão aos valores da democracia”, por parte dos franceses.

Santos Silva diz contudo, que é evidente que o atentado tinha por objectivo “perturbar a realização das eleições” e “semear o medo e a insegurança nas cidades europeias”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …

Homicídios disparam na maioria das cidades norte-americanas durante a pandemia

O número de homicídios cometidos em solo norte-americano disparou na maioria das cidades do país na primeira metade de 2020, comparativamente com o mesmo período do ano passado, revela uma investigação do New York Times. …

Investigadores desenvolvem robô-cientista (e já descobriu um novo catalisador)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Liverpool, no Reino Unido, construiu um robô-cientista móvel inteligente, que realiza experiências sem ajuda humana. O novo robô-cientista toma decisões sozinho e já descobriu um novo catalisador. Segundo a …

Sérgio Figueiredo deixa direção de informação da TVI

Sérgio Figueiredo saiu do cargo de diretor de informação da TVI, anuncia a estação de televisão em comunicado enviado às redações. A cessação de funções é efetiva a partir desta sexta (10) e põe fim a …

Dinamarca lança "passaporte covid-19"

O Governo da Dinamarca lançou o "passaporte covid-19", um documento que atesta que o portador do mesmo não teve um resultado positivo ao novo coronavírus recentemente. Deverá ser utilizado em viagens internas ou externas. De …

Mais oito mortes e 342 novos casos. Mais 305 pessoas dadas como recuperadas

Portugal regista este sábado mais oito mortes por covid-19 e mais 342 casos confirmados em relação a sexta-feira, segundo dados da Direção-Geral de Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico diário da DGS, há 46.221 casos …

Ainda há esperança para os gorilas mais raros do mundo. Foram fotografados com crias

Os gorilas do rio Cross, os mais raros do mundo, foram fotografados na Nigéria com algumas crias, aumentando a esperança para esta espécie de primatas. A fotografias foram divulgadas por uma organização não-governamental nigeriana, a …

"Já sofreu muito". Trump comuta pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, comutou a pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone, que foi condenado em fevereiro a 40 meses de prisão, anunciou sexta-feira a Casa Branca. Roger …

Armas, droga, sucata e prostituição financiam neonazis portugueses (mas lucros não vão todos para a causa)

Os grupos neonazis portugueses são "bastante desorganizados" e financiam-se com dinheiro obtido em negócios ilícitos, como o tráfico de armas, de droga e de mulheres para prostituição e a sucata. Mas os ganhos obtidos não …