Drive in para ver o FC Porto-Boavista na noite de S. João? Ideia agrada a Rui Moreira

José Coelho / Lusa

O presidente da Câmara Municipal do Porto revelou esta segunda-feira que está a estudar a criação de um “drive-in” no Queimódromo, em Matosinhos, para atividades culturais, podendo esta iniciativa ser estendida ao futebol, para que as pessoas possam assistir aos restantes jogos da presente temporada.

Rui Moreira falava aos jornalistas depois de ter reunido com o presidente da Liga, Pedro Proença. No fim do encontro, presidente da Câmara Municipal do Porto destacou a importância de evitar aglomerados para travar a propagação da covid-19.

“Pareceu-nos interessante discutir a matéria que estava a ser tratada para outros fins, que é a instalação de um ‘drive-in’ no Queimódromo, [com Pedro Proença]. Temos vindo a trabalhar com outros operadores no sentido de ter esse espaço para outros fins, como culturais e cinema. Era interessante poder oferecer essa valência aos adeptos, no Porto”.

Rui Moreira recordou ainda que está agendado o dérbi portugueses entre FC Porto e Boavista na noite de São João, que carece de mais atenção das autoridades.  “Temos um jogo que entusiasma desportivamente, mas que preocupa, que é um FC Porto-Boavista na noite de São João. Gostaríamos que os adeptos convivessem em tranquilidade, com todas as normas de segurança, sem estarem fechados num café”, continuou.

“O que aconteceria é que, sem a assinatura de um canal, os adeptos não iriam ao estádio, mas podiam reunir noutro sítio com menos segurança”, argumentou.

“Aquilo que temos a certeza é que os adeptos vão querer ver jogos. E muitos deles vão querer ver os jogos na companhia de outros adeptos. Por natureza, é uma coisa que, para a maioria de todos nós, se vê com outros adeptos”, disse ainda o autarca.

Proença quer jogos da I Liga em sinal aberto

À saída da mesma reunião, Pedro Proença abordou a questão dos jogos em sinal aberto e a Assembleia Geral das próximas semanas, que vai debater a sua continuidade no cargo.

“Sabemos que os jogos vão ser à porta fechada e que o público não pode aceder. Aquilo que queremos e tentámos potenciar foi que a entidade governamental pudesse de alguma forma injetar dinheiro nos canais generalistas, para que pudessem adquirir conteúdos junto das operadoras. Assim, as operadoras seriam ressarcidas e poderiam pagar os clubes, fechando este ciclo”, afirmou Pedro Proença.

O dirigente máximo da Liga falava aos jornalistas, após uma reunião na Câmara Municipal do Porto com o presidente Rui Moreira. “É também uma forma de não ter aglomerados à volta dos estádios e assim também proteger as famílias”, acrescentou o antigo árbitro.

Questionado sobre a sua continuidade à frente do organismo, com Benfica e Cova da Piedade a abandonarem recentemente a direção da Liga, Pedro Proença lembrou que o “importante agora é retomar as competições”.

“Fui reeleito há um ano com 96%. É um momento muito difícil para muitos clubes que estão em sérias dificuldades e necessitam de retomar a sua atividade profissional. Aceitamos com naturalidade as críticas, numa altura que é preciso tomar decisões difíceis. A Liga é dos clubes e o presidente da Liga estará enquanto os clubes quiserem”, frisou.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

O Lamborghini mais potente acelera dentro de água. É um iate com 4.000 cavalos

O resultado da primeira colaboração entre a a Lamborghini e os especialistas da Tecnomar é um iate de luxo, com 4.000 cavalos que recria a sensação de condução de um superdesportivo dentro de água. O mais …

Aproxima-se o lançamento do rover Perseverance

O rover Perseverance da NASA está a menos de um mês da data de lançamento prevista para 20 de julho. A missão de astrobiologia do veículo vai procurar sinais de vida microscópica passada em Marte, explorar …

Benfica 3-1 Boavista | Águias põem fim a quarentena caseira

O Benfica venceu na noite deste sábado o Boavista, naquele que foi o primeiro triunfo caseiro após a retoma da Liga. Poderá ter sido a redenção das águias? Após ter somado apenas dois triunfos, quatro desaires …

Cortina do abraço permite às famílias reencontrar os familiares num lar de São Paulo

Abraçar, tocar e até dançar. Uma cortina do abraço permite que filhos visitem seus pais residentes numa casa de repouso em São Paulo. O empresário Bruno Zani, autor da criação, pretende agora colocar a cortina …

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas com os amigos

Os golfinhos aprendem a utilizar ferramentas não só com as suas progenitoras mas também com os seus pares, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Leeds, no Reino Unido. De acordo …

Entre uma "história de recusas" e uma “opção clara” pelos interesses do grande capital

A líder do BE disse hoje que a legislatura do Partido Socialista tem sido a “história das recusas” tanto sobre um acordo no final das eleições 2019, seja na recusa dum Orçamento Suplementar para lá …

Homem morre nos Estados Unidos depois de receber mais de 50 choques taser na sua detenção

Dos agentes da polícia da cidade de Wilson, no estado norte-americano do Oklahoma, foram nesta quarta-feira acusados de homicídio em segundo grau pela morte de um homem durante a sua detenção. De acordo com o …

TESS fornece novas ideias sobre um mundo ultra-quente

Medições do TESS (Transiting Exoplanet Survey Satellite) da NASA permitiram aos astrónomos melhorar bastante a sua compreensão do ambiente bizarro de KELT-9b, um dos planetas mais quentes conhecidos. "O factor de estranheza de KELT-9b é alto," …

Bill Gates elenca quatro pilares-chave para combater a pandemia

O co-fundador da Microsoft, Bill Gates, elencou quatro pilares que a sua fundação considera essenciais para combater a pandemia de covid-19, que já matou mais de 520 mil pessoas em todo o mundo. Segundo o norte-americano, …

Tesla já vale mais do que a Toyota, Disney e Coca-Cola

As ações da Tesla chegaram esta quarta-feira a um preço recorde de 1.120 dólares por ação, levando a empresa de Elon Musk a superar a cotação de mercado de grandes empresas como a Coca-Cola ou …