Dormir com animais de estimação pode melhorar a qualidade do sono

Um novo estudo norte-americano revela que dormir com os nossos animais de estimação pode ser a melhor solução para acabar com as noites mal dormidas.

São muitas as pessoas que têm problemas em dormir, por isso, a norte-americana Mayo Clinic tem uma sugestão simples para resolver esta situação: dividir a cama com um animal de estimação.

É verdade que esta solução também pode ser sinónimo de uma cama sem espaço ou de uma noite com roncos intermináveis, porém, o novo estudo garante que a maioria das pessoas dormem melhor quando estão acompanhadas pelos seus amigos de quatro patas.

A clínica utilizou uma amostra de 150 participantes para perceber melhor esta situação, sendo que 49% das pessoas tinha animais de estimação. Mais de metade desses animais dormiam no quarto ou na cama dos seus donos.

Enquanto que 20% dos participantes se queixaram de que os animais interrompiam o seu sono por se mexerem muito, ressonarem ou até mesmo por chorarem durante a noite, a larga maioria considerou que a companhia era, na verdade, uma grande vantagem.

Caso disso foi uma mulher de 64 anos que diz sentir-se “mais contente quando a sua cadela dorme debaixo dos cobertores perto dos seus pés” ou uma mulher casada que vê os seus dois cães como verdadeiros “aquecedores de cama”.

Também os gatos provocam a mesma sensação de conforto. Uma mulher de 50 anos contou que adora sentir o gato a dormir contra o seu peito, assim como outra participante que considera ser algo extremamente “calmante”.

“Os participantes disseram-nos que deliberadamente têm um cão ou um gato para os ajudar a relaxar. As pessoas que dormem sozinhas, que nem sempre são solteiras mas sim por terem parceiros que viajam ou trabalham à noite, são as que mais frequentemente veem benefício na companhia de um animal de estimação no quarto ou em cima da cama”, garante Lois Krahn, o autor do estudo.

Esta teoria surge no seguimento de um outro inquérito feito pela Channel 4, uma cadeia televisiva britânica que concluiu que, entre uma amostra de 23.000 pessoas, mais de metade deixa os animais de estimação dormirem nas suas camas.

“Muitos donos veem os animais como membros da família, por isso, desejam incorporá-los no maior número de aspetos da sua vida. (…) Como os seres humanos gastam um tempo considerável a dormir, o desejo de manter os animais por perto durante a noite é compreensível”, afirma Krahn.

ZAP / HypeScience

PARTILHAR

RESPONDER

Fotografia com pombos? Na Tailândia, há "profissionais" contratados para assustá-los

A área de uma das portas da cidade, Tha Pae, parte do que resta da muralha vermelha que protegia a cidade antiga em Chiang Mai, na Tailândia, é uma das maiores atrações turísticas locais. Os turistas …

Sky News lança canal sem qualquer notícia sobre o Brexit

O canal Sky News Brexit-Free foi esta quarta-feira para o ar às 17h horas, sendo que os seus programas serão transmitidos até às 22h, de segunda a sexta-feira. O grupo de televisão britânico Sky vai lançou …

Vacina contra o cancro da mama pode estar disponível dentro de 8 anos

Investigadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o cancro ovário e da mama que poderá estar disponível comercialmente dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes …

Busca pelo avião de Amelia Earhart só encontrou chapéus, detritos de um naufrágio e uma lata de refrigerante

A mais recente busca pelos restos do avião de Amelia Earhart, a famosa aviadora americana que desapareceu sobre o Pacífico em 1937, terminou sem resultados. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, a investigação …

Protestos em Hong Kong. LeBron acusado de apoiar regime chinês

A super estrela do basquetebol LeBron James juntou-se à polémica entre a NBA e a China, após apelidar de “mal-informado” o treinador dos Houston Rockets, Daryl Morey, que expressou apoio aos manifestantes em Hong Kong …

Acordo para o Brexit está "prestes a ficar fechado"

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o Presidente francês, Emmanuel Macron, disseram esta quarta-feira que um acordo para o Brexit está em finalização e poderá ser apresentado quinta-feira para aprovação no Conselho Europeu. "Quero acreditar que …

Em Chernobyl, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram para trás"

Chernobyl é, atualmente, a maior atração internacional da Ucrânia e o novo presidente, Volodymyr Zelenski, já apresentou um projeto para trazer ainda mais turistas. No entanto, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram …

Huawei afirma que a tecnologia 6G vai estar disponível daqui a 10 anos

O CEO da Huawei, Ren Zhengfei, assinalou, durante uma entrevista à CNBC, que a sua empresa está a trabalhar em redes móveis 6G, que estarão completamente desenvolvidas daqui a 10 anos.   "Trabalhámos em 5G e 6G …

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …