Duterte criticado pela Igreja Católica por querer executar “5 ou 6” criminosos por dia

Mast Irham / EPA

O presidente das Filipinas, Rodrigo Roa Duterte

O presidente das Filipinas, Rodrigo Roa Duterte

Líderes católicos filipinos e responsáveis de organizações não-governamentais insurgiram-se, esta segunda-feira, contra o plano do Presidente das Filipinas de restabelecer a pena de morte e executar “cinco ou seis” criminosos por dia.

O chefe de Estado é o alvo de numerosas críticas pela campanha sangrenta contra o tráfico de droga e a “guerra contra o crime” que já fez mais de 5.300 mortos desde que Duterte chegou ao poder, no final de junho.

“Dantes tínhamos a pena de morte, mas não acontecia nada. Se voltar, faço executar, todos os dias, cinco ou seis criminosos“, afirmou Rodrigo Duterte no sábado.

Um responsável da Igreja Católica indicou que esta “se opunha completamente” ao plano presidencial.

“As Filipinas seriam consideradas um país bárbaro. As Filipinas tornar-se-iam na capital mundial da pena de morte”, declarou o padre Jerome Secillano, da Conferência dos bispos católicos filipinos.

A pena de morte foi abolida no arquipélago em 2006 após uma intensa campanha de ‘lobbying’ da Igreja. O catolicismo é a religião de 80% dos filipinos.

Duterte venceu as eleições presidenciais de maio por larga maioria, tendo prometido durante a campanha abater dezenas de milhares de traficantes e consumidores de droga.

Na altura, o então candidato prometeu também resolver as lacunas existentes no sistema judiciário e restabelecer a pena de morte. Em janeiro, a proposta deverá ser votada na Câmara dos Representantes (câmara baixa do Congresso).

“Decidir uma quota para as execuções é demais. Estamos a falar de vidas humanas”, reagiu o vice-presidente da Amnistia Internacional nas Filipinas, Romeo Cabarde.

Entretanto, Duterte decidiu oferecer entre mil e oito mil dólares à polícia, corpo sobre o qual recai a missão de cumprir a promessa eleitoral de limpar o país das drogas, anunciaram hoje fontes oficiais.

Ao fazer o anúncio em Campo Crame, sede da instituição, o diretor da polícia das Filipinas, Ronaldo dela Rosa, destacou que esta é uma medida sem precedentes no país e sublinhou que o presente é um gesto de apreço de Duterte.

Dela Rosa explicou que a gratificação será distribuída consoante a categoria e o trabalho desempenhado. A polícia filipina integra cerca de 160 mil efetivos.

Apesar das críticas, a popularidade de Duterte no país ronda os 60%, indicou uma sondagem publicada pela empresa de sondagens Social Weather Stations (SWS).

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Telescópio russo apanha o despertar de um buraco negro

O telescópio russo ART-XC do observatório espacial Spektr-RG detetou uma fonte brilhante de raios-X no centro da Via Láctea, que acabou por revelar ser o "despertar" do buraco negro 4U 1755-338. A descoberta ocorreu no passado …

O cometa interestelar 2I/Borisov partiu-se em dois

O cometa interestelar 2I/Borisov, o primeiro do seu tipo a ser descoberto em agosto do ano passado, começou a dividir-se em duas partes na semana passada. As imagens contínuas do telescópio espacial Hubble do objeto interestelar …

Estudo estima 471 mortes em Portugal até agosto (e que o pico foi atingido a 3 de abril)

De acordo com as estimativas do estudo, cerca de 151.680 pessoas vão morrer na Europa durante a "primeira vaga" da doença. Um estudo divulgado esta terça-feira nos Estados Unidos estima que a covid-19 venha a provocar …

Mais de metade da população mundial está fechada em casa

Mais de metade da população mundial (52%) está atualmente confinada nas suas casas por ordem das autoridades para combater a propagação da doença covid-19. Segundo um balanço feito pela agência France Fresse (AFP), mais de quatro …

Documentário da Netflix reacende debate sobre os milhares de tigres em cativeiro nos Estados Unidos

A minissérie documental da Netflix "Tiger King: Morte, Caos e Loucura" veio reacender o debate sobre os grandes felinos que estão em cativeiro, frisando que há cerca de 10.000 espécimes nestas condições nos Estados Unidos. …

Luciano venceu a covid-19 aos 100 anos. Teve direito a bolo, a um desenho e a uma alta hospitalar

Luciano Marques da Silva completou 100 anos no hospital de São João, no Porto, onde se encontrava hospitalizado devido à infeção por covid-19. Depois de dez dias de internamento, conseguiu vencer e recebeu alta. No dia …

Geneinno S2, a scooter subaquática que o impulsiona entre as ondas

Há dois anos, foi anunciada a Trident, uma scooter subaquática fabricada pela startup chinesa Geneinno. Agora, a empresa lançou um modelo mais barato e portátil, conhecido como Geneinno S2. O Trident - ou Geneinno S1 - …

WhatsApp restringe opção de reencaminhar mensagens para evitar desinformação

A rede social anunciou que vai passar a restringir o reencaminhamento de mensagens para tentar diminuir a disseminação de informação falsa sobre a pandemia de covid-19. De acordo com a revista Newsweek, a partir desta terça-feira, …

"Mostre-me a sua identificação." Na Tunísia, um robô pergunta às pessoas por que não estão em casa

Nas ruas de Túnis, a capital da Tunísia, um robô não pilotado aborda as pessoas na rua e pergunta-lhes por que não estão em casa, exigindo-lhes um documento de identificação. A Tunísia está em confinamento obrigatório …

Putin não quer repetir os erros dos outros países

Vladimir Putin diz que "o pico da epidemia ainda não foi superado", mas garante que tem "em consideração as experiências positivas e negativas de outros países". O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, alertou esta terça-feira para …